Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Ecologia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Re: Ecologia   Sex Jul 01, 2011 10:22 pm

.
Fuga em frente
Vinhais


Fundo Florestal prestes a nascer em Vinhais

Em Vinhais pode vir a surgir o primeiro Fundo Florestal do país. Uma estratégia para tentar colmatar as graves dificuldades financeiras que atravessa a empresa Ecolignum - Madeiras Nobres de Vinhais.

As quotas da maioria das Juntas de Freguesia já foram compradas pela empresa TecVinhais, que em conjunto com o proprietário, Nuno Costa Gomes, detém 51 por cento da sociedade.

Nuno Costa Gomes procura, agora, viabilizar a Ecolignum, que está a funcionar há cerca de dois anos e meio.

“A Ecolignum atravessa dificuldades financeiras e económicas graves, existem dívidas avultadas, nomeadamente à Segurança Social e às Finanças. Estamos a fazer um plano de reestruturação da empresa que passa pelo saneamento económico e uma injecção de capital, que já aconteceu para as situações mais urgentes, mas o nosso interesse maior é fazer um plano estratégico que dê sustentabilidade à empresa a curto, médio e longo prazo”, explica Nuno Costa Gomes.

A estratégia passa agora pela entrada em Vinhais do primeiro Fundo Florestal criado no País.

O Fundo Floresta Atlântica gere património florestal e já fechou contrato com algumas juntas de freguesia do concelho de Vinhais.

O gestor do Fundo, António Nora, diz que agora pretende aumentar a área para gerir, através da celebração de novos contratos com autarquias e comissões de baldios.

“Em Vinhais já temos algumas áreas contratadas, que abrangem cerca de mil hectares.

O negócio florestal só faz sentido se houver alguma economia de escala, portanto o que pretendemos é aumentar a área. Era desejável que fizéssemos arrendamentos ou aquisições até cerca de 5 mil hectares, era esse o nosso objectivo”, adianta António Nora.

O Fundo prevê investir 2 milhões de euros nos próximos dois anos, mas o investimento poderá chegar aos 30 milhões de euros nos próximos 25 anos.

Caso esta entidade consiga gerir uma área florestal considerável, também poderão ser criados 200 postos de trabalho nos próximos três anos.

Para o projecto ter sucesso é necessário o envolvimento dos autarcas.

O presidente da Junta de Rebordelo, Francisco Cunha, representante das juntas de freguesia do concelho de Vinhais, garante que a maioria dos autarcas concordam arrendar a floresta ao Fundo Floresta Atlântica.

“É provável que seja muito rentável para as juntas e para o concelho, porque vão ser criados 200 postos de trabalho. Já estive a falar com algumas juntas e já concordaram.

Em Rebordelo temos pouca área florestal, mas entraremos em contacto com os agricultores e veremos no que vai dar isto”, afirma o autarca.

A madeira retirada da floresta gerida pelo Fundo será transformada e valorizada na Ecoligum.

Esta opção é mais rentável para a Floresta Atlântica, que poupa nas despesas com o transporte da madeira para o litoral.

A Câmara de Vinhais continua com uma quota de 14 por cento na Ecolignum.

A autarquia já abriu um concurso público para alienar a participação nesta empresa, mas continua à espera de propostas de investidores privados.

Brigantia, 2011-06-29
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: O veterinário Válter Fernandes substitui Fernando Sousa no Livro Genealógico da Raça Mirandesa   Sex Jul 01, 2011 10:34 pm

.
Novo Secretário Técnico
Miranda do Douro


O veterinário Válter Fernandes substitui Fernando Sousa no Livro Genealógico da Raça Mirandesa

Válter Fernandes vai ser o novo secretário técnico do Livro Genealógico da Raça Bovina Mirandesa. Esta função estava a ser desempenhada, provisoriamente, pelo veterinário municipal de Miranda do Douro, António Pimentel, desde a demissão de Fernando Sousa, no início do ano.

A informação foi avançada pelo presidente da Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa, Arlindo Formariz, à rádio Mirandum FM, à margem do concurso concelhio da raça, que decorreu, durante o passado fim-de-semana, em, Miranda do Douro.

No entanto, o veterinário recém- licenciado, Válter Fernandes, natural do concelho de Miranda do Douro, recusou fazer comentários acerca do novo cargo.
Quanto ao futuro da raça, Arlindo Formariz garante que está no bom caminho e que será valorizada com a abertura da nova unidade industrial na zona industrial de Vimioso, que vai garantir o escoamento da carne, mesmo das partes menos nobres da carcaça.

Apesar do número de criadores ter diminuído, as explorações são cada vez maiores e com um maior número de animais, estando inscritos no livro genealógico cerca de seis mil exemplares. Arlindo Formariz afirmou à Mirandum que, antigamente, os agricultores não tinham mais de 20 vacas, mas, actualmente, há produtores que têm mais de cem animais.

Entre os produtores, as opiniões dividem-se quanto à rentabilidade da actividade. Para uns criar exemplares de raça mirandesa é uma tradição familiar que os vai mantendo ocupados, enquanto há outros que apostam forte na ampliação das explorações.

No concurso concelhio participaram cerca de 16 criadores e 50 animais, um número equiparado aos anos anteriores.

Jornal Nordeste, 2011-06-30
In DTM

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: incentivar novas famílias em Trás-os-Montes   Sex Jul 01, 2011 10:44 pm

.
Os Novos Povoadores
Alfândega da Fé


incentivar novas famílias em Trás-os-Montes

A EDP, os Novos Povoadores e a Câmara de Alfândega da Fé vão avançar hoje com um projecto piloto para incentivar a instalação de novas famílias naquele concelho transmontano.

Segundo disse hoje à Lusa, a directora da Fundação EDP, Isabel Marques, esta iniciativa assenta num projecto piloto que está a ser instalado na região do Baixo Sabor, onde se encontra em fase de construção um grande empreendimento hidroeléctrico.

«O projecto tem por objectivo atrair casais que pretendam construir uma nova vida nesta região, que tem perdido população, e acreditamos que há cada vez mais pessoas que pretendem mudar a sua vida para o interior do país», acrescentou a responsável.

A criação de condições para reter jovens e atrair novos residentes figura no topo da lista de preocupações, a par do emprego e do desenvolvimento turístico da região.

«O Baixo Sabor tem sido uma região piloto em vários projectos socais, económicas ou culturais promovidos pela EDP, dado o facto de haver uma barragem que está em fase adiantada de construção», sublinhou Isabel Marques.

As famílias candidatas à mudança, deverão obedecer a alguns critérios que garantam «o sucesso do novo projecto de vida».

«Para atender a esta necessidade, a EDP recorre à experiência dos Novos Povoadores, entidade, que tem vindo a desenvolver o conceito de repovoamento das zonas mais despovoadas do país, através da migração de famílias urbanas, a qual vai apoiar a mediação às famílias em mudança, em estreita articulação com a Câmara», concluiu a responsável pela Fundação EDP.

A iniciativa, após formalizada, visa atender a uma das principais expectativas detectadas pela EDP nos inquéritos de opinião realizados nas regiões abrangidas pelas novas barragens tendo em vista área do território menos povoadas.

O projecto será financiado pela EDP, no âmbito do conjunto de iniciativas de promoção de desenvolvimento nos concelhos onde desenvolve novos investimentos hídricos.


Lusa, 2011-06-29
I(n DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Re: Ecologia   Sex Jul 01, 2011 10:56 pm

.
Novo Secretário Técnico
Miranda do Douro


O veterinário Válter Fernandes substitui Fernando Sousa no Livro Genealógico da Raça Mirandesa

Válter Fernandes vai ser o novo secretário técnico do Livro Genealógico da Raça Bovina Mirandesa. Esta função estava a ser desempenhada, provisoriamente, pelo veterinário municipal de Miranda do Douro, António Pimentel, desde a demissão de Fernando Sousa, no início do ano.

A informação foi avançada pelo presidente da Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa, Arlindo Formariz, à rádio Mirandum FM, à margem do concurso concelhio da raça, que decorreu, durante o passado fim-de-semana, em, Miranda do Douro.

No entanto, o veterinário recém- licenciado, Válter Fernandes, natural do concelho de Miranda do Douro, recusou fazer comentários acerca do novo cargo.
Quanto ao futuro da raça, Arlindo Formariz garante que está no bom caminho e que será valorizada com a abertura da nova unidade industrial na zona industrial de Vimioso, que vai garantir o escoamento da carne, mesmo das partes menos nobres da carcaça.

Apesar do número de criadores ter diminuído, as explorações são cada vez maiores e com um maior número de animais, estando inscritos no livro genealógico cerca de seis mil exemplares. Arlindo Formariz afirmou à Mirandum que, antigamente, os agricultores não tinham mais de 20 vacas, mas, actualmente, há produtores que têm mais de cem animais.

Entre os produtores, as opiniões dividem-se quanto à rentabilidade da actividade. Para uns criar exemplares de raça mirandesa é uma tradição familiar que os vai mantendo ocupados, enquanto há outros que apostam forte na ampliação das explorações.

No concurso concelhio participaram cerca de 16 criadores e 50 animais, um número equiparado aos anos anteriores.

Jornal Nordeste, 2011-06-30
In DTM

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Nome para serpente com duas cabeças a concurso   Seg Jul 04, 2011 4:15 pm

.
Nome para serpente com duas cabeças a concurso

por DN.pt
Hoje


Na Alemanha, uma pitão está actualmente no centro das atenções devido a uma rara anomalia anatómica: o animal tem duas cabeças. No entanto, apesar das duas cabeças a serpente ainda não tem nome. O dono está então a organizar um concurso para encontrar o nome perfeito. A notícia é avançada pela ABC.



Serpentes com várias cabeças já não pertencem apenas à mitologia grega; agora, uma serpente com duas cabeças nasceu no sudeste da Alemanha, na vila de Schwenningen. Com apenas 300 gramas, a cobra também conhecida como pitão-bola tem duas medulas espinhais e duas cabeças, ambas activas. O animal não tem qualquer defeito ou problema físico e consegue comer e digerir a comida sem qualquer problema. No entanto, quando chega a hora de comer apenas uma cabeça é que come, já que se as duas cabeças comerem em simultâneo a comida pode alojar-se no esófago, e a cobra poderia sufocar.

As estatísticas apontam para a existência de apenas cinco cobras como esta no mundo. O criador pediu aos fãs da serpente de duas cabeças para darem ideias para o seu nome, sendo as sugestões feitas via Twitter, Facebook e Youtube.

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Árvore mais velha de Portugal está em Santa Iria da Azóia   Sex Jul 08, 2011 2:33 pm

.
Método inovador da UTAD
Vila Real


Árvore mais velha de Portugal está em Santa Iria da Azóia
A árvore mais velha de Portugal, com 2.850 anos, foi certificada em Santa Iria da Azóia, concelho de Loures, graças a um método inovador de datação desenvolvido ao longo de dois anos pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

A oliveira recebe no sábado uma «certidão de idade», num ato público organizado pela Associação de Defesa do Património Ambiental e Cultural (ADPAC) de Santa Iria da Azóia, uma das «culpadas» pela datação recorde.

O processo começou muito antes quando um empresário de comércio de árvores ornamentais passou a necessitar de fazer acompanhar as espécies de um atestado de idade.


Lusa, 2011-07-08
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Alcochete perdeu milhões devido às medidas preventivas   Sex Jul 08, 2011 6:03 pm

.
Alcochete perdeu milhões devido às medidas preventivas

por Lusa
Hoje


O presidente da Câmara de Alcochete, Luís Franco, afirmou hoje à Lusa que o concelho perdeu "centenas de milhões de euros" em investimentos devido às medidas preventivas do novo aeroporto.

As medidas preventivas de salvaguarda dos terrenos para o futuro aeroporto terminaram no final do mês de Junho, não podem ser prorrogadas, e até ao momento não é conhecido nenhum diploma que estabeleça condicionantes nos municípios em causa.

"Em relação ao cidadão comum penso que houve concelhos mais prejudicados, mas Alcochete, devido a entendimentos jurídicos estapafúrdios, foi gravemente prejudicado, pois tínhamos Planos de Pormenor, alguns com vocação turística, de centenas de milhões de euros de investimento que se perderam", afirmou.

O autarca refere que não consegue compreender como é que se perdem "investimentos deste magnitude e qualidade" devido a "questões formais", tendo classificado as medidas como "proibitivas".

Luís Franco (CDU) defendeu ainda uma rápida aprovação da revisão do Plano Regional de Ordenamento do Território (PROT), afirmando que este instrumento vem substituir quaisquer outras medidas que possam existir.

"Passaram quase nove meses sobre a proposta final do PROT e continuamos a aguardar uma resposta do Governo. Nós pugnamos por uma aprovação célere, pois ninguém percebe muito bem a actual situação", referiu.

Sobre os grandes projectos, o autarca garantiu que Alcochete não está dependente deles para evoluir, lembrando a existência de um projecto de ordenamento e desenvolvimento, o Alcochete 2025, onde estão contemplados os diversos cenários.

Apesar de não depender, Luís Franco defende que o aeroporto no Campo de Tiro de Alcochete foi visto como a melhor solução para o país e espera que a situação seja rapidamente reavaliada.

"O Governo entende que são despesas, mas nós não temos essa opinião. O Novo Aeroporto e a plataforma logística do Poceirão podem ser factores de competitividade. Agora, se a reavaliação não for feita depressa o país pode perder mais uma oportunidade de se tornar competitivo", disse.

As medidas preventivas foram impostas nas áreas destinadas à implantação do novo aeroporto de Lisboa nos concelhos de Benavente, Salvaterra de Magos, Coruche, Montijo, Alcochete, Montemor-o-Novo, Vendas Novas, Palmela, Setúbal, Moita e Vila Franca de Xira.

As medidas foram fixadas em 2008, por dois anos, com possibilidade de prorrogação por um prazo não superior a um ano.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Burros não vão ao dentista por desconhecimento   Seg Jul 11, 2011 1:58 pm

.
«Aumento do seu bem-estar»
Miranda do Douro



Burros não vão ao dentista por desconhecimento

Cerca de 90 por cento dos proprietários de burros desconhece os cuidados a ter com a saúde dos dentes e da boca dos seus animais, ou seja preocupações patológicas que afetam a cavidade bocal dos animais.

Perante a situação, o veterinário João Rodrigues tem em curso na região raiana de Trás-os-Montes e Castela (Espanha) uma investigação científica que pretende divulgar o estudo «epidemiológico comparativo da patologia estomatológico-dentária presente nos efetivos da Raça Asinina de Miranda e Burro Zamorano-Leonês».

João Rodrigues disse à agência Lusa que o objetivo do trabalho prende-se com a aplicabilidade dos conhecimentos da Medicina Dentária Equina no estudo de raças asininas autóctones ibéricas ameaçadas e a obtenção de resultados pode contribuir com novos e importantes elementos que permitam um aumento do seu bem-estar.


Lusa, 2011-07-11
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Veados novamente em hasta pública por falta de compradores   Ter Jul 12, 2011 1:16 pm

.
Veados novamente em hasta pública por falta de compradores

Hoje


A hasta pública promovida pela Câmara da Nazaré para a venda de 15 veados ficou hoje vazia de propostas, pelo que a autarquia vai reabir o procedimento para alienar os animais.

"Houve eventuais interessados [na aquisição dos animais] mas os requisitos legais para a sua compra, transporte e manutenção são mais complicados do que se pensava inicialmente e a hasta pública ficou deserta", afirmou Belarmino Fonte, presidente do júri.

O júri deliberou que seja reaberto o processo de hasta pública para a alienação dos veados, que o mesmo responsável estima que possa vir a repetir-se "dentro de 15 dias a três semanas".

Um prazo que o júri estima que seja suficiente para que os interessados possam "dar os passos necessários", nomeadamente a obtenção de um alvará junto da Autoridade Florestal Nacional.

Os animais (nove machos e seis fêmeas), fazem parte de uma comunidade de 33 veados que povoam cerca de três hectares do cercado do Pinhal de Nossa Senhora da Nazaré, junto à praia do Norte.

In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Fim de predadores causa ruptura em ecossistemas    Sab Jul 16, 2011 4:24 pm

.
Fim de predadores causa ruptura em ecossistemas

Hoje


Os grandes predadores, como os leões ou os lobos, os linces e os ursos, ou outros grandes mamíferos, como os golfinhos, as focas e as baleias, estão em declínio por todo o planeta, e essa tendência, que é verificada por investigadores de todo o mundo, perturba o equilíbrio dos ecossistemas, que pode ter consequências negativas noutras espécies de menor porte.

A conclusão é de um grupo internacional de investigadores coordenado pelo biólogo James Estes, da universidade da Califórnia, em Santa Cruz, que passou em revista um grande número de estudos sobre uma série de diferentes ecossistemas - marinhos, de água doce e terrestres - e que se deparou com uma tendência significativa para a disrupção crescente desses ecossistemas, ligada ao desaparecimento dos predadores no topo das respectivas cadeias alimentares.

In DN

Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Níveis altos de poluição tornam banhos no Douro perigosos   Dom Jul 17, 2011 3:04 pm

.
Níveis altos de poluição tornam banhos no Douro perigosos

Hoje


Rio contaminado por causa da agricultura espanhola, esgotos portugueses e turismo fluvial.

O "Jornal de Notícias" escreve que é um aviso que continua a cair em saco roto: "O rio Douro não é bom para banhos". Pretence ao hidrobiólogo Adriano Bordalo e Sá, que deita as culpas á poluição das águas. A pior situação verifica-se junto ao estuário, mas no interior o cenário também é mau.

O investigador do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, da Universidade do Porto, realça que temos 53% da península Ibérica a drenar para o território português através do rio Douro. A poluição tem como origem a agricultura espanhola e os esgotos urbanos portugueses. Para agravar estes últimos juntam-se-lhes a navegação fluvial, nomeadamente a turística, já que muitos barcos não têm hipótese de armazenar as águas residuais, lançando-as à água.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Escolas amigas do ambiente   Dom Ago 07, 2011 12:40 pm

.
Três escolas premiadas
Distrito de Bragança



Escolas amigas do ambiente

O concurso «Compostagem nas Escolas» promovido pela empresa Resíduos do Nordeste chegou ao fim.
Algumas escolas do distrito de Bragança aceitaram o desafio e colaboraram na separação do lixo orgânico. Agora, beneficiam de hortas biológicas e sustentáveis.

A Escola do 1.º Ciclo de Miranda do Douro, a Escola Augusto Moreno (Bragança) e a Escola EB 2,3 e Secundária de Miranda do Douro foram as premiadas, mas desde Setembro de 2010 que mais sete escolas se empenharam em mudar de atitude em relação à preservação do meio ambiente, a partir da compostagem do lixo orgânico.

Para isso, a empresa Resíduos Nordeste entregou a cada estabelecimento de ensino um compostor e um guia de reciclagem orgânico.
O processo era simples. Cada escola era responsável por gerir o seu lixo orgânico bem como atribuir-lhe um fim sustentável.

Foi o que grande parte das escolas fez ao utilizar o composto para recuperar alguns espaços, implementando hortas biológicas nos locais de ensino. Segundo a organização, durante os oito meses do concurso, foram aproveitados 400 quilos de lixo biodegradável, que de outra forma teriam como destino o Aterro Sanitário de Urjais.

A empresa Resíduos do Nordeste não quer, com este concurso, que a separação dos resíduos se fique pelas escolas, mas que seja uma prática comum e se estenda às casas dos seus alunos.

Os vencedores receberam um bilhete para visitarem e usufruírem das actividades do Centro de Ciência Viva, em Bragança.

Jornal Nordeste, 2011-08-07
In DTM


Idea
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Concentração de ozono já se encontra «regularizada» em Vila Real   Ter Ago 16, 2011 10:50 pm

.
Valores a descer

Concentração de ozono já se encontra «regularizada» em Vila Real

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) informou hoje que a concentração de ozono registada na sexta-feira em Vila Real já se encontra «regularizada», descendo para níveis que não implicam riscos para a população.

Em comunicado, a CCDR-N avisa que o valor do limiar de informação da população foi ultrapassado na sexta-feira, em Vila Real, tendo sido registado na estação de Lamas D Olo, em especial entre as 17:00 e as 21:00.

Durante o período de ultrapassagem do limiar de informação à população, refere a CCDR-N, \"as pessoas mais sensíveis (crianças, idosos, asmáticos e pessoas com problemas respiratórios) devem evitar inalar uma grande quantidade de ar poluído, especialmente durante o período mais quente (tarde)\".

Lusa, 2011-08-15

In DTM

Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Melros já não podem ser caçados   Ter Ago 16, 2011 11:03 pm

.
Daniel Campelo decidiu


Melros já não podem ser caçados

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Daniel Campelo, anunciou quarta-feira que o governo decidiu retirar o melro da lista das aves que se podem caçar.

Daniel Campelo, novo secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, mandou proferir um despacho que retira o melro da lista de espécies cinegéticas.

\"O melro nem sequer é uma questão para os caçadores que não fazem questão de o caçar. Acho que não fazia sentido manter esta ave na lista de espécies a caçar\", salientou o secretário numa visita ao Parque Natural do Douro Internacional, citado pela Agencia Lusa .

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), mentora da campanha “Eu vou dizer ao Governo que não quero que cacem os nossos melros” recebeu mais de 100 cartas dirigidas à Ministra do Ambiente a contestar a possibilidade de se caçar melros. Como tal, a SPEA já veio dizer na sua página que “congratula o Governo pela medida tomada”.

“A SPEA considera que esta é uma prova de como a união dos cidadãos tem frutos positivos e congratula a decisão”, lê-se no comunicado.

Apesar da medida acertada, a SPEA lembra que há ainda “vários aspetos preocupantes deste novo calendário venatório e outros problemas graves relacionados com a gestão de caça”.

Entre as recomendações sugeridas, a associação salienta que Portugal é um dos poucos países da Europa que ainda permite o uso de munições com chumbo em zonas húmidas, o que leva ao envenenamento de milhares de patos e outras aves todos os anos; para além de permitir caçar patos em agosto e setembro, quando ainda há espécies, algumas ameaçadas, que estão a criar, e caçar espécies que estão a desaparecer, como a Rola-comum e do Estorninho-malhado.

, 2011-08-16
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Há 8,7 milhões de espécies e muitas mais por descobrir   Qua Ago 24, 2011 2:24 pm

.
Há 8,7 milhões de espécies e muitas mais por descobrir

Hoje


Uma nova estimativa, a mais precisa de sempre, segundo os seus autores, chegou a este valor

Quantas espécies há na Terra? Até agora a melhor resposta era "entre três milhões e cem milhões". Mas uma nova contagem chegou a um valor quase redondo: 8,7 milhões. A maioria - 6,5 milhões - são terrestres, e 2,2 milhões vivem nos oceanos. Mas estas são apenas as que já se conhecem e estão descritas nos catálogos da ciência. De acordo os cientistas que chegaram ao novo resultado, 91% das espécies marinhas ainda estão por descobrir. Entre terra e mar, afirmam, falta encontrar, descrever e catalogar 86% das espécies que constituem a diversidade da vida terrestre.

In DN

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Golfinhos aprendem a pescar com conchas   Dom Ago 28, 2011 10:59 am

.
Golfinhos aprendem a pescar com conchas

Hoje

sunny

Pesquisadores acreditam que um inovador método de pesca com conchas pode estar a espalhar-se entre a população de golfinhos de Shark Bay, no Oeste da Austrália. Os cientistas fotografaram golfinhos-nariz-de-garrafa (Tursiops aduncus) a segurar conchas com o bico e a sacudi-las no ar fazendo com que a água saísse de dentro delas, assim como os peixes que estavam lá escondidos.

O pesquisador Simon Allen, da Universidade de Murdoch, diz que o comportamento - raramente visto anteriormente - parece estar a tornar-se mais frequente na zona. E enquanto outras técnicas de pesca usadas por golfinhos são ensinadas de mãe para filhos, o uso de conchas pode estar a passar entre golfinhos do mesmo grupo.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Ribeiras do Nordeste atraíram investigadores    Ter Ago 30, 2011 10:08 am

.
Anfíbios e répteis
Distrito de Bragança


Ribeiras do Nordeste atraíram investigadores

A Ribeira de Salselas e o Rio Azibo, em Macedo de Cavaleiros, são dois pólos de interesse para a Biologia. No sábado, um grupo constituído por biólogos e amantes da biologia percorreram dois meios aquáticos, à procura de répteis e anfíbios, na grande maioria desconhecidos aos olhos do comum cidadão.

Uma iniciativa da Ecoteca de Macedo de Cavaleiros e da Ciência Viva.

Grande parte dos participantes está ligado à Biologia, sobretudo à Educação, e procuram nestas formações práticas, inseridas no meio ambiente, encontrar exemplos e material para a sala de aula. Na ribeira de Salselas e na zona da abandonada aldeia de Banrezes abundam os exemplares de répteis e anfíbios.

Sérgio Ribeiro, biólogo e formador nesta acção, sublinha que muitos desconhecem a diversidade destas zonas.
“Há espécies que são naturais da Península Ibérica. Só há realmente em Espanha e em Portugal. Também temos espécies que só há em Portugal… Esta actividade, no fundo, pretende dar a conhecer aquilo que há, pretende também tentar encontrar algumas espécies e observá-las e pretende desmistificar esses mitos que há à volta de anfíbios e répteis: que são animais venenosos, que fazem mal… No fundo mostrar que isso não corresponde à verdade e tentar sensibilizar as pessoas”, explicou.

Anfíbios e répteis são cientificamente abordados em conjunto, mas são completamente distintos. O biólogo explica qual a diferença.

“Os répteis são um grupo animal que já venceu no meio terrestre. Há espécies que vivem em parte na água, mas por opção. São animais perfeitamente adaptados ao meio terrestre, respiram por pulmões, têm a pele revestida, normalmente por escamas… Os anfíbios não. Têm uma fase com guelras, respiram oxigénio da água e só depois de sofrerem a metamorfose é que têm uma vida terrestre, adquirem pulmões… Essa é a grande diferença”.

Márcia Moreno veio do Porto exclusivamente para esta caminhada biológica. Teve conhecimento do evento pelo site da Ciência Viva. Não é a primeira vez que está em Macedo de Cavaleiros, e por isso louva que nunca tenha repetido uma actividade.

“São actividades super interessantes e sempre diferentes. Costumo vir a esta actividade e a outras. Repito actividades mas nunca são repetidas. Aprende-se muita coisa, vê-se muita coisa e sempre diferente”, contou.

Além do Biólogo Sérgio Ribeiro, a saída de campo da Biologia, da Ecoteca de Macedo de Cavaleiros, contou com as explicações do investigador da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Pedro Teiga


Brigantia, 2011-08-30
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Fármacos podem diminuir fertilidade dos peixes   Seg Set 05, 2011 2:12 pm

.
Fármacos podem diminuir fertilidade dos peixes

por Lusa
Hoje


As águas superficiais do rio Douro estão contaminadas com resíduos fármacos que podem levar à diminuição da fertilidade dos peixes, indicam os resultados de um estudo divulgado no sábado pela cooperativa de ensino CESPU.

O estudo, liderado pela investigadora Maria Elizabeth Tiritan, professora da CESPU -- Cooperativa de Ensino Superior, Politécnico e Universitário, confirma a existência de resíduos fármacos, nomeadamente antiepiléticos, ansiolíticos e antibióticos, nas águas superficiais do rio Douro e os seus efeitos nos peixes.

Já em julho de 2010 um outro estudo, conduzido pelo hidrobiólogo Adriano Bordalo e Sá, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) da Universidade do Porto, indicava índices de poluição do troço final do Douro 200 a 500 vezes superiores ao admissível, com efeitos na mudança de sexo de tainhas e solhas.

O estudo da CESPU, correspondente ao projeto de doutoramento de Tânia Vieira Madureira, envolveu fármacos de diferentes classes terapêuticas, como o diazepam (ansiolítico), o propranol (bloqueador beta), o ácido fenofíbrico (antidislipidémico), o sulfametoxazol, o trimetoprim (antibiótico) e a carbamazepina (antiepilético).

As investigadoras alertam que "as Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) não estão projetadas de forma a eliminar este tipo de compostos provenientes da rede de esgotos domésticos e hospitalares" quando se encontram em baixas concentrações.

"Ainda não é possível impedir que os resíduos de fármacos cheguem às águas dos rios", afirma Elizabeth Tiritan, notando que, como medida preventiva enquanto não se consegue melhorar a eficiência das ETAR, "a recolha de medicamentos fora de prazo ajudaria a minimizar o problema".

Ao longo de um ano, foi avaliada a distribuição de alguns compostos farmacêuticos nas águas superficiais do estuário do Douro, com a realização de uma colheita em cada estação do ano.

Os resultados mostraram que o composto encontrado em concentrações mais elevadas foi a carbamazepina, um fármaco utilizado no tratamento da epilepsia, existindo uma tendência para maiores concentrações destes resíduos nas áreas mais urbanizadas.

A equipa constatou ainda que outros fármacos não analisados no estudo "poderão estar presentes nas águas durienses, existindo, assim, o risco potencial de interferência no equilíbrio dos ecossistemas das espécies aquáticas".

"Um dos desequilíbrios mais perigosos prende-se com a feminização dos peixes machos, em consequência, por exemplo, da existência de anticoncecionais no Douro", referem as investigadoras.

O estudo, publicado na revista internacional "Science of the Total Environment", foi apoiado financeiramente pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do Brasil e CESPU.

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: GNR levanta dois autos de contraordenação à Mota-Engil   Qui Set 08, 2011 10:40 pm

.
Extração de inertes
Alijó


GNR levanta dois autos de contraordenação à Mota-Engil

A GNR vai levantar dois autos de contraordenação à construtora Mota-Engil por extração de inertes em dois locais não licenciados na localidade de Carlão, concelho de Alijó, disse hoje à Lusa fonte daquela força policial.

O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Peso da Régua recebeu uma denúncia e após se deslocar a Carlão verificou a existência de dois locais de extração de inertes não licenciados. O saibro estaria a ser utilizado nas obras de construção do Itinerário Complementar 5 (IC5).

A Agência Lusa tentou obter uma reação por parte da empresa, o que não foi possível até ao momento.


Lusa, 2011-09-07
In DTM

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Vai ser criada mega-agência para o ambiente   Qua Set 14, 2011 12:15 pm

.
Vai ser criada mega-agência para o ambiente

Hoje

A proposta de reestruturação prevê fim do Inag das ARH e também uma nova agência para o território, escreve hoje o jornal Público.

O Governo vai fundir vários organismos da tuteloa ambiental, como o Instituto da Água (Inag) e as recém-criadas administrações de região hidrográfica (ARH), numa nova Agência Portuguesa do Ambiente e da Água, avança hoje o Público.

A ideia, segundo o secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território, Pedro Afonso de Paulo, é "fazer mais com menos", explicou o Público.

In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Gralha-de-bico-vermelho ameaçada em Portugal - ICNB   Qua Set 14, 2011 3:54 pm

.
Efetivo ronda os 500 exemplares
Miranda do Douro



Gralha-de-bico-vermelho ameaçada em Portugal - ICNB

O Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) alerta para o perigo de extinção da gralha-de-bico-vermelho, espécie que nidifica de norte a sul de Portugal e cujo efetivo ronda os 500 exemplares.

Esta ave rupícola nidifica \"essencialmente\" em áreas protegidas como o Gerês, Alvão, Serra da Estrela, Aires e Candeeiros ou Sudoeste Alentejano.

\"É uma espécie cujo estatuto de conservação está classificada como ameaçada de extinão, figurando mesmo no livro vermelho dos vertebrados\", disse hoje à Agência Lusa o biólogo do ICNB António Monteiro.


Lusa, 2011-09-14
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Transformar resíduos em biomassa    Dom Set 18, 2011 5:09 pm

.
.
Transformar resíduos em biomassa
Trás-os-Montes


Green Projects Awards 2011 foram atribuídos

Transformar os resíduos de um lagar de azeite em biomassa para alimentar uma caldeira industrial e diminuir o impacto ambiental dos efluentes; dar a um aglomerado de cortiça a função de deter um derrame de petróleo no mar; e incentivar a luta contra o desperdício de alimentos foram os três projetos galardoados este ano com \"o nobel\" do ambiente e desenvolvimento sustentável português: os Green Project Awards 2011.

Uma equipa da Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD); a Amorim Isolamentos e a Eurest, foram os vencedores nas respetivas categorias de Investigação & Desenvolvimento, Produto ou serviço, e Comunicação. Foram ainda atribuídas cinco menções honrosas entre 20 finalistas e 104 candidaturas.

Esta é a quarta edição de um troféu que prestigia e distingue projetos inovadores na área da sustentabilidade ambiental, social e económica. \"São bons exemplos a seguir\" sublinha Susana Fonseca, dirigente da associação ambientalista da Quercos, parceira da Agência Portuguesa do Ambiente neste prémio criado há quatro anos pela GCI.

Os vencedores foram hoje anunciados, numa cerimónia na Culturgest, que contou com a presença da Ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, Assunção Cristas.

Resíduos de azeite como combustível

\"O resíduo de uma indústria transforma-se na matéria prima de outra, imitando o sistema ecológico\", é com esta simplicidade que o investigador João Claro defende o projeto desenvolvido na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (UTAD) que foi hoje contemplado com o prémio de I&D do Green Projects Awards.

A ideia começou a fervilhar em 2007 no âmbito da sua tese de doutoramento. O investigador químico que se dedica à investigação na área da ecologia industrial fez uma equação simples: o azeite tem grande importância na região; as águas russas dos lagares são por vezes lançadas no solo ou em meio hídrico sem o tratamento adequado (com uma carga poluente 200 vezes superior ao esgoto urbano); e as cooperativas precisam de um incentivo para investirem no tratamento adequado desses efluentes que sobram da produção do azeite. A partir daqui, a equipa da UTAD concebeu a implementação de uma linha industrial de produção de biomassa com elevado poder calorífero (feita com restos do processamento do lagar e partículas de cortiça) que serve para alimentar caldeiras industriais e junto com a Cooperativa Agrícola de Olivicultores de Murça candidatou-se a financiamento do QREN. Com essa verba estão a construir um protótipo à escala industrial com capacidade para produzir 20 mil toneladas por ano deste tipo de biomassa.

João Claro lembra que \"a produção total de águas russas dos lagares de azeite equivale à poluição dos esgotos de uma cidade como a de Lisboa\". Esta invenção permite minimizar os impactes ambientais deste setor industrial.

Cortiça pode controlar derrames de petróleo

Aliar uma matéria prima nacional (a cortiça), que é o suporte de um ecossistema rico em biodiversidade (o montado) e que faz parte de uma indústria que contribui para 1% do PIB e, ainda para mais, permite diminuir os impactes ambientais provocados pelo derrame de hidrocarbonetos em meio aquático, não levantou muitas dúvidas quanto à eleição CorkSorb para o galardão de Produto e Serviço de 2011.

O trabalho de investigação da Amorim Isolamentos em torno do conceito da cortiça como material absorvente, nomeadamente para contenção de derrames de petróleo em meio aquático, leva já alguns anos. Com o CorkSorb \"o grupo Amorim desenvolveu também uma nova aplicação desta matéria prima de uma indústria em que Portugal é líder\", explica o diretor de marketing da Carlos Jesus. A empresa já está a comercializar a gama CorkSorb desde início de 2010. Além de Portugal, o mercado abrange a Alemanha, Austrália, Bélgica, Espanha, França, Grécia, Holanda, Reino Unido e Suécia onde este produto já foi utilizado \"com êxito\" em derrames poluentes em meios aquáticos.

Lutar contra o desperdício

Incentivar o desperdício de alimentos ao mesmo tempo que se defende que as sobras de bens não perecíveis podem ser doadas a instituições de solidariedade foi o objetivo da campanha da empresa da área alimentar Eurest, agora premiada pelo Green Project Awards. Susana Fonseca , da Quercus, sublinha a importância de uma campanha simples que junta a educação cívica à poupança ambiental e económica\". O projeto foi desenvolvido por Egídio Vasconcelos, com o objetivo de consciencializar os consumidores a reduzir os desperdícios do dia a dia, colocando no tabuleiro de uma cantina/restaurante desta cadeia apenas o necessário a satisfazer o apetite de cada um, de modo a poupar recursos naturais e a quantidade de resíduos produzidos.


Carla Tomás www.expresso.pr, 2011-09-16
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: UTAD vai libertar três grifos   Qua Set 21, 2011 10:49 am

.
No «Penedo Durão»
Trás-os-Montes



UTAD vai libertar três grifos

O Hospital Veterinário da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai libertar de 3 grifos (Gyps fulvus) no miradouro do «Penedo Durão» em Freixo de Espada à Cinta, ao início da tarde de amanhã.

Estas aves, encontradas doentes em localidades dos concelhos de Mogadouro, Macedo de Cavaleiros e Lamego, foram entregues por agentes do SEPNA ao Centro de Recuperação de Animais Selvagens do Hospital Veterinário da UTAD (CRASHVUTAD).

Ali foram submetidas a um longo processo de tratamento médico, culminando numa fisioterapia intensa no túnel de voo octogonal, estrutura essa única a nível nacional e que permite uma melhor preparação física das aves em recuperação.

A libertação será precedida por uma pequena introdução explicativa da biologia do grifo, procurando alertar as crianças para a importância da biodiversidade e dos riscos que estes animais magníficos estão sujeitos.

Dado que as aves terão de aproveitar as correntes térmicas para optimizar o seu voo, a libertação terá obrigatoriamente ser à hora anunciada, pelo que se pede aos interessados para serem pontuais.

Jornal Nordeste, 2011-09-21
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Tubarão branco: de estrela de cinema a caldo para sopa   Seg Out 03, 2011 12:00 pm

.
Tubarão branco: de estrela de cinema a caldo para sopa

Hoje


Habitam o planeta há 16 milhões anos mas hoje o tubarão branco é mais uma na longa lista de espécies em perigo de extinção que podem desaparecer antes de, por exemplo, uma criança poder conhecê-lo.

Celebridades no grande ecrã, muito pelo inesquecível filme de Steven Spielberg e as suas sequelas, estes ferozes animais de tamanho descomunal são afinal vítimas de massacres apenas por uma sopa ou por um pequeno pingente feito com os seus dentes.

O perigo de extinção não afecta só o tubarão branco. Um estudo recente mostra os graves problemas que enfrentam outras espécies de tubarões por causa da pesca na Grande Barreira de Coral na Austrália, e no declínio generalizado em todos os oceanos.

Escreve o jornal espanhol "El Mundo" que conforme publicado no "PLos ONE", os biólogos Hisan Mizue, Sean Connolly e William Robbins, da Universidade James Cook, na Austrália, afirmam que em cinquenta anos as populações de tubarões caíram devido à pesca excessiva.

Connolly reconhece que é difícil ter números precisos sobre quantos desapareceram, mas, diz o biólogo, basta fazer uma abordagem na indústria da pesca para saber que a situação é terrível. 75% da pesca é ilegal e existem relatórios errados sobre as capturas. Muitos são atirados ao mar depois de mortos.

Apesar das diferentes combinações de dados, o resultado é sempre o mesmo: os tubarões estão a diminuir em todos os oceanos. Contudo, se fossem protegidos as populações poderiam recuperar.

Essa parece no entanto, uma missão impossível enquanto a perseguição continuar ser regras. Na Tailândia, por exemplo, onde cada vez se vê menos tubarões, a sopa de barbatana de tubarão continua a ser uma iguaria nos melhores restaurantes. De acordo com a ONG tailandesa "The Dive Tribes" a frota de pesca do país captura por ano 22 mil toneladas de tubarões para abastecer o mercado interno e exportar para a China. Com o aumento do nível de vida naquele país, são milhões os que agora consomem um produto que anteriormente era consumido apenas por uma minoria.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Parque de Natureza e Biodiversidade    Ter Out 11, 2011 2:47 pm

.
Parque de Natureza e Biodiversidade
Boticas


Equipa da UTAD continua acções de acompanhamento técnico e científico

A par das obras de construção do Parque de Natureza e Biodiversidade, que se encontram a decorrer a muito bom ritmo e que se prevê que fiquem concluídas ainda este ano, a equipa de especialistas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) continua no terreno a desenvolver acções de acompanhamento técnico e científico.

Recorde-se que os estudos técnico-científicos de monitorização que a equipa multidisciplinar da UTAD se encontra a realizar abrangem as mais diversas áreas, como a do ambiente, da apicultura, da ecologia, da Medicina Veterinária, da arquitectura e da engenharia e da arquitectura paisagística.

A eficiência energética, a fauna, a flora e a vegetação e os fungos são também outras das áreas que têm vinda a ser acompanhadas, assim como as áreas das comunicações e da multimédia.

Este futuro Parque de Natureza e Biodiversidade é um projecto há muito tempo ambicionado no concelho de Boticas, pretendendo-se com a sua criação promover a correcta gestão dos espaços protegidos e a preservação da biodiversidade e, ao mesmo tempo, criar um pólo dinamizador da economia local, travando o êxodo rural a que se tem assistido ao longo dos últimos anos, constituindo, desta forma, uma referência básica para o desenvolvimento rural sustentável em áreas de montanha.

A implementação do Parque de Natureza e Biodiversidade resulta de uma candidatura apresentada no âmbito do Programa ON.2, Eixo Prioritário IIII – Valorização e Qualificação Ambiental e Territorial, com um investimento total elegível de 3.018.858,04 €, através do qual é assegurado um financiamento FEDER no valor global de 2.415.086,43€ com uma taxa de comparticipação de 80%.


DA, 2011-10-11
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ecologia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ecologia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Diversos-
Ir para: