Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 UTAD 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: UTAD 2   Sab Nov 12, 2011 11:12 pm

.
16 de novembro
Vila Real


UTAD dedica dia para revelar investigação desde a área da vinha, resíduos ou fruta

A Universidade de Vila Real organiza o Dia da Inovação, a 16 de novembro, para dar a conhecer a investigação desenvolvida desde a produção de frutas confitadas sem sacarose, passando pelos resíduos industriais da azeitona até à vinha.

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) quer apresentar às empresas e comunidade em geral a inovação que está a desenvolver, através de uma exposição de posters dos vários projetos dos docentes, investigadores e alunos.

O professor João Barroso afirmou hoje à Agência Lusa que a iniciativa \"vai ter o foco na transferência de tecnologia das universidades para aplicação nas empresas\".

Lusa, 2011-11-10
In DTM

Idea Arrow Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Universidade de Vila Real desenvolve lava-loiça ecológico   Ter Nov 15, 2011 5:07 pm

.
«GreenBox»
Vila Real



Universidade de Vila Real desenvolve lava-loiça ecológico

Investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) estão a desenvolver uma caixa ecológica que permitirá separar a gordura acumulada no lava-loiça e armazená-la para a produção de biodiesel.

O «GreenBox» é um dos projetos que vai estar em destaque no Dia da Inovação, que a UTAD promove na quarta-feira, em Vila Real, para divulgar a investigação que se desenvolve na academia transmontana.

Coordenado pelo professor e investigador João Barroso, o projeto visa a criação de uma caixa que fará a separação da gordura que fica na água da lavagem da loiça, resíduos que são «altamente poluentes» e «criam problemas gravíssimos nas estações de tratamento de águas residuais».


Lusa, 2011-11-15
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: UTAD adia para Dezembro decisão sobre continuidade do pólo de Chaves   Ter Nov 15, 2011 5:14 pm

.
Restrições orçamentais
Chaves



UTAD adia para Dezembro decisão sobre continuidade do pólo de Chaves

O Conselho Geral da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) adiou para Dezembro a decisão sobre a continuidade do pólo de Chaves, Pólo da UTAD, em Outeiro Seco.

Pólo da UTAD, em Outeiro Seco
A decisão do adiamento foi tomada na reunião extraordinária, realizada na passada sexta-feira 11 de Novembro.

As restrições orçamentais da instituição e o corte de 9% das verbas previsto no Orçamento de Estado para 2012 estarão a pôr em causa a sustentabilidade do pólo de Chaves, cujas instalações são repartidas com a Escola Superior de Enfermagem, em Outeiro Seco.

De acordo com o presidente do Conselho Geral da UTAD, Francisco Seixas da Costa, todas as entidades locais serão ouvidas sobre a continuidade do pólo.

Antes do Conselho Geral, onde ficou também decidida a suspensão da criação do curso de Medicina e a extinção da Fundação Rei D. Dinis, realizaram-se as primeiras «Jornadas de Reflexão Estratégica», nas quais vários professores defenderem a continuidade da extensão flaviense.

Américo Peres, delegado do Reitor da UTAD em Chaves e docente há 25 anos, defendeu a criação de um «campus» transfronteiriço, aproveitando com proximidade com a Galiza.

Diario Actual, 2011-11-15
IKn DTM

Rolling Eyes Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: UTAD estreita laços com a Microsoft   Sex Nov 18, 2011 5:57 pm

.
Protocolo de cooperação
Vila Real



UTAD estreita laços com a Microsoft

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a \"Microsoft\" vão trabalhar em conjunto em diversos projetos orientados para o ensino e investigação aplicada, no âmbito de um protocolo de cooperação que vai ser assinado hoje, dia 16 de novembro, entre as duas instituições.

Este ato formal, que integrará o programa do Dia da Inovação na UTAD, visa dinamizar a cooperação universidade-empresa através de medidas sobre tecnologias Microsoft e em particular sobre a plataforma Microsoft .NET.

A Universidade contará com a disponibilização do software necessário (incluindo os sistemas operativos Microsoft, servidores de software e plataforma de desenvolvimento NET) para ensino e investigação em ambiente NET, no âmbito e condições dos programas Microsoft Developer Network Alliance (MSDN AA), e ser-lhe-ão também disponibilizadas as aplicações constituintes da plataforma Microsoft Dynamics para efeitos de ensino e investigação de conceitos e sistemas ERP e CRM no âmbito dos cursos leccionados na UTAD, através do acesso ao programa Dynamics Academic Alliance.

Por outro lado, a através do Windows Academic Program, serão disponibilizados conceitos, código e projetos para integração das tecnologias do núcleo do Windows para investigação e desenvolvimento, permitindo um conhecimento aprofundado das potencialidades da plataforma tecnológica Microsoft e constituindo um estímulo para o desenvolvimento de projetos de I&D.

No âmbito deste acordo, aos docentes da UTAD serão ainda disponibilizados, através do Programa Faculty Connection, materiais curriculares para aplicação na sua componente letiva sobre as tecnologias Microsoft mais recentes.

Será também criada uma mini-biblioteca com literatura diversa sobre o desenvolvimento de aplicações e a plataforma NET no geral. Outra das novidades deste acordo será dotar o Gabinete de Inovação da UTAD com as capacidades para integrar as empresas emergentes (“startups”) no Programa BizSpark da Microsoft.

É de referir que a Microsoft vai também apoiar a criação de um Centro de Inovação e Empreendedorismo na UTAD, dotado dos meios necessários ao apoio e suporte à prova de conceito de projetos de investigação e desenvolvimento de software inovadores.

O principal objetivo desta entidade é a promoção ativa do empreendedorismo na áreas de software, com principal enfoque na população discente da UTAD e em particular nos estudantes dos cursos de Informática.

UTAD, 2011-11-17
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Workshop de Marketing na UTAD   Sex Nov 18, 2011 6:03 pm

.
UTAD
Trás-os-Montes



Workshop de Marketing na UTAD

A UTAD Solutions Consulting, uma júnior empresa com sede na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e constituída por estudantes universitários, promove um Workshop de Marketing, que decorrerá entre as 14h00 e as 18h00 do dia 22 de Novembro, na Aula Magna da UTAD, e que contará com a presença do Dr. Nuno Machado Lopes, docente e orador internacional em Social Media e Marketing Mix.
Habituado a partilhar a sua visão inovadora tanto na Inglaterra como nos Estados Unidos da América, Nuno Machado Lopes tem desenvolvido conceitos para inúmeras marcas de renome, tais como BMW, Nissan, Herbal Essences, Apple, McDonalds, Philips, L’Óreal, Heineken, entre outras, acrescentando-se a isto a fundação da plataforma TudoMudou.com.
Com a realização deste workshop, a organização pretende que os estudantes universitários adquiram noções acerca do Marketing Atual, dado a sua importância crescente na nossa sociedade, bem como no incremento das economias nacionais e locais.

Rui Pinto, 2011-11-18
In DTM

Idea Arrow Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Investigadores do pólo de Chaves da UTAD recebem prémio internacional   Sex Nov 25, 2011 4:18 pm

.
Investigação turística em Maiorca
Chaves



Investigadores do pólo de Chaves da UTAD recebem prémio internacional

Com um projecto sobre etno-ecoturismo desenvolvido junto de uma comunidade indígena do Panamá, os investigadores do pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Xerardo Pereiro e Cebaldo de León, venceram a 8ª edição do Prémio Internacional de Investigação Turística Sol-Meliá. O prémio foi entregue em Maiorca na passada segunda-feira.

Os antropólogos do pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) Xerardo Pereiro e Cebaldo de León, integrados no Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento (CETRAD), receberam na passada segunda-feira 22 de Novembro, em Maiorca, o VIII Prémio Internacional de Investigação Turística “Gabriel Escarrer” (Cátedra Sol-Meliá da Universidade da Ilhas Baleares), pelo projecto de investigação sobre o turismo e as mudanças socioculturais numa tribo do Panamá. O prémio, no valor de 10 mil euros, foi entregue pelo vice-presidente do Melià Hotels International, Sebastià Escarrer, e pela Reitora da Universidade das Ilhas Baleares, Montserrat Casas.

Xerardo Pereiro, investigador do pólo de Chaves da UTAD, dirigiu este estudo, iniciado em 2003, sobre o sistema turístico de uma zona indígena autónoma do Panamá, Kuna Yala, onde efectuou um trabalho de campo com Cebaldo de León e outros investigadores, entre eles Jorge Ventocilla, do Centro de Estudos Latino-americanos de Panamá. O trabalho, que contou com apoio do governo do Panamá, destaca assim uma forma alternativa de desenvolver o etno-ecoturismo de base comunitária, protagonizada pelos próprios kunas, já que nenhum estrangeiro pode desenvolver ali um projecto turístico, pois passaram a controlar as políticas de entrada de turistas, diminuindo os impactos negativos e aumentando os benefícios para as comunidades kunas.

O projecto de investigação “Estudo estratégico do turismo em Kuna Yala (Panamá), “que já tinha sido premiado em 2007 pela “National Geographic Society”, será publicado no próximo ano em livro-cd, avançou o autor, Xerardo Pereiro.


http://diarioatual.com/?p=32811&ec3_listing=disable

Diario Actual, 2011-11-25
In DTM

Idea Arrow

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: UTAD com soluções para pessoas com deficiência   Seg Dez 05, 2011 5:21 pm

.
UTAD com soluções para pessoas com deficiência

por Lusa
Hoje


Uma bengala electrónica para ajudar cegos a deslocarem-se na rua ou uma aplicação que permite pedir ajuda por telemóvel sem recurso a voz, são alguns dos projecto desenvolvidos na Universidade de Vila Real para pessoas com necessidades especiais.

Na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) intensifica-se a investigação na área da acessibilidade e da reabilitação. Alguns dos projectos puderam ser vistos numa exposição que ficou patente ao público até dia 3 de Dezembro, no edifício do antigo Governo Civil.

Hugo Paredes, do departamento de Engenharias, apresentou um protótipo de uma bengala electrónica, inserido no projecto Blavigator que pretende ser um "um auxílio barato e fiável para a navegação dos cegos".

Financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia em cerca de 82 mil euros, esta iniciativa junta investigadores de várias entidades.

A bengala possui uma antena, um leitor de identificadores de rádio frequência e uma pequena caixa onde está incorporada toda a electrónica que permite fazer a leitura dos identificadores.

Os identificadores são etiquetas que poderão ser colocadas na via pública ou em edifícios, que transmitem informação à pessoa que leva a bengala.

O projecto integra várias tecnologias, tais como informação georreferenciada, GPS e visão por computador de forma a detectar obstáculos e transmitir essa informação ao utilizador.

Pedir socorro por telemóvel vai ser também mais fácil graças à nova aplicação "SOS Phone", que permite usar serviços de emergência sem recurso à voz e sem necessitar de realizar chamadas telefónicas.

O projecto foi desenvolvido por duas alunas do curso de Engenharia Biomédica e dois professores do Departamento de Engenharias.

O "SOS Phone" é dirigido a surdos e idosos. A aplicação dispensa a comunicação oral ou escrita, bastando seleccionar opções pictográficas que simbolizam os aspectos a relatar. Terminada a comunicação, é enviada para a central de emergência uma mensagem contendo o código correspondente às situações reportadas e as coordenadas de localização do utilizador, de forma a facilitar uma mais rápida assistência.

Francisco Godinho, do Centro de Engenharia de Reabilitação em Tecnologias de Informação e Comunicação (CERTIC), criado na UTAD há 10 anos, referiu que é cada vez mais "evidente" o papel que a tecnologia pode ter na melhoria da qualidade de vida das pessoas com necessidades especiais.

E há cada vez mais soluções. Por exemplo, um guarda-chuva adaptado para pessoas em cadeira de rodas, um comando de televisão adaptado ou um corta-unhas para pessoas com mobilidade reduzida ou até mesmo o MECBraille - Marco Electrónico de Correio Braille, que disponibiliza gratuitamente um serviço de conversão e envio de textos e cartas em Braille.

No sábado, 03 de Dezembro, celebrou-se o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Em Portugal existem, segundo os Censos 2001, cerca de 2,2 milhões de pessoas idosas e com deficiência.

In DN

Idea Arrow Arrow Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Futuro do polo de Chaves volta à discussão no dia 14   Sab Dez 10, 2011 5:54 pm

.
UTAD decide
Distrito de Vila Real


Futuro do polo de Chaves volta à discussão no dia 14

O Conselho Geral da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) toma uma decisão final a 14 de dezembro sobre a continuidade do polo de Chaves, depois de autarcas, professores e alunos criticarem o possível encerramento.

Depois de uma primeira reunião, em novembro, o conselho adiou para dezembro a decisão sobre esta extensão, onde estudam cerca de 300 alunos espalhados pelos cursos de Turismo e Animação Sociocultural.

Até hoje, 1116 pessoas subscreveram na Internet uma petição contra o encerramento do polo de Chaves.


Lusa, 2011-12-07
In DTM

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Sérgio Martinho eleito presidente da AAUTAD   Qui Dez 15, 2011 12:26 pm

.
Votaram 1600 alunos
Vila Real


Sérgio Martinho eleito presidente da AAUTAD

Sérgio Martinho, aluno do curso de engenharia informática é o novo presidente da direcção da Associação Académica da UTAD.

As eleições decorreram ontem, com apenas a lista A a sufrágio. Apesar desse facto, mais de 1600 alunos votaram. Para a direcção foram contabilizados 1664 votos para a Lista A, 41 votos foram considerados nulos e 66 foram em branco.

Para a mesa de assembleia foram contabilizados 1668 votos para a lista A, 70 votos em branco e 33 nulos. Já o conselho fiscal foi eleito com 1664 votos, tendo sido entregues 34 votos nulos e 73 em branco.

Ainda não há data para a tomada de posse da nova direcção, mas tudo indica que se deverá realizar em Janeiro.

, 2011-12-15
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Pólo flaviense da UTAD mantém as portas abertas   Dom Dez 25, 2011 3:42 pm

.
Pólo da UTAD, em Outeiro Seco
Chaves



Pólo flaviense da UTAD mantém as portas abertas

A hipótese da UTAD poder encerrar portas em Chaves levantou recentemente um coro de críticas da parte de autarcas, partidos políticos, corpo docente e estudantes, mas o Reitor da universidade recuou e vai estudar a consolidação do pólo flaviense.

Pólo da UTAD, em Outeiro Seco
O pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) “fica aberto e com possibilidade de poder desenvolver-se”, confirmou à Voz de Chaves o presidente da autarquia flaviense, João Batista. Dois dias antes da reunião do Conselho Geral da UTAD, que decorreu no dia 14 de Dezembro mas não chegou a debater o futuro do pólo, o autarca reuniu com o Reitor da universidade, Carlos Sequeira, que atendeu às reivindicações de autarcas, docentes e estudantes e decidiu manter o pólo, deixando em aberto a possibilidade de consolidar o ensino superior em Chaves.

Na base da intenção de Carlos Sequeira, estava a necessidade de racionalizar e rever a oferta educativa da UTAD, que com um orçamento anual de 40 milhões de euros, irá sofrer em 2012 um corte financeiro de cerca de cinco milhões de euros da parte do Estado.

Depois do coro de críticas que a intenção de encerrar o pólo de Chaves gerou entre autarcas, partidos políticos, docentes e estudantes, Carlos Sequeira decidiu mantê-lo aberto e aguardar a próxima avaliação anual da instituição, que será feita em 2012, considerando mesmo a possibilidade de desenvolvimento. Quanto à realização do próximo Conselho Geral da UTAD, ainda não há data agendada.

Sobre a consolidação do pólo, onde estudam cerca de 300 alunos nos cursos de Turismo e Animação Sociocultural, João Batista esclareceu que “já existe um plano apresentado pelos docentes do pólo”, nomeadamente pelo delegado do Reitor da UTAD em Chaves, Américo Peres, que defende a criação de um ‘campus’ transfronteiriço, aproveitando a proximidade com a Galiza.

A posição de João Batista nesta matéria continua clara: “A UTAD perde a identidade se deixar Chaves” e, por isso, “tem de reforçar a sua presença” na cidade, além de, em termos económicos, um estudante flaviense ficar mais barato do que um em Vila Real. Para o autarca, a UTAD tem de especializar a oferta flaviense em termos de qualidade, impulsionando duas áreas fundamentais: saúde e turismo.

Sandra Pereira in Diario Actual, 2011-12-23
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Manoel de Oliveira recebe doutoramento honoris causa em fevereiro na UTAD   Sab Jan 21, 2012 3:57 pm

.
A 08 de fevereiro
Vila Real



Manoel de Oliveira recebe doutoramento honoris causa em fevereiro na UTAD

O cineasta Manoel de Oliveira recebe a 08 de fevereiro, em Vila Real, o doutoramento honoris causa pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), anunciou hoje a academia transmontana.

O reitor da UTAD, Carlos Sequeira, disse que a universidade quer homenagear o mais velho realizador de cinema em atividade e uma personalidade ligada ao Douro, onde está instalada a instituição.

Ao longo de quase 26 anos de existência, a academia foi pioneira em vários cursos, como o de Enologia, bem como no desenvolvimento e modernização da vitivinicultura e na melhoria da qualidade do vinho, quer através de investigação de castas de uvas ou na instalação de vinhas ao alto.

Mas, ao vinho, a UTAD quer associar a cultura. Por isso mesmo, a escolha recaiu sobre Manoel de Oliveira, que também tem propriedades na região duriense, nomeadamente em Santa Marta de Penaguião, e projeta este território através dos seus filmes.

Manoel de Oliveira nasceu no Porto, a 12 de dezembro de 1908, filma desde a década de 1930 e entre as suas obras encontram-se \"Douro, Faina Fluvial\", \"Aniki-Bóbó\", \"O Passado e o Presente\" ou \"Os canibais\".

A cidade de Peso da Régua, na região do Douro, foi o cenário escolhido pelo cineasta para a rodagem do filme \"O estranho caso de Angélica\", que foi apresentado no Festival de Cannes de 2011.

O Douro sempre foi uma \"personagem\" presente na vida do cineasta.

\"É o reconhecimento não só da carreira, do humanismo deste cineasta, mas, fundamentalmente, nós gostamos de homenagear quem contribui para o engrandecimento da nossa área de influência\", frisou Carlos Sequeira.

A entrega do doutoramento honoris causa já foi anunciado em março de 2011, mas, por motivos de agenda do realizador, só vai decorrer a 08 de fevereiro, na Aula Magna da UTAD.

Lusa, 2012-01-19
In DTM


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Académicas do interior do país unem-se contra encerramento do Pólo da UTAD em Chaves‏   Seg Jan 30, 2012 1:30 pm

.
Polo da UTAD em Chaves
Distrito de Vila Real



Académicas do interior do país unem-se contra encerramento do Pólo da UTAD em Chaves‏

O aumento das desigualdades económicas entre as diferentes zonas do país, a desertificação do interior, o crescente encerramento de empresas e a consequente subida do desemprego afeta-nos diariamente.

É reconhecido que as linhas orientadoras que têm sido seguidas nos últimos anos estão a acabar aos poucos com a esperança de desenvolvimento das regiões do interior. Este novo orçamento de estado não se adequa, de modo algum, às nossas necessidades. A introdução de taxas nas SCUTS inviabilizando assim que muitas empresas se fixem no interior, e os cortes de financiamento no Ensino Superior fazem-nos temer pelo encerramento de muitas das Instituições de Ensino Superior que não se situem no “eixo estratégico” de investimento.

A educação é um dos fatores, se não o fator mais preponderante para um desenvolvimento sustentável de um país. Apenas dotando a educação de recursos financeiros adequeados e descentralizados é que se conseguirá um crescimento uniforme e com qualidade do nosso País.

Urge repensar o financiamento do ensino superior para que o desenvolvimento económico se faça de forma mais eloquente ao longo do território nacional e onde as populações do interior não continuem deixadas ao esquecimento.

Neste quadro, e na conjetura actual, muito se tem falado sobre o encerramento do Pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.
Atualmente o Pólo de Chaves partilha instalações com a Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado, possibilitando-lhe assim uma consolidação sustentada.

A localização geoestratégica de Chaves (na confluência dos eixos Litoral/Interior e Norte de Portugal/Galiza) abre perspetivas de parcerias com Universidades Galegas, facilita a aproximação ao mundo empresarial transfronteiriço (o Parque Empresarial de Chaves situa-se a 1 minuto de distância) e permite contacto com fluxos turísticos específicos.
Ao todo são mais de 800 universitários (UTAD e Escola de Enfermagem), nas áreas de Saúde e Turismo, vetores fundamentais no Desenvolvimento da Região, que esperam pelas decisões estratégicas dos órgãos centrais.

Portugal vive um dos períodos mais conturbados da sua existência; a racionalidade financeira imposta ao nosso país faz com que mais do que nunca, não possamos errar nas apostas estratégicas de desenvolvimento das regiões mais deprimidas, como as do interior; o Pólo de Chaves da UTAD deverá, assim, continuar a fazer parte dessas apostas.

Se cedemos perante estas políticas restritivas e irracionais, estaremos a contribuir, e nalguns casos, até a avalizar que hoje se encerre um Pólo, amanhã um Politécnico e depois uma Universidade.
A nossa luta é, portanto, a luta dos estudantes universitários de Chaves. Em nome do ensino superior, claro, mas também pelo combate incessante à desertificação e abandono do interior do País.

Subscrevem,

Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD)
Associação Académica do Instituto Politécnico de Bragança (AAIPB)
Associação Académica da Guarda (AAG)
Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI)
Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE)
Federação Académica de Viseu (FAV)


, 2012-01-30
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: AAUTAD anuncia datas de próximos eventos académicos   Sex Fev 03, 2012 11:19 pm

.
Caloiro 2011 já em Fevereiro
Vila Real


AAUTAD anuncia datas de próximos eventos académicos

A Associação Académica da UTAD anunciou hoje as datas dos próximos eventos académicos.

No próximo dia 19 de Fevereiro, no pavilhão da Nervir, irá realizar-se a Final da Mostra do Caloiro 2011. Depois de várias etapas num concurso que tem por objetivo ajudar a integrar os novos alunos na academia transmontana e também promover o convívio entre os vários cursos, agora os “melhores” caloiros irão enfrentar-se na Final do concurso.

Esta festa é seguida de outra que tem já grande tradição na região. Trata-se do Carnaval promovido pela AAUTAD, no dia 20 de Fevereiro.

Entretanto, entre os dias 12 a 16 de, a Semana da Cultura. Estes dias serão dedicados a proporcionar aos estudantes um contato mais direto com as artes, através de exposições, palestras e outras atividades, que serão depois divulgadas em tempo útil.

Já na semana de pausa para férias da Páscoa, a AAUTAD vai promover as Férias Desportivas, de 1 a 7 de Abril. Este também é um cartaz já conhecido dos alunos, que são convidados a participar numa semana de férias, a preços reduzidos.

Entretanto, a direção da AAUTAD também decidiu a data da Semana Académica da UTAD, que irá realiza-se entre os dias 19 e 15 do mês de Abril.

A opção de anunciar com grande antecedência esta festa, tem a ver com os alunos e respetivas famílias, principalmente aqueles que provêm das ilhas da Madeira e dos Açores, que assim poderão organizar as viagens com a antecedência necessária.


, 2012-02-03
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Tecnologias da UTAD destacam-se na área dos negócios   Ter Fev 14, 2012 5:37 pm

.
Projetos de elevado potencial
Vila Real


Tecnologias da UTAD destacam-se na área dos negócios

Poderiam candidatar-se ao Programa COHiTEC investigadores (individuais, de empresas ou de instituições nacionais de I&D) que propusessem uma ou mais tecnologias cujas características únicas permitam dar resposta a uma necessidade de mercado.

Ao longo do Programa, os participantes terão o apoio de estudantes do MBA de gestão das Escolas de Negócio associadas ao COHiTEC e de Executivos, que os ajudarão no processo de avaliação das tecnologias.

O principal objetivo deste Programa é o de apoiar as equipas das tecnologias na avaliação do potencial comercial dos produtos ou serviços resultantes das tecnologias que desenvolveram.

O Programa COHiTEC é a porta de entrada para projetos de elevado potencial de crescimento na iniciativa Act da COTEC (Acelerador de Comercialização de Tecnologias). O Act apoia os promotores de projetos de base tecnológica ao longo do processo de comercialização de tecnologias («from lab to market«) através de um conjunto de serviços especializados, tutoria e acesso a financiamento (até 300.000€).

Desde a sua criação em 2004, já participaram no Programa COHiTEC 92 projetos, num total de 284 investigadores, 155 estudantes de gestão e 96 executivos. Os projectos de negócio que saíram do Programa COHiTEC deram lugar a 13 empresas de base tecnológica.

Das cerca de 100 candidaturas ao programa COHiTEC foram selecionadas 8 equipas, sendo uma delas constituída pela Engª. Darinka Gonzalez e a Drª. Carla Mascarenhas, que representarão a UTAD com duas das tecnologias do Prof. João Claro “Agglomeration process of wood fibres (Fiberboard) for the production of agglomerate slabs or panels” e “Particle Agglomeration Process for Wood and Cork Industrial Sectors”.

A presente candidatura envolveu a participação ativa da Engª. Darinka Gonzalez, a Drª. Carla Mascarenhas e o Eng. Miguel Bacelar.

TD, 2012-02-14
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: AAUTAD promove Semana da Cultura até 15 de Março   Sex Mar 16, 2012 3:25 pm

.
Semana da Cultura
Vila Real


AAUTAD promove Semana da Cultura até 15 de Março

A Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) promove mais uma edição da Semana da Cultura até ao próximo dia 15 de Março. Workshops variados, actuação de tunas, mesas redondas e exibição de cinema são as principais actividades em destaque, que terão lugar em vários locais de Vila Real, nomeadamente no Centro Comercial Dolce Vita Douro.

Após o arranque da iniciativa, com a dinamização de workshops de fotografia, de corpo e expressão e de voz e canto, bem como momentos musicais assegurados pela Vibratuna e Imperalis e do concurso “As Vozes da UTAD”, a Semana da Cultura prossegue na quarta-feira com várias iniciativas.

Pelas 14h, o auditório da Biblioteca Central recebe a exibição do filme “Praxis”, numa sessão que vai contar com a presença do realizar e produtor do filme, Bruno Moraes Cabral. Pelas 17h, o mesmo espaço recebe a mesa redonda “Estado da Cultura. Para finalizar o dia, o Dolce Vita recebe as actuações da TAUTAD (Tuna Académica da UTAD) e do TUTRA (Teatro Universitário de Trás-os-Montes e Alto Douro).

Para o último dia do evento, a AAUTAD propõe o workshop de dicção, com orientação de Rita Azevedo, que terá lugar no Dolce Vita Douro, pelas 11h. Em seguida, pelas 14h30, o Centro Comercial recebe uma sessão de divulgação do trabalho desenvolvido pela NEPA (Núcleo de Estudo e Protecção do Ambiente da UTAD).

A programação da Semana da Cultura termina com a realização do espectáculo “Tunas Solidárias”, na quinta-feira, pelas 21h30, na Aula Magna da UTAD. Em palco vão estar a Vibratuna, a Imperalix Serenatum Tunix e a TAUTAD. A entrada neste evento solidário tem um custo de dois euros, que pode ser substituído pela entrega de bens alimentares.


, 2012-03-15
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Ativo 2012 surge através de júnior empresa de Vila Real   Dom Mar 18, 2012 11:23 am

.
UTAD Solutions Consulting organiza ciclo de conferências sobre Empreendedorismo e Liderança
Vila Real



Ativo 2012 surge através de júnior empresa de Vila Real

A UTAD Solutions Consulting, no âmbito da sua missão em contribuir para o desenvolvimento do empreendedorismo na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, organiza o Ativo 2012, um ciclo anual de conferências que se realizarão na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, nos próximos dias 19 e 20 de Março.

Sedeada no Departamento de Economia, Sociologia e Gestão da mui nobre academia da UTAD, esta Júnior Empresa, com o intuito de consolidar a proatividade no seu meio académico, apresenta a 1ª edição do Ativo, empenhando-se em conceber vários pontos de contato entre jovens estudantes e empreendedores, com a realidade laboral e empresarial, onde Empreendedorismo e Liderança se assumem como os temas dominantes e de destaque.

Este ciclo de conferências não se trata de um simples workshop. O objetivo é marcar pela diferença, contando com oradores cuja sua ação está subordinada à liderança ou a ações empreendedoras de relevo. Com isto, o objetivo passa por sensibilizar os estudantes da importância em se ser empreendedor na nossa conjuntura socio-económica, assim como a preponderância de uma boa liderança no seio de uma organização, e para isso estão já confirmados nomes como Manuel Forjaz, Joel Barros, Tiago Costa, Andreas Vilela (criador do famoso jogo Kill the Duck), entre outros. Para além desta vertente, a animação não faltará. Como a finalidade é ser ativo, a UTAD Solutions Consulting, no âmbito de uma organização assente na diferença, garantiu já os nomes de Paulo Baldaia, Pedro Soares e a Vibratuna de forma a incrementar a boa disposição que sem dúvida marcará o Ativo 2012.
É sobre a importância em se ser elemento diferenciador, em saber liderar, e sobre o “dever” de empreender que a UTAD Solutions Consulting se ativa, juntando jovens empresários ativos com jovens estudantes que se pretendem ativar.


Rui Pinto, 2012-03-18
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Universitários trabalham nas cantinas por comida   Seg Mar 19, 2012 11:31 pm

.
Adesão de 20 estudantes
Vila Real



Universitários trabalham nas cantinas por comida

Vinte estudantes da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, estão a trabalhar nas cantinas e salas de informática para ganharem dinheiro e terem direito a refeições gratuitas.

O projecto arrancou neste ano lectivo e, para já, conta com a adesão de 20 estudantes, que ganham dois euros à hora. Cada um pode trabalhar quatro horas por dia, duas ao almoço e duas ao jantar. Ao mesmo tempo têm direito a 44 refeições gratuitas por mês.

Elsa Justino, administradora dos Serviços de Acção Social da UTAD, explicou à agência Lusa que estes estudantes ajudam nas cantinas e salas de informática, numa altura em que a universidade não está a contratar pessoal. \"Para nós é uma ajuda e eles ganham um complemento para pagarem as suas despesas\", salientou.

Nas cantinas, os estudantes ajudam essencialmente na receção dos tabuleiros e na lavagem da louça. O projecto é pago pelas receitas dos Serviços Sociais.

A UTAD dispõe de quatro cantinas. Segundo Elsa Justino, neste momento verifica-se um aumento do número de alunos que recorrem às cantinas.

Em 2010, foram servidas 265.862 refeições, número que subiu para os 279.506 em 2011. Aqui os universitários pagam 2,95 euros por refeição completa, mas já há dois anos que podem comprar à peça, ou seja só o prato, a sopa ou a fruta.

As cantinas universitárias em Vila Real não abrem aos fins de semana. Para os alunos que ficam na cidade, a UTAD estabeleceu parcerias com restaurantes. Os estudantes pagam três euros por refeição e os serviços sociais põem o restante da verba.

A academia transmontana possui cerca de 8000 alunos, 7500 dos quais elegíveis para bolsa.

Dos cerca de 3400 que pediram bolsa este ano, foram atribuídos apoios a menos de 2000. Só do primeiro ano, foram 1200 os alunos que se candidataram a bolsa de acção social.

Elsa Justino referiu que, em dois anos, a UTAD perdeu cerca de 1000 bolsas. A responsável referiu ainda que se tem notado um aumento de pedidos de alojamento por parte dos alunos.

Mais de 70 por cento dos estudantes desta academia são deslocados. Mas, mesmo os que diariamente viajavam da sua residência para Vila Real, por exemplo provenientes de Chaves ou Lamego, cidades relativamente próximas, deixaram de o fazer.

A principal causa está na introdução de portagens na Autoestrada 24 (A24) e no aumento dos combustíveis.\"O efeito das portagens foi muito grande. Temos sentido uma pressão, um aumento do pedido de alojamento\", salientou a administradora.


CM, 2012-03-19
In DTM

Rolling Eyes Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Tecnologia portuguesa apura vigor das videiras a partir de uma foto    Seg Abr 02, 2012 2:21 pm

.
Forma «rápida e expedita»
Vila Real



Tecnologia portuguesa apura vigor das videiras a partir de uma foto

Três investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciaram hoje a patenteação a nível internacional de uma nova metodologia para a determinação do vigor e da expressão vegetativa de uma videira com base numa fotografia digital.

Esta invenção - um «software» informático que permite fazer essa «leitura» da foto - juntou docentes dos departamentos de agronomia e das engenharias da UTAD e insere-se num conjunto de trabalhos que estão a ser desenvolvidos com o objetivo de melhorar a qualidade e a produção vitícola, aplicando tecnologia nos processos e metodologias da vitivinicultura.

«O pedido de registo de patente internacional foi feito em 2011 e só no início de 2012 é que todo o processo ficou concluído», disse Paula Oliveira, investigadora ligada ao projeto.

Segundo os investigadores, que falavam numa iniciativa sobre vinhos em Miranda do Douro, um utilizador deste processo não precisa perceber nada de poda para poder utilizar todo o sistema e assim determinar o vigor da videira.

Os três investigadores responsáveis, Paula Oliveira, João Moura e Ana Oliveira, começaram ensaios na casta touriga nacional e o próximo objetivo será o de aplicar este método a outros tipos de castas ou espécies arbóreas.

«Como ficamos agradados com os resultados dos testes do processo tecnológico, decidimos aplicá-lo noutras castas», justificou Paula Oliveira.

Esta invenção permite determinar o vigor e expressão vegetativa da videira de uma forma «rápida e expedita», sendo menos morosa do que o método tradicional.

A investigação foi iniciada em setembro de 2009 e, depois da registada a patente nacional deste sistema informático, o passo seguinte foi a sua internacionalização.

«Há já contactos com as regiões vinícolas de Champagne e Bordéus [França] para testarmos a nossa invenção e assim poder ter utilização internacional», acrescentou Ana Oliveira.

Por últimos os três investigadores lançaram o desafio a empresas no sentido de fabricar um aparelho móvel de fácil manuseamento, à semelhança de um telemóvel, para que os vitivinicultores o possam levar para as suas vinhas e desta forma preceder à poda numa fase ótima da vinha, rentabilizando o trabalho, o tempo e investimento na produção de vinho.

A Associação Portuguesa de Geólogos e o departamento de Geologia da UTAD realizam entre hoje e domingo, em Miranda do Douro, a iniciativa «A Geologia na Rota da Vinha e do Vinho».

, 2012-04-02
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Turismo e alimentação em debate na UTAD   Dom Abr 08, 2012 11:08 am

.
«TURCHAVES»
Chaves


Turismo e alimentação em debate na UTAD

No âmbito do Ciclo de Conferências sobre Turismo «TURCHAVES», o auditório do pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro acolhe no próximo dia 18 de Abril a palestra «Turismo e alimentação». Porque o turismo gastronómico pode ser entendido como algo mais do que comida no prato.

Turismo e alimentação serão os próximos temas em debate no pólo de Chaves da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Outeiro Seco, no próximo dia 18 de Abril, a partir das 9 horas. Organizado pela Associação Portuguesa de Animação e Pedagogia (APAP), o objectivo deste debate é “reflectir colectivamente sobre a relação entre turismo e alimentação, uma relação mutável que, na actualidade, tem convertido a comida em produto turístico consumido de diversas formas e com plurais significados”.

Nesse sentido, vários académicos, empresários, gastrónomos e agentes de desenvolvimento ligados ao campo do turismo alimentar vão reflectir sobre a importância dos produtos locais na sua relação com o turismo, a restauração como experiência de mediação turística, a promoção e a valorização dos alimentos, bem como a educação e formação de profissionais no campo do turismo alimentar. No encontro, haverá ainda a degustação de produtos locais e ecológicos da região de Trás-os-Montes e da Galiza.

Segundo a organização, o objectivo da conferência é “produzir um pensamento, num contexto de educação turística superior, que permita construir melhores formas de fazer turismo”, com uma incidência na conexão com o espaço envolvente: Trás-os-Montes, Norte de Portugal, Galiza e Península Ibérica.

Diario Atual , 2012-04-06
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Centro de Interpretação do Jardim Botânico da UTAD inaugurado terça-feira   Qua Jun 13, 2012 10:42 pm

.
Cerca de mil espécies vivas
Vila Real



Centro de Interpretação do Jardim Botânico da UTAD inaugurado terça-feira

O Centro Interpretativo do Jardim Botânico instalado no campus universitário de Vila Real é inaugurado na terça-feira para melhor receber os visitantes que queiram observar ou até mesmo adquirir algumas das cerca de mil espécies vivas, anunciou a instituição.

Ao longo dos 120 hectares do campus da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) estende-se um dos maiores jardins botânicos da Europa.

O centro, cujas obras começaram em 2003 e foram interrompidas por falta de verbas, já teve outras datas previstas de abertura.

Além de um auditório, onde o visitante terá um primeiro contacto com o espaço, o centro albergará o Herbário, que possui uma coleção de 2.250 espécies diferentes, de Trás-os-Montes, da Península Ibérica, do Norte de África e do Centro-Europa, e um banco de germoplasma (unidade conservadora de material genético) onde estão armazenados 20 mil exemplares.

O centro dispõe da ajuda de informação gráfica e de sistemas de orientação virtual, que a UTAD diz serem inéditos entre os jardins botânicos e a partir dos quais o visitante pode iniciar a descoberta do reino vegetal.

O Jardim Botânico está dividido em 14 coleções temáticas, que vão desde as plantas aromáticas e medicinais, pinheiros e eucaliptos, aos carvalhos autóctones de vários países ou os vinhedos do mundo, com as mais variadas castas para vinho ou para mesa.

A preservação das espécies é um dos principais objetivos do Jardim Botânico.

A UTAD recolhe, por exemplo, plantas que estavam esquecidas nas aldeias e que poderiam desaparecer e semeia-as para regenerar os indivíduos, alguns dos quais são depois colocados em vasos e vendidos.

A maior parte das vendas faz-se internamente, para professores, alunos e funcionários, e a ideia é que as pessoas as conheçam, utilizem e, desse modo, as protejam.

Lusa, 2012-06-12
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: UTAD aposta na Química Medicinal   Dom Jun 24, 2012 1:18 pm

.
Nova licenciatura
Vila Real



UTAD aposta na Química Medicinal

A Utad irá oferecer uma nova licenciatura em Química Medicinal, uma formação emergente na Europa face à relevância crescente que os profissionais da área poderão assumir na indústria farmacêutica.

O novo curso alia as ciências da vida e da saúde e terá como saídas profissionais a indústria farmacêutica, empresas de investigação e laboratórios de investigação, podendo os futuros licenciados desenvolver igualmente a sua atividade em áreas tecnológicas ligadas à saúde.
As plantas medicinais estão na origem de cerca de 60% dos princípios ativos usados pela indústria farmacêutica e representam uma área com um interesse económico crescente.

Em Trás-os-Montes a utilização de plantas para fins terapêuticos é uma prática antiga e ainda comum, que importa desenvolver para rentabilizar os recursos endógenos.

Neste contexto, a Utad debateu o tema ”Plantas medicinais na perspetiva da Química Medicinal”, o qual envolveu reputados investigadores de outras universidades e elementos da indústria farmacêutica. Neste colóquio, o Dr William Heggie, diretor científico da Hovione, empresa portuguesa de vanguarda a nível internacional na área da química farmacêutica, defendeu que mesmo num mercado em que os medicamentos genéricos assumem importância crescente, o futuro da indústria farmacêutica continua a http://www.trasosmontes.com/forum/posting.php?mode=reply&f=5&t=4785passar por investigação em I&D em áreas emergentes como esta.

A Química Medicinal permitirá desenvolver conhecimentos de química, bioquímica e de biologia para perceber as estruturas das moléculas base de medicamentos, produzir novas moléculas, analisar os seus efeitos sobre os vários organismos e a sua capacidade para combater uma determinada doença.

Bioquímica, química medicinal, farmacologia, toxicologia e imunologia serão áreas basilares do curso que, juntamente com as novas tecnologias de informação irão permitir explorar novos tópicos na área médica.

, 2012-06-18
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: UTAD debate turismo rural em congresso internacional na próxima semana   Dom Jun 24, 2012 2:47 pm

.
25 a 27 de junho
Chaves


UTAD debate turismo rural em congresso internacional na próxima semana

O pólo de Chaves da Universidade Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) recebe, a partir da próxima segunda-feira, 25 de Junho, o Congresso Internacional «Turismo Rural em tempo de Neoruralidades», uma iniciativa que vai debater o turismo rural nas suas mais diversas vertentes.

Integrado na 8.ª edição do ciclo de conferências CITURDES, que pretendem reflectir o papel do turismo em contextos de pós-ruralidades ou neo-ruralidades, este congresso vai analisar as politicas de apoio ao turismo rural em diferentes partes do mundo, criando também um espaço de encontro entre investigadores e propiciando um maior contacto com a realidade “rurbana” do interior Norte de Portugal e da Galiza.

O congresso decorre ao longo de três dias e, no dia 25, vai contar com intervenções do reitor da UTAD, Carlos Sequeira, do rresidente da Escola de Ciências Humanas e Sociais da UTAD, Chris Gerry, da secretária de Estado do Turismo, Cecília Meireles, do presidente da CCDRN, José Manuel Duarte Vieira, da secretária-geral de Turismo da Junta da Galiza, Carmen Pardo López, do presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, e do presidente da Câmara Municipal de Chaves, João Batista.

Durante o primeiro dia estão previstas várias conferências sobre turismo rural, nas quais vão participar diversos especialistas portugueses, espanhóis e brasileiros, estando também agendadas algumas provas e degustações de produtos agroecológicos, além de uma exposição sobre turismo.

Na terça-feira, 26 de Junho, o evento continua com algumas palestras com oradores de vários países, finalizando com uma visita guiada pela raia lusogalega e pela comarca de Monterrei, com o objectivo de dar a conhecer o turismo rural e enoturismo existente na região.

Já na quarta-feira, 27 de Junho, que será o último dia deste congresso, há ainda uma visita ao Ecomuseu de Barroso, em Montalegre.

IM, 2012-06-21
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: UTAD mantém propina a 999 euros   Seg Jul 02, 2012 9:42 am

.
Proposta da reitoria
Vila Real




UTAD mantém propina a 999 euros

O conselho geral da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, decidiu este sábado manter o valor da propina, de 999 euros, para o próximo ano lectivo, anunciou o reitor da academia transmontana.

Reunido este sábado, o conselho geral acatou a proposta da reitoria, liderada por Carlos Sequeira, e rejeitou o aumento para uma propina máxima de 1037 euros, que tinha por base o índice de actualização de preços.

A recomendação do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) apontava para este aumento, mas a UTAD decidiu manter, para o próximo ano lectivo, a propina nos 999 euros para os alunos do primeiro ciclo.

Carlos Sequeira afirmou aos jornalistas que a decisão do conselho geral \"foi sensata\" e explicou que teve por base vários pontos como \"os alunos deslocados, o esforço das famílias e o incumprimento dos pagamentos de propinas\".

Cerca de 80 por cento dos alunos que estudam na UTAD provêm de outras zonas do País.

O reitor referiu que a taxa de execução das propinas na academia transmontana tem sido \"praticamente idêntica à dos outros anos\".

Carlos Sequeira disse que \"foi prudente\" a UTAD ter optado por uma \"política de 10 prestações para um pagamento das propinas. \"É quase um pagamento mensal, temos uma taxa de execução que acompanha quase a evolução dos meses\", frisou.

Por causa desta regularidade, o reitor disse que, a haver casos de alunos impedidos de fazer exames e melhorias de notas por causa de atrasos nos pagamentos, \"seriam excepcionais\".

Carlos Sequeira referiu que esta tomada de decisão, que impede a realização de exames, \"não é da responsabilidade das universidades, mas que estas têm que dar cumprimento ao que está legislado\".

CM, 2012-06-26
In DTM

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Polo de Chaves não encerra    Ter Jul 10, 2012 10:41 pm

.
Polo de Chaves não encerra
Distrito de Vila Real



Vai funcionar em parceria com a Universidade de Vigo

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) anunciou hoje que não vai encerrar o seu polo de Chaves, como chegou a ser equacionado, e que vai consolidá-lo numa parceria com a Universidade de Vigo.
A hipótese de extinção da instituição em Chaves foi equacionada, no último ano letivo, devido às restrições orçamentais -- o polo custa anualmente 365 mil euros - e às próprias valências.

Contudo, autarcas, docentes e estudantes mostraram, desde sempre, total desacordo com essa possibilidade.

O reitor da UTAD, Carlos Sequeira, afiançou hoje que a extinção do polo de Chaves está \"posta de lado\", por isso, o próximo passo é a criação de um Campus da Água em parceria com a Universidade de Vigo.

\"Perante o cenário atual, não podemos consolidar a instituição em Chaves só com a oferta educativa porque não seria viável\", disse.

Desta forma, o reitor explicou que, a partir de setembro, irão começar os trabalhos e as conversações entre as duas universidades de forma a criar-se um Campus da Água, um projeto integrado e com viabilidade, que assenta no aproveitamento das potencialidades da água.

Chaves e Vigo poderão, no âmbito desta parceria, partilhar investigações, novos cursos, formações e multititulação.

Com a parceria entre a UTAD e a Universidade de Vigo, o polo de Chaves, frisou, poderá receber novos cursos como gerontologia ou termalismo.

O propósito, afirmou, é criar equidade, um território coeso e produtivo.

Além do anúncio desta parceria, Carlos Sequeira adiantou que, no próximo ano letivo, o curso de animação sociocultural não irá abrir vagas, mas os restantes anos mantém-se.

\"No ano passado, no primeiro ano, tivemos 18 alunos e a procura não justifica a abertura do curso. Fica em banho-maria\", realçou.

Esta parceria, salientou, \"não são meras intenções, mas uma aposta política da equipa da reitoria\".

Por isso, acrescentou, \"espero que a tutela e as forças políticas subscrevem esta candidatura porque é uma aposta importante da instituição\", terminou.

O polo de Chaves tem 350 alunos divididos pelos cursos de Turismo e Animação Sociocultural e partilha instalações com a Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado.

Este ano, a UTAD teve um orçamento de 24, 6 milhões de euros, menos 11 milhões do que em 2011.

O presidente da Câmara de Chaves, João Batista, sempre se manifestou contra a possível extinção do polo, alegando não existir razões \"nenhumas\".

Assim, depois de reunir hoje com o reitor, mostrou-se satisfeito pela aposta na consolidação da instituição na cidade, sobretudo pelo facto de a estratégia passar pela cooperação com a Galiza e aproveitar uma riqueza importante da região - a água.

O Campus da Água, enquadrado no contexto ibérico, trará, na sua opinião, maior solidez ao futuro, tal como desenvolvimento.

Lusa, 2012-07-07
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Turismo rural debatido em Chaves   Qui Jul 12, 2012 4:05 pm

.
UTAD reúne especialistas
Chaves



Turismo rural debatido em Chaves

O pólo da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Chaves, reuniu durante três dias cerca de uma centena de investigadores e académicos de vários países ibero-americanos, no VIII Congresso Internacional sobre Turismo Rural e Desenvolvimento Sustentável (CITURDES).

Esta 8.ª edição do CITURDES teve como objectivo reflectir sobre o papel do turismo em contextos de pós-ruralidades ou neoruralidades, segundo as perspectivas teóricas adoptadas. Nestes novos contextos, os turistas encontram-se não apenas com os velhos residentes rurais, mas também com novos habitantes neorurais, recém-chegados, retornados ou outros que se deslocam ao rural na procura do que imaginam ser uma melhor qualidade de vida.

Esta translocalidade, que questiona a dicotomia simplista rural/urbano, é especialmente relevante quando falamos de turismo rural e desenvolvimento sustentável, pois observa-se uma mistura complexa de agentes sociais que estão a reconstruir e resinificar os tradicionalmente chamados espaços rurais.

No congresso participaram cerca de 100 investigadores vindos do México, Guatemala, Panamá, Colômbia, Brasil, Galiza, Inglaterra, Espanha, Itália e Portugal. Com mais de 50 comunicações e 5 conferências plenárias de oradores convidados como Bernard Lane, Artur Crosby, Elisabeth Kastenholz, Ivo Elesbão e Marcelino de Souza, as actas foram publicadas, em suporte digital, com antecedência ao evento, e também estarão disponíveis em acesso aberto e gratuito na colecção de e-books de “Pasos difunde”:

http://www.pasosonline.org/Paginas/e-book.htm

O evento, organizado pelo CETRAD (Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento), teve lugar no Pólo da UTAD (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro) em Chaves e a avaliação que os participantes fizeram do programa científico e do programa social (com visitas na cidade de Chaves, a unidades TER da Galiza e Portugal, a adegas ecoturísticas, e ao Ecomuseu do Barroso) foi muito positiva, gerando-se a partir do evento protocolos de cooperação e intercâmbio entre algumas das instituições participantes.

Jornal Nordeste, 2012-07-12
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: UTAD 2   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
UTAD 2
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Actualidade Nacional :: Diversos-
Ir para: