Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Venezuela-

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez: capitalismo acabou com a vida em Marte   Qua Mar 23, 2011 3:24 pm

.
Chávez: capitalismo acabou com a vida em Marte

por DN.pt
Hoje


Hugo Chávez continua a atacar o capitalismo acusando-o de colocar em risco a vida da humanidade. O Presidente da Venezuela ironizou dizendo que, se houve vida em Marte, foi destruída por este sistema económico.

"Não seria estranho que em Marte tivesse havido civilização, mas quando chegou lá o capitalismo, o imperialismo, acabou com esse planeta", afirmou Chávez num discurso transmitido obrigatoriamente por todas as televisões e rádios na Venezuela.

Segundo destaca o jornal ABC, Chávez, Presidente de um dos países que consta entre os maiores exportadores mundiais de petróleo, recorreu às consequências do aquecimento global e ao facto de ontem ter sido Dia Mundial da Água para reforçar a sua teoria: "Hoje em dia no planeta Terra onde houve há centenas de anos, ou menos, grandes bosques agora há desertos, o que antes

In DN

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Hugo Chávez lamenta renúncia do "bom amigo" Sócrates   Seg Mar 28, 2011 11:29 am

.
Hugo Chávez lamenta renúncia do "bom amigo" Sócrates

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, lamentou domingo que o seu "bom amigo" José Sócrates se tenha demitido do cargo de primeiro-ministro de Portugal, frisando que este fez um "imenso esforço" pelo seu país.

"Lamento muito que tenha renunciado ao governo, de verdade, não tenho podido falar com ele, quero falar com ele, esse bom amigo, José Sócrates", disse.

O presidente da Venezuela falou durante a edição nº 373 do programa radiofónico e televisivo Alô Presidente, transmitido desde o Salão do Conselho de Ministros, do palácio presidencial de Miraflores.

"Sei do imenso esforço de José (Sócrates) para levar Portugal em frente", frisou Hugo Chavez, vincando que em Portugal há "uma oposição de direita dura" que chumbou um pacote de medidas económicas.

O presidente da Venezuela explicou que fez o possível "para ajudar" o governo de Sócrates e que o primeiro-ministro português lhe disse que iria procurar equilibrar as contas do seu país sem cair na "dependência do Fundo Monetário" Internacional.

"Não sabemos o que se vai passar em Portugal agora", exclamou Hugo Chávez.

In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Sequestrado e assassinado comerciante madeirense   Sab Abr 09, 2011 1:53 pm

.
Sequestrado e assassinado comerciante madeirense

por Lusa
Hoje

Indivíduos armados sequestraram e assassinaram um comerciante natural da Ponta do Sol, Madeira, em Los Teques, uma localidade do Estado de Miranda, a sul de Caracas, revelaram hoje à Agência Lusa fontes próximas da família.

Segundo as mesmas fontes, Manuel Rodrigues Cabral, 69 anos, foi interceptado por vários indivíduos armados às 20:00 de quinta-feira (01:30 de sexta-feira em Lisboa), quando encerrava a sua loja, sendo obrigado a entrar no seu carro. O corpo do comerciante, proprietário da Correcaminos, uma loja de jantes e pneus, foi localizado um pouco mais tarde à beira da estrada, sem vida e com dois tiros nas costas. Segundo o Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminalísticas, testemunhas do sequestro alertaram a polícia local que ordenou a colocação de barreiras de controlo policial na estrada por onde seguiram os raptores.

A polícia suspeita que os raptores avistaram uma barreira policial e optaram por assassinar o comerciante pontassolense, estando a decorrer as investigações com base nos dados das motorizadas que usavam e na descrição física dos assassinos, feita pelas testemunhas do rapto. Pelo menos sete comerciantes portugueses foram sequestrados desde Janeiro em diferentes localidades do Estado venezuelano de Miranda.

Os raptores assassinaram dois deles, Carmem Joaquim, 35 anos, natural dos Canhas, Madeira, e João Tiago da Costa Câmara, 53 anos, natural do Porto Moniz, Madeira.

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Resgatado português que passou 25 dias em cativeiro   Sab Maio 28, 2011 5:42 pm

.
Resgatado português que passou 25 dias em cativeiro

por Lusa
Hoje

A polícia venezuelana confirmou hoje o resgate na sexta-feira de um empresário português de 70 anos que passou 25 dias em cativeiro.

Segundo o comissário Wilmer Flores Trosel, director do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc), o empresário português, Manuel Isidro da Silva, foi sequestrado por membros de uma "perigosa organização criminosa" na Avenida Intercomunal de El Valle, a sul de Caracas.

"Foi localizado acorrentado ao tronco de uma árvore, na parte alta de uma montanha, numa zona de floresta de Campo Claro, no estado de Miranda, a oeste de Caracas", explicou.

De acordo com Wilmer Flores Trosel "à chegada da polícia, os captores começaram a disparar desencadeando uma violenta troca de tiros, situação que os raptores aproveitaram para se infiltrarem na montanha e escapar por uma zona de difícil acesso", e aproveitando ainda a escuridão da noite.

Por outro lado, explicou, que os membros do grupo estão totalmente identificados e deverão ser capturados nas próximas horas.

In DN

Embarassed

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Hugo Chavéz regressou a Caracas   Seg Jul 04, 2011 5:06 pm

.
Hugo Chavéz regressou a Caracas

Hoje


O Presidente da Venezuela, Hugo Chavéz, que esteve hospitalizado durante as últimas semanas em Cuba, chegou hoje de madrugada a Caracas, divulgou a televisão venezuelana.

Chavéz chegou num avião proveniente de Havana, que aterrou no aeroporto venezuelano de Maiquetía às 02:00 locais (07:30 de Lisboa).

O canal de televisão mostrou imagens do líder venezuelano a ser recebido no aeroporto.

"Estou bem. Estou contente", afirmou Chavéz, que abraçou o vice-presidente, Elias Jaua, e o seu irmão mais velho, Adan, depois de ter descido as escadas do avião.

A estação de televisão também mostrou a saída de Chavéz de Havana, a despedir-se do Presidente cubano, Raúl Castro.

Operado de urgência a um abcesso pélvico a 10 de junho, em Havana, o Presidente venezuelano revelou na quinta-feira à noite, numa mensagem televisiva, que foi submetido a uma segunda cirurgia durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.

Durante as últimas semanas, a doença de Chávez alimentou uma enorme especulação sobre o futuro do país.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Chávez diz que vencerá batalha contra o cancro   Ter Jul 05, 2011 5:34 pm

.
Chávez diz que vencerá batalha contra o cancro

por Lusa
Hoje

Hugo


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse segunda-feira que continua a lutar pela sua saúde, garantindo que vencerá a batalha contra o cancro, e revelou que esteve quatro dias nos cuidados intensivos depois da operação em que lhe foi extirpado um tumor cancerígeno.

"Vocês compreendem perfeitamente as dificuldades desta batalha. Que ninguém pense que a minha presença aqui, neste dia 4 de Julho, significa que ganhámos a batalha. Não! Começámos a subir a montanha, a vencer o mal que se incubou no meu corpo, quem sabe por quantas razões, mas temos que continuar, primeiro eu, com um plano estritamente médico científico, passo a passo", disse.

O presidente da Venezuela falava para milhares de simpatizantes, concentrados junto do palácio presidencial de Miraflores para o ouvir falar na Varanda do Povo, que o receberam gritando "Voltou! Voltou! Voltou!", "P'ra frente comandante", "Uh, Ah, Chávez não se vai" (embora) e "Obrigado Fidel (Castro)".

Durante o encontro, transmitido obrigatoriamente em direto pelas rádios e televisões do país, Hugo Chávez, explicou que, depois de operado a um abcesso pélvico, foi submetido a uma "segunda intervenção, profunda, de mais de seis horas", em 20 de Julho.

"Entreguei-me a Deus, à ciência e em última instância a esta grande vontade, este grande amor e paixão que, graças a vocês, levo no meu peito e no meu coração", disse.

De imediato ergueu um crucifixo, que disse ser o mesmo que ergueu em abril de 2002, quando regressou a Miraflores, depois de ter sido temporariamente afastado do poder.

"Levanto-o de novo, Cristo connosco, quem [está] contra nós? O povo connosco, a pátria connosco. A revolução hoje está mais viva que nunca, sinto-a, vivo-a e palpo-a", disse, vincando que a 24 de julho, dia do aniversário da Batalha de Carabobo, quando ainda estava em terapia intensiva "levantou-se e nesse mesmo dia começou o recuperação".

Hugo Chávez, que falou durante pouco mais de meia hora, apareceu com um traje militar, com um boné vermelho, ondeando uma bandeira venezuelana e acompanhado pelas duas filhas, e começou cantando o hino nacional e com vivas à Venezuela, à revolução bolivariana, aos povos da América Latina e Caraíbas, a Fidel Castro e a ele próprio, vincando que "iniciou-se a recuperação".

Pouco depois, referiu que as manifestações de amor que recebe são "o melhor remédio para qualquer doença", mas que durante algum tempo estará submetido "a um estrito controlo médico-científico" e, evocando uma expressão de Simón Bolívar, aquando do terramoto de 1812, sentenciou: "Se a natureza se opõe, lutaremos contra ela e faremos que nos obedeça".

Durante a sua alocução, Hugo Chávez explicou que superou uma primeira etapa e começou um tratamento complementar, que está a comer de maneira voraz e são e que voltou a ser cadete de 1.º ano, levantando-se pelas 05:00 horas da manhã para olhar o sol e começar uma nova jornada de trabalho.

In DN

Embarassed Rolling Eyes


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Chavéz poderá submeter-se a quimioterapia e radioterapia   Qua Jul 13, 2011 11:40 pm

.
Chavéz poderá submeter-se a quimioterapia e radioterapia

por Lusa
Ontem


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse hoje que iniciou uma segunda etapa de tratamento do cancro que lhe foi diagnosticado, revelando que poderá ter que recorrer à radioterapia e quimioterapia.

"Não devo dar mais pormenores, nas próximas horas devo fazer uma reunião com o estado-maior médico para entrar em cheio na segunda etapa e talvez numa terceira que requereria radioterapia ou quimioterapia, para atacar duro, com cavalaria, qualquer possibilidade latente", disse. Chávez falava em entrevista telefónica, ao canal estatal Venezuelana de Televisão, durante a qual manifestou a sua fé em que se curará e afirmou que não se sente imprescindível, mas que ainda tem trabalho a fazer pela Venezuela e pela revolução bolivariana. "Conheço muita gente a quem tinham dado um ano de vida e por aí andam tranquilos, até jogando à bola, como Andrés (Galarraga, jogador de basebol) que teve um cancro nas costas", disse.

Hugo Chávez adiantou que tem recuperado sinais vitais, peso e capacidade de oxigenação, depois das intervenções cirúrgicas a que foi submetido em Havana, uma das quais para a extracção de um tumor cancerígeno. "As avaliações médicas continuam, trata-se de um mal, seja qual for a sua origem e localização, que sempre estará presente e em risco de expansão", sublinhou. O presidente venezuelano foi operado de emergência em Cuba em 10 de Junho a um abcesso pélvico e a 1 de Julho enviou uma mensagem ao país revelando que tinha também sido submetido a uma segunda operação, em 20 de Junho, durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas, e regressou a Caracas em 4 de Julho. Segundo fontes não oficiais Chávez poderá iniciar sessões de quimioterapia no início de Agosto no Hospital Militar Carlos Arvelo, onde ficará ao cuidado de uma equipa de médicos liderada por um familiar de um dos seus ministros.

A doença do Chefe de Estado tem sido motivo de especulação na Venezuela, com alguns cidadãos a questionar a veracidade da mesma e a falar de uma estratégia eleitoral de cara às eleições presidenciais de finais de 2012 e outros a rezar e a promover missas pela sua recuperação.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez partiu para Cuba para iniciar quimioterapia   Dom Jul 17, 2011 10:58 am

.
Chávez partiu para Cuba para iniciar quimioterapia

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela partiu este sábado de Caracas para cidade de Havana Cuba, onde, segundo o próprio, iniciará já este domingo o tratamento de quimioterapia para o cancro de que padece.

"Até à vitória sempre e até à vida sempre, Venezuela amada", foram as últimas palavras de Hugo Chávez antes de entrar no avião presidencial para partir para Cuba, acompanhado por uma das filhas, pouco depois das 18:00 horas locais de sábado (23:30 horas em Lisboa).

Da porta do avião, Hugo Chávez dirigiu uma saudação aos venezuelanos, vincando ter que cumprir "este novo passo" e agradecendo a atenção e "apoio dessa imensa legião de gente inteligente, humana, sábia, que habita e conforma o corpo moral e social da pátria".

"Despeço-me por uns dias, mas no fundo não me despeço, vou estar na mesma pátria, na pátria grande e estarei atento cada dia, cada hora, cada minuto ao acontecer interno", frisou o presidente venezuelano, que precisou que se manteria em contacto por diversas vias com vários membros do seu governo.

Por outro lado, o presidente agradeceu aos cidadãos que saíram no sábado às ruas de várias regiões venezuelanas a despedir-se "com orações e bençãos", no dia em que a Venezuela evoca a Virgem do Carmo, garantindo que transitará esta nova etapa "com a mais grande vontade de viver".

"Lembro a Cristo nosso Senhor, não é tempo de morrer, é tempo de viver, que esse Deus, o nosso Deus da vida, continue dando vida a todos e felicidades", frisou.

O presidente Hugo Chávez recebeu no sábado a aprovação por unanimidade do parlamento venezuelano para viajar a Cuba para ser submetido aos tratamentos médicos.

Antes de partir participou, no palácio presidencial de Miraflores, numa reunião do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), durante a qual explicou que não lhe foram encontradas células malignas em nenhuma outra parte do seu corpo, sem precisar de onde lhe foi extraído um tumor cancerígeno.

Por outro lado, instou os militantes a "combater as divisões internas" daquela organização.

Chávez avisou que "quem não se sentir em condições" para tal, "tem a porta aberta", afirmando que "há vida além do PSUV, há outras formas de fazer política".

O presidente venezuelano insistiu que acredita que regressará em breve ao seu país e assegurou que não haverá retrocessos no seu projeto de instaurar no país um regime socialista.

"Aqui não há transição, a transição que há na Venezuela, que tem que continuar avançando, é a do capitalismo ao socialismo democrático do século XXI", disse.

Hugo Chávez foi operado de emergência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 1 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação, a 20 de Junho, durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas. Regressou a Caracas a 4 de Julho.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Hugo Chávez anuncia que vai recandidatar-se à Presidência   Seg Jul 25, 2011 10:21 pm

.
Hugo Chávez anuncia que vai recandidatar-se à Presidência

por Lusa
Hoje


O Presidente da Venezuela afirmou numa entrevista publicada hoje no jornal estatal Correo del Orinoco que pretende candidatar-se à reeleição em 2012, apesar dos problemas de saúde que tem enfrentado.

"Tenho razões médicas, razões científicas, razões humanas, razões de amor e razões políticas para continuar à frente do governo e manter a candidatura com mais força do que antes", declarou Chávez.

O Presidente venezuelano regressou a Caracas no sábado à noite, após ter passado uma semana em Cuba a efectuar exames médicos e a primeira etapa do tratamento de quimioterapia.

"Não pensei um só minuto em afastar-me da presidência, se tivesse razões fá-lo-ia, sobretudo se as tivesse no âmbito físico e mental", disse Chávez, ao ressaltar a sua pretensão de permanecer no poder.

Ao regressar a Caracas, no sábado, Chávez afirmou que as análises que fez em Cuba não detectaram novas células malignas.

A 10 de Junho, o Presidente venezuelano foi operado de urgência em Cuba a um "abcesso pélvico". A 1 de Julho, enviou uma mensagem ao país para anunciar que, numa segunda operação, a 20 de Junho, lhe tinha sido extraído um tumor com células cancerígenas.

A 16 de Julho, o Parlamento venezuelano aprovou a deslocação de Chávez a Cuba para voltar a fazer tratamentos de quimioterapia.

Na última quinta-feira, Chávez anunciou que terminou com êxito o primeiro tratamento de quimioterapia.

Presidente da Venezuela desde 1999, Hugo Chávez, 56 anos, promoveu um referendo constitucional, em 2009, para acabar com o limite de dois mandatos consecutivos na chefia do Estado.

In DN

Embarassed Laughing

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: "É provável que a próxima aparição seja sem cabelo"   Ter Ago 02, 2011 11:16 pm

.
"É provável que a próxima aparição seja sem cabelo"

por DN.pt
Ontem


O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, revelou ontem que já lhe está a cair o cabelo, devido à quimioterapia a que está a ser submetido, e que provavelmente já aparecerá careca na sua próxima aparição em público.

"Com certeza que, quanto à perda de cabelo, é muito provável que a minha próxima aparição pública seja já sem cabelo e... Bom, isso é o resultado da quimioterapia", explicou Chávez numa conversa ao telefone com o canal de televisão estatal venezuelano, citado pela agência Efe.

O Presidente da Venezuela sublinhou que no domingo à noite sentiu cair-lhe um pedaço de cabelo, pelo que decidiu cortá-lo todo.

"Tive de chamar o barbeiro e dizer-lhe: Vê lá, se me está a cair o cabelo?", contou o chefe de Estado venezuelano revelando que agora tem o cabelo todo rapado. Razão por que mais adiante disse: "Estou como o Yul Brynner", referindo-se ao actor norte-americano que se tornou famoso pela sua cabeça rapada.

Segundo a mesma fonte, Chávez voltou a desmentir as notícias que têm circulado sobre o seu cancro, mas recusou-se a avançar quaisquer dados. E sobre o seu suposto estado de saúde deteriorado, insistiu que até ao momento não foram detectadas células malignas. "Felizmente, parece que se actuou a tempo", confessou.

O Presidente da Venezuela foi operado, em Cuba, no dia 20 de Junho a um tumor cancerígeno e já se submeteu, nesse mesmo país a uma primeira sessão de quimioterapia. Isto, segundo afirmou, apesar de nas últimas análises realizadas não terem sido detectadas quaisquer células com malformações.

Chávez revelou ao país o seu cancro no dia 30 de Junho e segue agora um tratamento que continuará, nos próximos dias, com novas sessões de quimioterapia

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Chavéz ameaça quem não financie projectos publicos   Qua Ago 24, 2011 3:38 pm

.
Chavéz ameaça quem não financie projectos publicos

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, instou na terça-feira a banca privada venezuelana a financiar projectos do sector público, advertindo que poderá nacionalizar os organismos financeiros que não cumpram a lei.

"Se não querem cumprir a lei, vamos fazer com que a cumpram, ou nacionalizamos esses bancos. Eu não tenho nenhum problema com isso, que cumpram e mais nada, esse sim é o meu problema", disse.

Num longo Conselho de Ministros transmitido em directo pela estação estatal Venezuelana de Televisão, o presidente da Venezuela explicou que "a banca tem recursos equivalentes ao orçamento (de Estado) de um ano e está obrigada a financiar projetos públicos e privados".

"Se aqui há bancos privados que não podem cumprir com o financiamento de projetos de pequenos produtores, venham a mim que tenho flor, nós não podemos continuar fazendo o papel de tontos", disse ao pedir ao presidente do Banco Central da Venezuela, Nelson José Merentes Díaz, para preparar um programa de investimentos para a banca privada.

"Quero um plano de investimentos da banca pública e privada para este ano e para o próximo, banco por banco", disse, sublinhando que o financiamento de projectos não pode ser realizado só pelo Estado, "a banca pública e privada tem o dever de colaborar".

Desde que em 1999 assumiu o poder, o presidente Hugo Chávez nacionalizou 13 instituições financeiras, entre elas o Banco de Venezuela, detentor de 28 por cento do negócio financeiro local, defendendo que a actividade financeira é um "serviço público" e como tal "de utilidade pública".

A legislação venezuelana obriga os bancos a destinar uma percentagem do capital para créditos e contempla sanções económicas para os casos de incumprimento.

Além de alguns bancos, foram também nacionalizadas empresas de sectores considerados estratégicos como a exploração petrolífera, produção eléctrica, agrícola, siderurgia, construção, produção e distribuição de alimentos, entre outros.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Piratas informáticos atacam opositores de Hugo Chávez   Qua Set 07, 2011 1:24 pm

.
Piratas informáticos atacam opositores de Hugo Chávez

Hoje


Um grupo de piratas informáticos designado "N33" pirateou pelo menos 10 contas do Twitter e vários endereços de correio electrónico de opositores do presidente Hugo Chávez, anunciou hoje o diário Últimas Notícias.

Segundo o jornal, entre os afectados estão os jornalistas Ibéyise Pacheco, Eduardo Semtei, Jesus Torrealba, Leonardo Padrón, Berenice Gómez e Nelson Bustamante, havendo ainda políticos e artistas vítimas do ataque.

Os alegados autores do ataque afirmam num comunicado que vão continuar "na trincheira 2.0 (versão da web) da guerra da 4.ª geração já iniciada".

"Ninguém nos deterá no objectivo de cobrar vingança a todos que ataquem a doença do presidente (Hugo Chávez). Talvez não o consigamos, mas pelo menos marcaremos um precedente", dizem.

Por outro lado, o grupo promete novos ataques a "irresponsáveis dirigentes opositores", vincando que "os observam e que todos são alvos".

A legislação venezuelana actual em matéria de delitos informáticos estabelece que constitui matéria penal a violação da privacidade dos dados ou informação de carácter pessoal e a violação da privacidade das comunicações.

O presidente Hugo Chávez foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 01 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação, a 20 de Junho, durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas. Já foi submetido a três sessões com quimioterapia, uma delas em Caracas, Venezuela.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Luso-venezuelano impedido de exercer funções públicas   Qua Set 14, 2011 1:25 pm

.
Luso-venezuelano impedido de exercer funções públicas

por Lusa
Hoje

O ex-ministro das Finanças da Venezuela, o luso-venezuelano Tobias Nóbrega, foi impedido pela Contraloria-Geral da República (entidade que controla os gastos públicos) de exercer funções públicas por um período de 15 anos.

A decisão foi publicada na Gazeta Oficial Extraordinária com o número 6.038 e explica que o ex-ministro foi multado por aquele organismo, em 2009, pelo valor equivalente a 775 unidades tributárias por irregularidades ocorridas durante a sua gestão como governante.

A medida surge na sequência de uma investigação levada a cabo com base numa denúncia do Ministério Público venezuelano, que em Junho de 2007, acusou Tobias Nóbrega de "peculato culposo", por alegadas irregularidades nos processos de aquisição e remodelação dos edifícios Bilbao e Citibank, assim como na contratação das empresas que realizaram esses trabalhos.

Em Janeiro de 2009, um tribunal de Caracas decretou a "proibição de saída do país" do ex-ministro luso-venezuelano, na sequência de uma investigação por alegados delitos de peculato e concertação com empreiteiras, entre outras coisas.

A medida foi decretada a pedido do Ministério Público venezuelano por considerar que Tobias Nóbrega incorreu nesses actos ilícitos ao pagar, em dólares com títulos da dívida pública, o valor total da construção de várias obras que se realizaram parcialmente.

Na altura, em comunicado, o ex-ministro sublinhou que a acusação não tinha fundamento porque o Ministério das Finanças é a entidade que paga os gastos públicos, gerindo os recursos financeiros requeridos através da Tesouraria Nacional, mas sem intervir na execução dos gastos que realizam os organismos estatais.

Em Janeiro de 2011 o Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela declarou improcedente uma medida cautelar solicitada pelos seus advogados contra uma decisão de 07 de Janeiro de 2010 do director de Determinação de Responsabilidades da Direcção-geral de Procedimentos Especiais da Contraloria-Geral da República por irregularidades administrativas durante a sua gestão.

Filho de emigrantes naturais da Freguesia do Caniço, Santa Cruz, na Madeira, Tobías Nóbrega foi ministro de Fazenda e Finanças da Venezuela, entre maio de 2002 e Dezembro de 2004.

A Agência Lusa tentou, sem sucesso, contactar o ex-ministro Tobias Nóbrega.

In DN

Embarassed Embarassed

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Raptores exigem 700 mil euros para libertarem português   Sex Out 07, 2011 2:48 pm

.
Raptores exigem 700 mil euros para libertarem português

Hoje

Os raptores de um comerciante português sequestrado há uma semana estão a exigir um resgate de quatro milhões de bolívares fortes (aproximadamente 700 mil euros) pela sua libertação, noticia a imprensa venezuelana.

"Quatro milhões de bolívares (fortes) é a quantia que pedem os sequestradores para libertarem um comerciante português raptado na noite da passada quinta-feira", na localidade de Los Teques, no Estado venezuelano de Miranda, a sul de Caracas, diz o diário "La Región".

Sem identificar o comerciante, o diário explica que foi sequestrado "no sector Lagunetica, quando saia do seu negócio" e que "os sequestradores comunicaram com os familiares e disseram que deveriam pagar (...), caso contrário continuaria cativo".

Por outro lado, o diário "La Voz" precisa que, "até agora, os familiares não realizaram uma denúncia formal", mas o caso é do conhecimento do Corpo de Investigações Científicas Penais e Criminalísticas, que iniciou as respectivas investigações.

Sobre as investigações, o "La Región" revela que os indícios apontam para um conhecido delinquente conhecido pela alcunha de 'El Portugués', implicado na maior parte dos sequestros locais.

Na quarta-feira, o mesmo jornal denunciou que em San Pedro de Los Altos (Los Teques) pelo menos uma dezena de comerciantes foram sequestrados por se recusarem a pagar uma 'vacuna' (uma espécie de tributo) mensal de 50 mil bolívares fortes (aproximadamente 8.800 euros) para não serem raptados.

Segundo o "La Región", pelo menos 30 famílias estão a pagar 'vacuna' e, citando uma das fontes, explica que se os cidadãos "não pagarem o que lhes pedem correm o risco de ser sequestrados ou de algum familiar ser agredido".

Acrescenta ainda que no caso dos donos de estabelecimentos comerciais, o valor a pagar é mais alto porque paga pela segurança pessoal e pelo comércio.

Fontes não oficiais confirmaram à Agência Lusa que na localidade residem várias famílias de agricultores portugueses, que vivem atemorizados pela situação e que receiam o que podem acontecer aos filhos, evitando muitas vezes sair das suas residências para não correrem riscos.

Fontes da comunidade lusa local dão conta que em Setembro último, no espaço de uma semana, foram sequestrados nove portugueses na localidade.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Chávez prepara-se para nova quimioterapia em Cuba   Sab Out 08, 2011 10:35 pm

.
Chávez prepara-se para nova quimioterapia em Cuba

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, revelou hoje que prevê viajar a Cuba "dentro de uma semana" para se submeter a uma nova sessão de quimioterapia no âmbito de um tratamento para combater células cancerígenas.

"Dentro de uma semana tenho que ir a Cuba outra vez para fazer um exame. O diagnóstico, há que verificá-lo de novo agora, depois de terminar com os ciclos de quimioterapia", disse Chávez.

O Presidente falava no âmbito de uma assembleia de militantes do Partido Socialista Unido da Venezuela, que teve lugar no palácio presidencial de Miraflores.

Hugo Chávez, de 57 anos, foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 1 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.

Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba, tendo admitido que poderia vir a necessitar também de radioterapia.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Chávez vai a Cuba fazer "rigorosos" exames de saúde   Dom Out 16, 2011 5:35 pm

.
Chávez vai a Cuba fazer "rigorosos" exames de saúde

por Lusa
Hoje


O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou este sábado que viajará para Havana, Cuba, nas próximas horas, para se submeter a "rigorosos" exames de saúde, na sequência de um tratamento para combater o cancro.

"Este fim de semana vou a Cuba de novo. Já não haverá mais quimioterapia, graças a Deus, já me começou a crescer o cabelo (...), mas agora tenho exames (de saúde) rigorosos para fazer e de regresso informarei o povo", disse. O Presidente da Venezuela falava ao telefone por ocasião do lançamento do Festival Agro-alimentar, evento que contou com a presença dos ministros venezuelanos da Alimentação, Carlos Osório, e da Agricultura e Terras, Juan Carlos Loyo, e que foi transmitido através do canal estatal Venezuelana de Televisão.

Hugo Chávez precisou que esteve "numa situação muito crítica", mas que passados quatro meses está "inteiro e de pé". Hugo Chávez, 57 anos fez a primeira operação de urgência, em Cuba, a 10 de junho e, a 01 de julho enviou uma mensagem ao país a revelar que já tinha sido submetido a uma segunda cirurgia para lhe ser extraído um tumor com células cancerígenas.

Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba, tendo admitido em várias que poderia vir a necessitar também de tratamento com radioterapia.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez diz-se "livre de doença" e no caminho de Cristo   Qui Out 20, 2011 10:58 pm

.
Chávez diz-se "livre de doença" e no caminho de Cristo

por Lusa
Hoje


O presidente Hugo Chávez regressou hoje à Venezuela, depois de ter sido submetido a exames médicos em Cuba no âmbito de um tratamento para combater um cancro, revelando que os testes determinaram que não tem "células malignas" no corpo.

"Não há células malignas activas neste corpo e não existe nenhuma atividade celular anormal", disse Hugo Chávez, numa declaração transmitida obrigatoriamente e em simultâneo pelas rádios e televisões da Venezuela.

Hugo Chávez, de uniforme militar, chegou ao aeroporto de La Fria, no Estado venezuelano de Táchira (a sudoeste de Caracas) às 11.00 horas locais (16.30 horas em Lisboa), onde mais tarde vai visitar o Santo Cristo de La Grita para "pagar uma promessa" pela recuperação.

"Há quatro meses exatos, estávamos em plena intervenção cirúrgica. Quero dar Graças a Deus e por isso a promessa ao Santo Cristo de La Grita, o mais antigo dos cristos. Vim apresentar-me ao chefe, ao comandante dos comandantes, a Cristo Redentor. Eu, um cristão cada dia mais cristão", disse ao iniciar a declaração, pouco depois de enviar uma saudação aos venezuelanos.

Por outro lado, frisou que "o cristianismo verdadeiro é a doutrina da paz e do amor e não há outra" disse Chavez que acrescentou que o "socialismo é o caminho de Cristo".

"Desde do ponto de vista da ciência política e da realidade social, o socialismo é o caminho de Cristo".

Hugo Chávez explicou que após quatro meses "concluiu uma etapa vital no tratamento da doença, uma estratégia combinada entre a cirurgia e a quimioterapia".

O presidente da Venezuela anunciou que vai agora "iniciar um novo ciclo de recuperação física muito mais acelerada, porque a quimioterapia era um travão à recuperação plena".

"Tudo saiu perfeito, posso dizer que tirei 20 pontos nesses exames. Estou livre de doença. No entanto, haverá que continuar a monitorar de cada quatro em quatro meses para verificar o bom ritmo e a evolução do que foi a doença", disse.

Por outro lado, afirmou que "chegou o novo Chávez, um Chávez novo, um Chávez recruta" e que decidiu "mudar de maneira radical muitas coisas da vida" para preservar a saúde.

Hugo Chávez, 57 anos, viajou para Cuba no domingo para submeter-se a "rigorosos" exames médicos".

Foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 1 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.

Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba, tendo admitido em várias ocasiões que poderia vir a necessitar também de tratamento com radioterapia.

O presidente da Venezuela nunca precisou onde se encontra o tumor mas tem insistido recentemente que os exames médicos não evidenciam sinais de recaída.

In DN

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Médico de Chavez foge depois de visita da polícia   Sab Out 22, 2011 10:48 pm

.
Médico de Chavez foge depois de visita da polícia

por Lusa
Hoje


Um antigo médico do presidente da Venezuela, que se pronunciou sobre a estimativa de vida de Hugo Chavez anunciou hoje, em carta pública, que teve de abandonar de "maneira abrupta" o país.

"Os acontecimentos posteriores obrigaram-me a sair do país com a minha família, de maneira abrupta, algo que não desejava e não tinha planeado fazer", explica o médico, Salvador Navarrete.

No último domingo Salvador Navarrete, antigo médico de Hugo Chavez e militante do Partido Socialista Unido da Venezuela, revelou a um jornal mexicano que o tumor extraído a Hugo Chavez é "muito agressivo" e que "a expectativa de vida pode ser de até dois anos".

Na carta divulgada hoje o médico explica que as suas declarações tiveram por base "informação oficial" e a sua condição profissional, afirmando estar preocupado "que o presidente e o seu entorno político não conheçam a magnitude da sua doença, que tem sido tratada com um completo hermetismo".

"As consequências de um desenlace fatal e a importância de informar tanto a sua organização e grupos que o apoiam, como os grupos políticos que o contestam, foram as razões que me levaram a abordar este delicado assunto", explica.

Para Navarrete, o desaparecimento de Hugo Chávez neste momento "poderia ser mais traumático do que os políticos percebem".

O médico declara que não é "um traidor da pátria" e que "a análise da condição actual do mandatário está baseada nas informações oficiais que nalguns casos têm sido emitidas pelo próprio presidente e não é mais que um exercício clínico que pode completar qualquer profissional de medicina para chegar a um diagnóstico ou prognóstico presuntivo, nunca definitivo".

Colegas do médico dizem ter presenciado o momento em que a polícia entrou no seu consultório de uma clínica de Caracas para revistar arquivos e computadores. Também confirmam que a casa de alguns familiares foi visitada por oficiais à procura de informações.

Hugo Chávez, 57 anos, regressou na quinta-feira de Cuba, para onde viajou no último domingo para submeter-se a "rigorosos" exames médicos. No regresso à Venezuela, Chávez disse que os testes determinaram que não existem "células malignas" no seu corpo.

Hugo Chávez foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 01 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas. Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba.

In DN

Embarassed Rolling Eyes Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez admite não estar em óptimas condições físicas   Sab Out 29, 2011 10:56 pm

.
Chávez admite não estar em óptimas condições físicas

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, admitiu, sexta-feira que ainda não está em óptimas condições físicas de saúde, uma situação que o impediu de estar fisicamente na XXI Cimeira Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo que decorre no Paraguai.

"Eu não pude ir, lamentavelmente ainda não estou em óptimas condições físicas" disse o presidente venezuelano que desde Junho último se tem submetido a um tratamento para combater células cancerígenas.

Hugo Chávez falava telefonicamente com o vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua, durante um acto de constituição do Grande Polo Patriótico (CPP), uma aliança dos partidos que apoiam o seu governo, que terá como missão garantir a reeleição presidencial nas eleições previstas para Outubro de 2012.

Durante o contacto telefónico, que foi transmitido pelo canal estatal Venezuelana de Televisão Chávez explicou ainda que os médicos lhe recomendaram "repouso por uma gripe", situação que o impediu de participar no evento do CPP.

"Lamento não estar aí com vocês, fisicamente", frisou Hugo Chávez, que disse na última quarta-feira visitou a Academia Militar de Caracas onde, segundo o próprio, apanhou uma chuva que reavivou uma gripe contraída a 20 de Outubro, durante uma visita ao Santo Cristo de La Grita (a sudoeste de Caracas, na fronteira colombo-venezuelana) para pagar uma promessa pela sua recuperação.

Hugo Chávez, 57 anos, foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 1 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que também tinha sido submetido a uma segunda operação durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.

Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba.

A 20 de Outubro anunciou que os últimos exames realizados em Cuba determinaram que não haviam células cancerígenas no seu corpo.

O presidente da Venezuela nunca precisou onde se encontrar o tumor mas tem insistido que os exames médicos não têm dado sinais de haver uma recidiva.

Por outro lado revelou que tem tomado esteroides e outros medicamentos enquanto recupera das sessões de quimioterapia.

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Portas deixa Caracas com desejos de melhoras para Chávez   Qua Nov 02, 2011 2:06 pm

.
Portas deixa Caracas com desejos de melhoras para Chávezpor LusaHoje


O ministro português dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, disse esta madrugada em Caracas que Portugal espera que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que desde Junho faz um tratamento para combater células cancerígenas, recupere rapidamente.

"Todas as autoridades portuguesas desejam o restabelecimento da saúde, o mais rápido possível, do vosso presidente (Hugo Chávez)", disse.

Paulo Portas falava em Caracas numa cerimónia de assinatura de novos acordos de cooperação bilateral entre Portugal e a Venezuela que presidiu com o seu homólogo venezuelano, Nicolás Maduro, a quem pediu que essa mensagem fosse transmitida ao Chefe de Estado.

Por outro lado, agradeceu a "determinação, empenho, vontade de fazer as coisas de modo muito prático, focado, pragmático para obter resultados" do seu homólogo venezuelano, elogiando Nicolás Maduro, a sua equipa e toda a administração.

Hugo Chávez, 57 anos, foi operado de urgência em Cuba a 10 de Junho a um "abcesso pélvico" e, a 01 de Julho, enviou uma mensagem ao país a revelar que tinha sido submetido a uma segunda operação durante a qual lhe foi extraído um tumor com células cancerígenas.

Desde então realizou quatro sessões de quimioterapia, uma delas no Hospital Militar de Caracas e as outras três em Havana, Cuba.

A 20 de Outubro anunciou que os últimos exames realizados em Cuba determinaram que não existiam células cancerígenas no seu corpo.

O presidente da Venezuela nunca precisou onde se encontra o tumor mas tem insistido que os exames médicos não têm dado sinais de haver uma recidiva

In DN

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Chávez promulga lei de arrendamento polémica    Dom Nov 13, 2011 12:44 pm

.
Chávez promulga lei de arrendamento polémica

por Lusa
Hoje


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, promulgou este sábado uma polémica Lei de Regulação e Controlo dos Arrendamentos de habitação, também conhecida como Lei de Alugueres, que disse ser o primeiro instrumento legal surgido por iniciativa popular.

"Aqui está o regulamento da Lei, toda a Lei necessita do seu regulamento para engrenar com a realidade, [estabelecer] o processo de difusão e para velar que se cumpra", disse.

Segundo Hugo Chávez a nova lei "dá estabilidade e segurança jurídica" e "elimina as garantias e os depósitos iniciais" em dinheiro, até um ano de rendas que os proprietários pediam como caução e que, "depois não devolviam".

"Agora há igualdade num contrato. Criámos um fundo de proteção do inquilino e do pequeno proprietário", frisou.

Hugo Chávez pediu "um aplauso para todos os deputados que trabalharam" na elaboração da nova lei, vincando "estar seguro" que os venezuelanos "não se deixarão envenenar pelos ataques da burguesia".

O presidente venezuelano decretou ainda a criação de um fundo de crédito para ajudar as famílias que vivem em casas arrendadas a comprar os imóveis onde vivem, sempre que o desejem.

Também foi criada uma "empresa imobiliária do Estado", para adquirir, alienar e trespassar imóveis.

A nova Lei do Arrendamento foi aprovada em finais de outubro pelo Parlamento venezuelano, de maioria afeta ao regime de Hugo Chávez, com críticas da oposição que via no diploma uma violação ao direito de propriedade.

Entre as críticas feitas à Lei está a criação de um imposto às casas desocupadas, a limitação da rendibilidade anual do proprietário e o direito do Estado a determinar o valor do arrendamento, além de outros pontos que a oposição alega constituirem entraves à recuperação de imóveis arrendados.

A nova Lei de Arrendamento é o instrumento jurídico que regula os contratos entre proprietários e arrendatários, o valor das rendas a cobrar, processos de despejo e venda das habitações com mais de 20 anos, que estejam arrendadas.

Estabelece ainda que a Superintendência Nacional de Arrendamentos (SNA) passa a fixar o valor da renda, que deverá ser solicitado antes de assinado o contrato.

A possibilidade de revisão da renda também é transferida para esta entidade que passa igualmente a depositária dos contratos de arrendamento celebrados.

O cálculo do arrendamento passa a ser feito com base numa fórmula da Superintendência Nacional de Habitação (Vivenda), que tem em conta o valor da reposição do imóvel, a depreciação, a vulnerabilidade sísmica e a região geográfica da sua localização.

Os contratos passam a ter a duração mínima de um ano, renovável a pedido do inquilino, sendo obrigatória a notificação da suspensão do contrato às autoridades.

O arrendatário poderá recomendar a um terceiro o aluguer da habitação, em caso de não querer continuar a ocupar o imóvel e se tiver os pagamentos em dia.

Segundo a nova lei, o arrendatário poderá ser desalojado quando deixar de pagar quatro meses de renda, sem justificação comprovada, ou quando tiver feito "uso desonesto", produzido danos maiores ao imóvel ou não cumprir as "normas de convivência" urbana.

O proprietário incorrerá em sanções se pedir o despejo, alegando o desejo de vender o imóvel e depois voltar a arrendar a terceiros, sem efetuar a transação.

A lei prevê sanções tributárias de 3.800 a 30.400 bolívares (cerca de 650 a 5.200 euros) por incumprimento e estabelece que arrendatários com mais de 20 anos de contrato têm direito à propriedade, correspondendo às autoridades determinar o preço de venda do imóvel.

Fontes não oficiais, afetas à presidência venezuelana, asseguram que a nova legislação irá clarificar a situação de cerca de 750.000 famílias que vivem em habitações arrendadas.

In DN

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Empresários impedidos de despedir até finais de 2012   Dom Dez 25, 2011 6:47 pm

.
Empresários impedidos de despedir até finais de 2012

por Lusa
Hoje


O Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, aprovou no sábado um decreto de "inamovibilidade laboral" que impede os empresários de despedir os seus empregados até ao final de 2012.

"Propõe-se a inamovibilidade laboral especial para todas as trabalhadoras e todos os trabalhadores, independentemente do salário que aufiram", disse.

A nova "inamovibilidade laboral" foi anunciada durante um Conselho de Ministros e prolonga até finais de 2012 um decreto sobre o mesmo assunto, vigente atualmente, e que impedia os empresários de despedir os empregados.

O Chefe de Estado explicou que estão excluídos da medida as pessoas que desempenham funções em "cargos de direcção, ou (cargos) chamados de confiança, trabalhadores temporários, ocasionais ou eventuais".

O novo decreto presidencial estabelece que os trabalhadores "não poderão ser despedidos, despromovidos ou transferidos sem justa causa, determinada previamente pelo inspector do trabalho da jurisdição" onde funciona a empresa.

Na Venezuela, o salário mínimo mensal atual é de 1.548 bolívares fortes (277 euros), a inflação anual é superior a 25 por cento e a taxa de desemprego, em Novembro último, era de 6,2 por cento da população activa.

Desde 2002 que a inamovibilidade laboral está vigente de maneira contínua na Venezuela.

Segundo a imprensa, os venezuelanos queixam-se de que a medida só é respeitada pelas empresas privadas.

In DN

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Ahmadinejad já está na Venezuela   Seg Jan 09, 2012 11:53 am

.
Ahmadinejad já está na Venezuela

por DN.PT e Lusa
Hoje


O presidente do Irão, Mahmud Ahmadinejad, chegou na noite de domingo a Caracas para se reunir com o seu homólogo venezuelano, Hugo Chávez, no âmbito de um périplo de cinco dias que o levará ainda a Nicarágua, Cuba e Equador.

Mahmud Ahmadinejad foi recebido no Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, a norte de Caracas, pelo vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua.

Segundo a Agência Venezuelana de Notícias, Ahmadinejad chegou acompanhando de uma delegação composta, aproximadamente, por cem pessoas, entre as quais os ministros Ali Akbar Salehi (Negócios Estrangeiros), Shamsedin Hoseini (Economia), Mehdi Ghazanfari (Indústria, Comércio e Minas) e Majid Namju (Energia).

"O Presidente do Irão, Mahmud Ahmadinejad, honra-nos com a sua visita. Lá em Washington, virá um porta-voz do Departamento de Estado ou da Casa Branca dizer que não é conveniente que nenhum país se aproxime do Irão. Bom, isso é para rir", disse Hugo Chávez durante o seu programa dominical Aló Presidente, que retomou esta semana depois de sete meses de interrupção devido ao cancro.

A visita de Ahmadinejad realiza-se num momento em que as tensões entre Washington e Teerão se intensificam, depois de o Irão ter ameaçado bloquear o estreito de Ormuz - por onde transita cerca de 35 por cento do petróleo exportado para o mundo -, em resposta a sanções dos países ocidentais ao seu programa nuclear.

In DN

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez volta a ameaçar banca privada de nacionalização   Seg Jan 30, 2012 3:44 pm

.
Chávez volta a ameaçar banca privada de nacionalização

por Lusa
Hoje


O Presidente venezuelano, Hugo Chávez, voltou a ameaçar nacionalizar a banca privada que se nega a financiar os projetos agrícolas que o seu governo promove, insistindo que os principais bancos falharam no cumprimento da legislação sobre a matéria.

"Ou financiam a produção agrícola ou tomaremos medidas, mas já. Não têm alternativa. Os (bancos) privados que não quiserem cumprir a Constituição eu não tenho problema em nacionalizá-los. Temos que fazer cumprir a Constituição e as leis desta República", disse.

Hugo

A advertência teve lugar, domingo, durante o programa dominical "Aló Presidente", depois de o Chefe de Estado ser informado, pelo vice-presidente da República, Elías Jahua, de que os 36.000 milhões de bolívares fortes (6.490 milhões de euros) que a banca deveria ter destinado a empréstimos para as atividades agrícolas e produção de gado, foram outorgados a grandes produtores em detrimento dos mais pequenos.

"Chame os presidentes dos bancos Provincial, Banesco e Mercantil, à la vice-presidência da República e fale com eles, mas que não nos digam +cobas+ (mentiras), porque procuram as mil e uma desculpas", disse Hugo

Por outro lado instou a Juan Carlos Escotet, presidente de Banesco, a dizer "se não pode" cumprir com a legislação vigente em matéria de empréstimos agrícolas para de uma vez nacionalizar o banco.

"Queremos trabalhar em coordenação com a banca privada. Eles têm que passar-nos o dinheiro e somos nós que vamos distribuí-lo, em função das necessidades da Missão Agro (programa de apoio)", frisou.

Hugo

"Exerça-mos o poder. Há que expropriar já. A burguesia barinesa apropriou-se dos melhores terrenos de Barinas. Não permitamos isso, reúnam-se de emergência. É uma ordem revolucionária que lhes estou a dar, há que por esses espaços que valem ouro puro ao serviço das necessidades do povo", disse.

Explicou que enquanto a cidade de Barinas (capital do Estado de Barinas) está rodeada de bairros de lata, "no coração da cidade a burguesia nacional ou transnacional tem ainda muitos terrenos e nas imediações milhares de famílias vivem em +ranchos+ (casas de lata)".

Nos últimos anos vários bancos foram nacionalizados no país, o último dos quais o Banco de Venezuela, ex-propriedade do grupo espanhol Santander.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Chávez já foi operado em Cuba   Ter Fev 28, 2012 6:10 pm

.
Chávez já foi operado em Cuba

por DN.PT
Hoje


O Presidente venezuelano, Hugo Chávez, foi submetido na segunda-feria a uma operação exploratória na zona pélvica, diz a Reuters, citando uma fonte próxima dos médicos. Oficialmente, mantém-se o silêncio sobre a sua saúde.

A operação para retirar a pequena lesão, detetada no mesmo local de onde lhe retiraram, em junho, um tumor cancerígeno. terá durado 90 minutos, segundo a mesma fonte. A intervenção decorreu em Cuba.

A saúde de Chávez, que está há 13 anos no poder, é um fator chave para o futuro político do país. As presidenciais estão marcadas para outubro, com Chávez a enfrentar pela primeira vez uma oposição reunida em torno de um só candidato, Henrique Capriles.

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Venezuela-   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Venezuela-
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Dodge Monaco 1977/78
» Hola, soy Montse

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Actualidade Mundial :: Resto do Mundo-
Ir para: