Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 "Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: "Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!"   Qui Jun 25, 2009 11:26 pm

.
"Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!"



por Vasco Graça Moura24 Junho 200910 comentários

As pacatas águas da Pátria lusa tinham ficado transidas de pavor ao ouvirem um "Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!" gutural e cavernoso, a ribombar em trambolhões soturnos pelos plainos abandonados, pelos vales outrora ubérrimos, pelos cabeços glabros das colinas e pelos cimos agrestes das montanhas que já nenhuma brisa aquece, e todalas criaturas se quedaram intimidadas, suspensas daquela sonoridade estarrecedora que não deixava dúvidas quanto à iminência de uma agressão cruel, de violência sem nome e de fúria ilimitada, repito, os humanos entreolharam-se com apreensão e começaram logo a estudar qual o meio de fuga mais propício, as crianças vieram acolher--se docilmente às saias das mães, os pais trataram de atestar o depósito do automóvel ou de reservar lugares no primeiro avião a sair do País, a banca suspendeu imediatamente a concessão de crédito e os párocos foram para as igrejas, os médicos para as urgências, quem não tinha para onde ir ia na mesma para qualquer parte, e o INEM entrava em alerta vermelho, a prevenção civil idem aspas, os magistrados, os polícias de segurança pública, os médicos, os enfermeiros, os professores e os desempregados, estes mais de meio milhão, comunicaram à Lusa que as suas manifestações de protesto ficavam adiadas sine die, pois, embora os tempos fossem já de profunda crise, era preciso guardar algumas energias para dar às de Vila Diogo quando voltasse a ouvir-se aquele sinal revoltante do exterminador implacável, "Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!" subindo de sulfúreas placas tectónicas e de profundezas ignotas, sim, todos se borravam de pânico, todos sabiam que se vão os anéis mas ficam os medos, e até aquele sujeito que costuma andar por aí sempre a vociferar em nome dos bombeiros adiou para mais tarde as novas contundências que tinha preparado, porque aquele grito terrível, aquela selvática ululação saída de um fojo recôndito do demónio, "Grrrh! Grrrhuuuauuu-iischfgrrhus!", trazia consigo mais ameaças de catástrofe do que todos os ensaios nucleares em lugares inacessíveis do planeta, sendo que só o ministro da Economia, sem perder a calma do costume, aproveitou para mandar aquela farpa assassina e certeira aos 28 economistas, dizendo que eles são todos uns complicadores sem emenda e mandando-os bugiar para o Allgarve, mas esta pérola não convenceu sequer os mansos animais do rebanho socialista, que espetaram as orelhas, eriçaram o pêlo inquieto e retesaram os músculos, os machos guarnecendo a frente e os flancos das levas já em movimento, as fêmeas reunindo as tenras crias à sua volta, prontas a arrancar à desfilada, sem destino certo, as televisões e as rádios punham os seus repórteres na rua, mesmo sem saberem para onde deviam ir, mas com a antena aberta para qualquer momento em que voltasse a ser ouvido aquele "Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!" nas suas cavas harmónicas prenunciadoras de hecatombe, e felizmente o rugido também assustou os incendiários, que se esqueceram dos utensílios de que precisavam para fazer arder mais umas centenas de hectares de floresta e, Deus seja também louvado, os ecologistas, apavorados, deixaram de se preocupar com a subsistência da beldroega na zona da barragem do Sabor e noutras margens fluviais mais ou menos hipotéticas, pois a verdade incontroversa era que o funesto "Grrrh! Grrrhu-uuauuuiischfgrrhus!" atroava os ares, atravessava cirros e cúmulo-nimbos, e fazia vibrar a muitas léguas de distância os brônzeos carrrilhões do Convento de Mafra e isso bastava para que todos encomendassem a sua alma apavorada a Nosso Senhor, à Virgem Maria e a Todos os Santos, certos de que um novo King Kong de mandíbulas de aço tinha feito a sua aparição diabólica, não sobre os arranha-céus nova-iorquinos, mas empoleirado ali para as torres das Amoreiras, a dar punhadas furibundas na felpuda caixa torácica, ou a esmagar sob as patas descomunais umas filas densas de automóveis atascados em mais um engarrafamento do IC19, e estavam as coisas nestas agruras aflitivas quando, sem mais nem para quê, aconteceu o inesperado e esse rugido apocalíptico "Grrrh! Grrrhuuua-uuuiischfgrrhus!" resvalou de repente para um brando miau miau quase choramingante nos seus adocicados decibéis.

O animal feroz tinha-se transformado num bichano ronronante e ternurento.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
"Grrrh! Grrrhuuuauuuiischfgrrhus!"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ford Mercury 49 RAT ROD "FINALIZADO 16/10!"
» Ferrari Breadvan "tunning"
» Ferrari Enzo - "FIORANO"
» Piper PA-28-140 "Cherokee" - Academy - 1:48 - (ATUALIZADO EM 7/6/2009)
» MD-11 "FIRST FLIGHT" - Winglets refeitos, opiniões são benvindas!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Diversos-
Ir para: