Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Miranda do Douro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Passeios de burro ao som de gaiteiros   Qua Ago 04, 2010 12:09 pm

.
«L Burro I L Gueiteiro»
Miranda do Douro


Passeios de burro ao som de gaiteiros

Centenas de pessoas procuram esta semana o Planalto Mirandês para participar no Festival “L Burro I L Gueiteiro”, uma evento que alia passeios de burros, com a música tradicional e a cultura transmontana das aldeias.

Já não há dúvidas o Festival Itinerante de Cultura Tradicional “L Burro I L Gueiteiro” faz parte dos roteiros de verão de muitos jovens urbanos e citadinos, que durante cinco dias trocam automóveis e telemóveis por passeios de burro. A confusão da vida das grandes urbes é substituída pelo zurzir da cigarra que embala a sesta burriqueira, a batida das discotecas trocada pelas da gaitas-de-foles.

É assim até quinta-feira em várias aldeias de Miranda do Douro e Vimioso, onde a Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino (AEPGA) promove a 8ª edição do Festival Itinerante de Cultura Tradicional.

“Ainda cheguei ontem e já estou a adorar, é a primeira vez e sem sombra de dúvidas que é fantástico”, conferiu Maria Gomes, residente em Lisboa, preparadíssima para a Ronda dos Mandiletos (burro paper).

O programa é vasto, desde os já tradicionais passeios de burro, até a oficinas de construção de instrumentos musicais, danças mistas, refeições campestres com Chouriço e Pão e um Copo Cheio na Mão, oficinas para crianças na burroteca, debates sobre a língua mirandesa.

“Este não é um festival de borga e festa, é um evento onde há divertimento, mas integrado com a aprendizagem da cultura e da tradição”, frisou Miguel Nóvoa, da AEPGA. Ao longo dos dias do festival, é possível caminhar na companhia do Burro de Miranda percorrendo velhos caminhos rurais, contemplando as belas paisagens que conduzirão às aldeias. “Não queremos um evento massificado, antes pelo contrários queremos que as pessoas venham e participem nas actividades”, referiu Joana Conceição, da organização.


JN, 2010-08-03
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Produções inspiradas na raia transmontana   Qua Ago 11, 2010 4:35 pm

.
Em exibição em Picote
Miranda do Douro


Produções inspiradas na raia transmontana

A raia transmontana tem servido de cenário e inspiração a filmes e documentários que a população de Picote está a descobrir num ciclo de cinema na pequena aldeia mirandesa.

Os filmes "Doutor Jivago" e "A Sombra dos Abutres" têm em comum as paisagens de Miranda do Douro, como pode testemunhar a população da aldeia de Picote ao longo do mês de Agosto.

De clássicos a produções mais recentes, as películas serão também motivo de tertúlia para os residentes que esperam ter a companhia do filho da terra Leonel Vieira, realizador de um dos filmes em exibição, "A Sombra dos Abutres".

Nascido em Miranda do Douro, foi a terra natal que o autor de "Zona J" e de "A Selva" escolheu para o filme de estreia, rodado no Nordeste Transmontano e que retrata vivência bem conhecidas das gentes desta região fronteiriça, como o contrabando.

A 25 de agosto, passa o clássico do cinema "Doutor Jivago", de David Lean, rodado há 45 anos ali bem perto, do outro lado da fronteira, na Espanha franquista, e que tem a particularidade de uma das cenas ter sido filmada próximo da Terra de Miranda.

Reviver memórias e descobrir estas películas é o propósito da Associação para o Desenvolvimento de Picote, a Frauga, promotora das projeções todas as noites de quarta feira, durante o mês de agosto.

A entrada é gratuita e a "sala de cinema" é o anfiteatro do centro interpretativo do Ecomuseu Terra Mater que esgotou a lotação de 60 lugares na primeira exibição para ver "Trás-os-Montes", António Reis e Margarida Cordeiro, a 04 de agosto, segundo contou à Lusa Jorge Lourenço, da Frauga.

A memória cultural do povo retratada no filme "entre o documentário e a ficção", segue-se, quarta feira, "Sombras na Batalha", de Mário Camus, uma produção castelhana sobre uma ex-militante da ETA que vive numa aldeia perto da fronteira com Portugal (Bermillo de Sayago).

O castelhano é de fácil entendimento para estas gentes a quem as fronteiras administrativas nunca impediram o contacto com "nuestros hermanos", embora sejam ainda de má memória para os emigrantes que, nas décadas de 1960 e 1970, passavam a "salto" para fugir à pobreza.

Especialmente nesta época de verão regressam à terra para férias e constituem parte da plateia deste ciclo de cinema que espera pela confirmação do conterrâneo Leonel Vieira para um conversa dia 18, depois da exibição de "A Sombra dos Abutres".

Lusa, 2010-08-11
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Artesanato e música em destaque até dia 23   Qua Ago 18, 2010 2:38 pm

.
Famidouro 2010
Miranda do Douro


Artesanato e música em destaque até dia 23

Artesanato, gastronomia, música e folclore são os principais ingredientes da edição de 2010 da Famidouro, feira de artesanato e multi-atividades de Miranda do Douro, com 80 expositores nacionais.

A iniciativa entrou na XV edição, promovida pela Associação Comercial e Industrial de Miranda do Douro (ACIM) e prolonga-se até ao dia 23 de agosto.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da ACIM, César João, disse estar convencido de que quem vai à Famidouro procura a autenticidade do artesanato tradicional da Terra de Miranda, «muito apreciado».

Lusa, 2010-08-16
In DTM



_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Jovens de Miranda do Douro organizam arruada para atrair emprego para o interior   Sex Ago 20, 2010 3:43 pm

.
Dia da juventude
Miranda do Douro


Jovens de Miranda do Douro organizam arruada para atrair emprego para o interior

Dar a conhecer os anseios e as pretensões dos jovens de Miranda do Douro como mais oportunidades de emprego foi o objetivo da “arruada” organizada hoje pela Associação Recreativa da Juventude Mirandesa (ARJM).

O presidente da ARJM, Nuno Preto, avançou à Lusa que a iniciativa, realizada no Dia da juventude, pretendeu alertar os responsáveis nacionais e regionais para os problemas que afetam os jovens do interior trasmontano.

“A falta de oportunidades de emprego, emigração eminente levam à desertificação. Os jovens pensam no seu futuro e acabam por abandonar a região à procura de uma vida melhor”, resumiu o dirigente associativo.

Outros dos pontos focados foi a falta de condições para a instalação da ARJM.

”Somos uma associação com um plano de actividades delineado para todo o ano, e não temos um local próprio para reunirmos ou traçar planos de futuro. Com esta forma de luta queremos também alertar o poder local para esta falta”, acrescentou.

“Queremos uma solução que não seja a emigração”, foi uma das palavras de ordem que se fizeram ouvir durante a arruada e que ilustrava as pretensões da juventude mirandesa.

No meio da ação reivindicativa não foi difícil encontrar jovens preocupados com o futuro.

“Estou no 10 º ano, sempre tive a esperança de continuar os meus estudos em Miranda do Douro, no entanto, com o encerramento do pólo da UTAD (Universidade de Trás-os-Montes), tenho de rever os meus planos de futuro,” disse à Lusa Inês da Cruz, com 17 anos.

Por seu lado, Bruno Torrado de 16 anos fez contas à vida e sempre foi avançando que “o mais certo é ter de concluir os estudos fora. Estando fora é difícil regressar, há falta de empregos qualificados”.

A arruada percorreu as principais artérias da cidade de Miranda do Douro.

A população saiu à rua e aplaudiu a ideia. Os Homens da Luta, personagens da SIC Radical “tomaram conta” das pretensões dos jovens mirandeses.

Com as suas rábulas, os Homens da Luta garantiram que “a mensagem da juventude mirandesa pode chegar mais longe com a sua presença” afiançou Jel, um dos personagens da dupla de humoristas.

A iniciativa continua pela noite dentro com uma “Gala de Mérito” que pretende homenagear intuições e eventos que se destacam ao longo do ano em Miranda do Douro.


Lusa, 2010-08-20
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Renovação da música portuguesa    Ter Out 19, 2010 11:42 am

.
Renovação da música portuguesa
Distrito de Bragança




Galandum Galundaina e Tiago Pereira vencem Prémios Megafone

A banda Galandum Galundaina e o cineasta Tiago Pereira venceram no domingo a primeira edição dos prémios Megafone, que distinguem projetos nacionais que estimulem a renovação da música de raiz tradicional.

Os prémios Megafone, criados pela associação cultural Megafone 5 em homenagem ao músico João Aguardela, que morreu em 2009, e que pretendem estimular a renovação da música portuguesa de inspiração tradicional, decorreram no domingo à noite no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Os Galandum Galundaina venceram a categoria Prémio Megafone Música, por criarem música nova tendo como matriz a música popular e tradicional portuguesa, à imagem de João Aguardela, enquanto Tiago Pereira venceu o Prémio Missão, de reconhecimento por um trabalho fora do âmbito musical que contribui para o espírito de renovação da música de inspiração tradicional.

Os Galandum Galundaina são de Miranda do Douro e andam há 14 anos a recolher, investigar e divulgar o património musical das danças e da língua mirandesa, tendo editado em 2009 o terceiro álbum, «Senhor Galandum».

Os músicos constroem os próprios instrumentos, a partir de outros antigos, com destaque para a gaita-de-foles, e recuperam a música tradicional mirandesa tocada também com rabeca e realejo.

Tiago Pereira, de 38 anos, filho do músico Júlio Pereira, tem uma carreira de mais de dez anos com diversos documentários vídeo sobre a tradição oral portuguesa.

«Quem canta seus males espanta», distinguido em 1998 nos Encontros de Cinema Documental da Malaposta, foi o primeiro vídeo documental de Tiago Pereira, que mais recentemente fez um filme com o músico B Fachada.

No espectáculo de domingo, no pequeno auditório do CCB, actuaram os Galandum Galundaina, os Bandarra e os Experimentar Na M Incomoda, os três nomeados para o prémio musical, e ainda Manel Cruz, antigo líder dos Ornatos Violeta e mentor do projecto Foge Foge Bandido.

Os nomeados foram escolhidos por um júri composto por José Mariño (Director de programas da RDP), Luís Varatojo (músico), Manuel Halpern (jornalista), Pedro Gonçalves (crítico de música), Ricardo Alexandre (jornalista), Rui Lage (escritor) e Sérgio Xavier (radialista).

Os prémios Megafone não têm um valor monetário. Além de promoção nas lojas FNAC, a banda vencedora receberá um prémio simbólico, um vinil que reúne temas que João Aguardela deixou gravados no projecto Megafone.

Lusa, 2010-10-18
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Seminário defende promoção das actividades ao ar livre no planalto mirandês   Qui Out 21, 2010 3:57 pm

.
Carência de infra-estruturas
Miranda do Douro


Seminário defende promoção das actividades ao ar livre no planalto mirandês

O planalto mirandês tem carência de mais infra-estruturas para a prática de actividades ao ar livre, apesar de a região apresentar condições “únicas” ao nível da biodiversidade e morfologia do terreno, conclui um estudo universitário.

Esta é uma das conclusões de um estudo promovido pela Universidade de Trás -os Montes e Alto Douro (UTAD) a que a Lusa teve acesso.

O trabalho será apresentado num seminário ibérico subordinando ao tema «Ciência, Pedestrianismo e Saúde: Promoção de Recursos Naturais do Territórios Transfronteiriço», que decorre a 21 e 22 de Outubro em Miranda do Douro.

João Santos, professor na UTAD, avançou que será importante planificar uma série de acções que promovam o bem-estar e a saúde com a criação de percursos pedestres bem sinalizados que orientem os visitantes que se deslocam à região do planalto mirandês à procura deste tipo de actividade.

“Esperamos que após a apresentação do projecto seja criada uma rede de percursos pedestres, utilizada por um número crescente de turistas nacionais e estrangeiros”, disse o docente da UTAD.

“Este tipo de actividade é benéfica para o turismo da região, à semelhança do que acontece já nas regiões espanholas próximas do Douro Internacional”, acrescentou.

Para a divulgação dos percursos estão ser criados vários mecanismos, como um site na Internet que permitirá aos visitantes “escolher o percurso mediante o seu grau de dificuldade e um roteiro que acompanhará os amantes das grandes caminhadas ao ar livre”, conclui João Santos

O projecto enquadra-se no âmbito das actividades científicas do “Projecto Fluvial - Novas Cidades Fluviais do Século XXI”, financiando pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP).


Lusa, 2010-10-21
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Miranda do Douro vai ter nova zona industrial   Sex Out 29, 2010 2:20 pm

.
Número de pedidos aumenta
Miranda do Douro


Miranda do Douro vai ter nova zona industrial

Vai nascer uma nova zona industrial em Miranda do Douro. O número de pedidos de instalação de empresas não pára de aumentar e vai obrigar à rápida criação de zona própria.

Este é apenas um dos projectos que a câmara de Miranda do Douro pretende executar a breve prazo.
Para além disso, está também em vista um melhoramento na Estação de Tratamento das Águas Residuais (Etar), e ainda a construção de um matadouro intermunicipal.

Obras que o presidente da câmara, Artur Nunes, considera prioritárias.
“Há três áreas importantes. Uma que tem a ver com o ambiente e o melhoramento de ETARs. Depois há uma aposta no futuro matadouro, uma aposta intermunicipal. E estamos a ver se podemos avançar rapidamente para uma zona industrial. Cada vez nos chegam mais pedidos de instalações de empresas e essa é uma das preocupações do concelho”, revela o autarca.

Os 50 mil euros previstos pelo PIDDAC, o Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central, não são suficientes para a execução destes projectos.

Até porque o objectivo é requalificar também o centro histórico da cidade.
“No fundo é uma obra de requalificação de toda a zona envolvente à muralha, até porque a zona histórica é uma porta de visita de Miranda.”

Esta obra de arranjo urbanístico exterior à muralha, apoiada pelo PIDDAC, vai custar cerca de 300 mil euros e estará pronta no próximo mês de Abril.

Brigantia, 2010-10-27
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Valorização dos produtos regionais    Qui Nov 04, 2010 2:22 pm

.
Valorização dos produtos regionais

Miranda do Douro

Produtos regionais podem gerar emprego em Miranda

Criar emprego na a região com a valorização dos produtos regionais. A palestra que teve lugar em Miranda do Douro, teve como principal objectivo sensibilizar os produtores a obterem as condições necessárias à confecção dos seus produtos anualmente.

As chamadas cozinhas regionais passam agora a Unidades de Produção Local.
Neste momento existem 11 cozinhas licenciadas, mas estão já em curso mais 5 pedidos.

“O objectivo desta palestra é sensibilizar os produtores das vantagens das chamadas cozinhas regionais, para aumentarem a produção, poderem facturar e confeccionar durante todo o ano e para todo o país e não apenas num raio de 40 quilómetros.”

Anabela Torrão, vereadora da Cultura considera que com este licenciamento os produtores terão maior rentabilidade e pode tornar-se numa actividade a tempo inteiro.

Também o turista vai poder adquirir os produtos sazonais ao longo de todo o ano.
“É apenas pedirem um novo número de registo. No caso de pretenderem uma actividade anual e não sazonal, a climatização do espaço. Qualquer turista que venha pode adquirir produtos confeccionados com produtos regionais durante todo o ano. Queijos, compotas. Vão rentabilizar ao máximo as unidades de venda.”

Anabela Torrão refere ainda que a criação de uma Associação de Produtores do Fumeiro Mirandês seria importante para a certificação de produtos.

“Vamos avançar para isso e começar a reunir com os produtores. Era importante avançarem com uma associação do fumeiro mirandês.”

Silva Pereira da Direcção Geral de Veterinária alerta os produtores para as medidas a tomar na prevenção da segurança alimentar.

“Ter o controlo das matérias-primas, da produção, organizá-la por lotes, ter um prazo de validade, ter um plano de higiene das instalações, registar temperaturas das carnes quando chegam, dizer que medidas vão tomar se se estragar parte do fumeiro.”

Os produtores interessados a obter o licenciamento devem dirigir-se à Câmara Municipal onde serão informados caso a caso das infra-estruturas necessárias.

Brigantia, 2010-11-04
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Estalou a polémica em Miranda do Douro com dois santuários marianos   Ter Nov 09, 2010 5:22 pm

.
Fátima, em Trás-os-Montes
Miranda do Douro



Estalou a polémica em Miranda do Douro com dois santuários marianos

O lançamento do livro «O Santuário de Nossa Senhora do Naso», na freguesia da Póvoa, concelho de Miranda do Douro, veio lançar a controvérsia entre os devotos em torno de um dos santuários Marianos mais visitados do distrito de Bragança.

António Rodrigues Mourinho, ex-director do Museu Terras de Miranda e antigo padre e autor do livro refere que o santuário tem quase 1500 anos de existência e remonta aos Visigodos. No entanto, o Santuário do Picão, a 2 km do Santuário do Naso é visto por António Mourinho como uma incerteza cristã. «Pode haver ali alguma coisa mas também pode ser uma «embosteirada». Não há nada escrito e não há nada certo. Umas pessoas dizem que apareceu Nossa Senhora a uma moça, a Mariana, e noutros sítios aqui na região, onde estão as lápides. Mas a autoridade eclesiástica nunca a reconheceu.»

O santuário do Picão é visto pelos fiéis como um local milagroso, onde sete anos antes de os três pastorinhos levarem multidões à Cova de Iria, em Fátima, uma jovem transmontana terá visto Nossa Senhora no Picão em 1910.

Por sua vez, Amável Falcão presidente da confraria da senhora do Naso e do Picão, acredita que o Picão poderia ser uma referência ao culto Mariano no país, como é hoje o santuário de Fátima.

“Primeiro pelo local, porque a própria Mariana dizia, que ando ouvia na televisão falar de Fátima, que “aquela senhora esteve primeiro na Póvoa”, e as mensagens eram iguais.”Em todos os locais em que a jovem disse ter visto Nossa Senhora, foram erguidas pedras com o número da aparição que ainda hoje se podem encontrar na zona.Contudo, Domingos Arribas e Mariana Pires, dois assíduos visitantes do santuário acreditam que o Picão e a água que ali nasce são milagrosos. “Sim, vimos cá com Fé. Esta água é para beber mas aquela ali é que é de cura”, diz Domingos Arriba. “Já a minha mãe me dizia que vinham os espanhóis com cajadas e saíam daqui a andar”, acrescenta Mariana Pires.

Apesar da controvérsia em torno dos santuários, ainda hoje os populares acreditam na aparição que antecedeu Fátima, em Trás-os-Montes, e têm muita fé no Picão.


http://www.cm-mdouro.pt/picao/

Brigantia, 2010-11-09
In DTM

Embarassed

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Alunos de Sendim apanham sementes autóctones para mais tarde replantar   Sab Nov 20, 2010 3:08 pm

.
Promovida pela EDP
Miranda do Douro



Alunos de Sendim apanham sementes autóctones para mais tarde replantar

Cerca de 40 alunos e professores da escola EB2/3 de Sendim, Miranda do Douro, recolheram ontem sementes de plantas autóctones que vão ser colocadas numa estufa para germinar e mais tarde ser replantadas no seu habitat natural.

A acção, que decorreu nas arribas do rio Douro, junto à albufeira da barragem de Picote (Miranda do Douro), foi promovida pela EDP, empresa que tem em curso um projecto que visa distinguir as plantas nativas da região, recolher as respectiva sementes e enviá-las para as estufas experimentais situadas na região de Setúbal.

As mesmas sementes, após um processo de “germinação e crescimento” regressarão ao seu meio de origem, onde serão “replantadas e apadrinhadas” pelos alunos que as recolheram numa acção programada para o ano lectivo de 2011/12.

Os alunos vão “acompanhar de perto” todo o processo de germinação e crescimento de através de informação disponibilizada pelo gestor do projecto e uma visita as estufas da EDP em Setúbal programada a primavera de 2011.

Em declarações à agência Lusa, Vítor Batista, da Direcção de Sustentabilidade da EDP, garantiu que a iniciativa pretende contribuir para fomentar uma maior consciência cívica e de conhecimento e valorização do património natural e de um território cada vez mais esquecido

As sementes enviadas para a estufa têm a identidade genética própria das espécies autóctones da terra trasmontana, adaptadas as condições ambientais do microclima da região duriense, destacou a engenheira biofísica da Ecoesfera, Anabela Amado.

Envolvidos nesta acção estão 120 alunos das escolas do concelho de Miranda do Douro, Mogadouro e Torre de Moncorvo que foram acompanhados por biólogos e responsáveis da eléctrica nacional.


Lusa, 2010-11-19
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa   Qui Dez 02, 2010 2:10 pm

.
Mirandesa PME Excelência
Miranda do Douro



Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa

Com a entrada em laboração da unidade industrial a Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa tem a expectativa de melhorar a competitividade.
A Cooperativa Agro-Pecuária Mirandesa vive um momento de grande alegria. Depois de em 2008 e 2009 ter sido distinguida pelo IAPMEI como empresa PME LEADER, conseguiu no corrente ano alcançar o estatuto de PME EXCELÊNCIA.

No ano em que a Cooperativa constrói uma unidade agro-industrial para a valorização da Carne Mirandesa e viu publicado em Diário da República o anúncio para o processo de reconhecimento das DOP da Posta Mirandesa e Rodião Mirandês este prémio é corolário de um ano de intensa actividade.

Com a entrada em laboração da unidade industrial, prevista para o fim do 1º trimestre de 2011, a Cooperativa Agro Pecuária Mirandesa tem a expectativa de melhorar a competitividade da carne dos animais de raça Mirandesa e, desta forma, conseguir melhorar a competitividade e o rendimento de todos os que trabalham com esta raça.

A cerimónia de entrega do galardão decorre no próximo dia 14 de Dezembro, no Europarque (Santa Maria da Feira).

Francisco Pinto, Jornal Nordeste, 2010-12-01
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Jovens da região transmontana aderem cada vez mais às aulas de instrumentos tradicionais   Sab Dez 11, 2010 4:07 pm

.
Gaita-de-foles com futuro
Miranda do Douro



Jovens da região transmontana aderem cada vez mais às aulas de instrumentos tradicionais

Das terras de Sendim, parte o saber dos antigos. Arranca de Miranda do Douro e o som dos seus antepassados ecoam por entre montes.
A Gaita-de-foles atinge, hoje, a região em pleno e relembra-lhe a cultura e o misticismo das suas gentes.

Desde o raiar de um novo século, que o instrumento tradicional que caracteriza, não só Trás-os-Montes, com também Portugal, tem vindo a conquistar fervorosos adeptos. Inclusive, entre os mais jovens. A paixão nasceu! Uma que não vibra, apenas, pela Gaita-de-foles, mas pela música tradicional em geral.

Margarida Guimarães Moreira toca desde os seus seis anos. Actualmente, com nove, confessa: “Vi uma vez um rapaz a tocar e entusiasmei-me. Agora, gosto muito!”.
Também Tiago Rodrigues, de 15 anos, aderiu recentemente “ao movimento”, desde Fevereiro de 2010. “Sou novo nisto, mas está a ser uma experiência muito boa! Vou, de certeza, continuar”, admite o adolescente. “Comecei a tocar porque é um instrumento tradicional da nossa terra. Eu sou da aldeia de Sacoias e na Festa dos Rapazes, tocam sempre e eu incentivei-me e vim aprender”, afirma.

Ambos os jovens, aprendem os secretismos do instrumento no Conservatório de Bragança. O seu professor, Paulo Preto, é um dos três elementos do Galandum Galundaina. Um dos grupos de música anciã que serve de inspiração e modelo aos pequenos e não tão pequenos aprendizes.

A título particular e colectivo, Paulo tem sido um senhor da música tradicional e um dos grandes impulsionadores da Gaita-de-foles. “Temos de divulgar aquele que era o instrumento rei da nossa região e que estava completamente perdido há 14 anos. E, hoje, temos a juventude aqui em grande força a tocar e já a fazer o seu percurso tradicional”, desvenda o docente de há duas décadas. Para além das crianças da classe de Gaita-de-foles no Conservatório, Paulo Preto ensina Educação Musical no Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros, onde tem um clube de Gaita-de-foles.

Bruno Filiena, Jornal Nordeste, 2010-12-09
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Posta Mirandesa a caminho da certificação   Sab Dez 11, 2010 4:14 pm

.
Denominação de Origem Protegida
Distrito de Bragança


Posta Mirandesa a caminho da certificação

A Cooperativa Agro-Pecuária Mirandesa aguarda o reconhecimento da Denominação de Origem Protegida (DOP) da «Posta Mirandesa e do «Redeão Mirandês», para colocar estes produtos no mercado já no próximo ano.

Recorde-se que a carne mirandesa já se encontra protegida pela DOP, mas o objectivo é apostar na promoção destes subprodutos para reforçar a presença da marca dos mercados nacionais e internacionais
A par da DOP, a Cooperativa também já pediu à União Europeia e ao Ministério da Agricultura o alargamento de área geográfica para a produção de bovinos mirandeses, que também conta com efectivos em zonas distantes do solar da raça, como o Alentejo.

“Quando este processo ficar concluído, os produtos e derivados de animais de raça mirandesa poderão ser produzidos em toda a área de dispersão da raça mirandesa, para além dos concelhos de Miranda do Douro, Mogadouro, Vimioso, Bragança, Macedo de Cavalheiros, Vinhais.

O responsável acredita que, da parte do Governo português, o reconhecimento da DOP para a “Posta Mirandesa” e “Redeão Mirandês” estará para breve. No entanto, “as estâncias da UE poderão levar mais algum tempo a reconhecer o produto transmontano”, antevê o secretário técnico da Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa, Fernando Sousa.
O responsável entende, por isso, que o processo de reconhecimento deveria ser mais célere, já que trata de um dos produtos de origem agropecuária mais copiados” em todos o país, com nítidos prejuízos para os produtores de bovinos mirandeses envolvidos na fileira da carne.

Carne Mirandesa vai estar presente no Salão Internacional de Agricultura, que decorrerá em França

Nos próximos anos, a Cooperativa Agropecuária Mirandesa quer tornar-se num dos principais produtores de carne bovina de qualidade, proveniente de raças autóctones. Para tal, vai estar presente nos mercados externos, a começar pelo Salão Internacional de Agricultura, que decorrerá em França na última semana de Fevereiro, onde a carne de bovino mirandês terá de competir com países como a Brasil, Rússia e França, entre outros.

“Acreditamos na qualidade do nosso produto e, por esse motivo, vamos estar instalados num pavilhão com mais de 130 metros quadrados, ao lado dos grandes produtores mundiais de carne de bovino”, frisou Fernando Sousa.

Actualmente, o efectivo da raça é composto por 4.600 vacas reprodutoras dentro da área geográfica do solar, às quais se juntam 1.300 animais espalhados um pouco por todo o País.

Francisco Pinto, Jornal Nordeste, 2010-12-09
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Alunos boicotam transporte escolar   Dom Dez 19, 2010 5:51 pm

.
Falta de segurança
Miranda do Douro



Alunos boicotam transporte escolar

Cerca de 70 alunos do Agrupamento de Escolas de Miranda do Douro boicotaram, esta manhã, em Sendim, o transporte escolar que os leva para a cidade.
Os jovens, oriundos de várias aldeias, recusaram-se a entrar no autocarro queixando-se que não dispõe dos requisitos mínimos de segurança.

“Não temos cintos de segurança e as portas costumam vir abertas” conta Andreia Pinto, acrescentando que “não tem piscas e as luzes de máximos também não funcionam”. “Não tem as mínimas condições” reforça Emanuel Carção. “Como as portas são mecânicas, com as baixas temperaturas elas não abrem nem fecham” refere Tibéu Ferreira, salientando que “disseram-nos que nem tinha velocímetro, só o colocaram recentemente. Além disso, de manhã, há sempre umas 20 pessoas de pé”.

A resolução do problema já vem sendo reivindicada há algum tempo pelo presidente do Agrupamento de Escolas de Miranda.

“A empresa manou para o local uma viatura e transportou os alunos para escola e já chegaram um bocado atrasados” conta António Santos, salientando que “isto é uma situação que já se vem arrastando há algum tempo”. “É um autocarro que já atingiu o limite de vida útil, quanto a nós, já fizemos chegar isso à autarquia com quem temos estado a trabalhar no sentido de substituir estes autocarros mais velhos” adianta.

O presidente da Associação de Pais do Agrupamento de Miranda do Douro acusa mesmo a empresa responsável pelo transporte, de nada fazer para melhorar as condições dos autocarros.

“Todos os autocarros que a Santos tem no concelho de Miranda a transportar os estudantes estão assim. Estão em mau estado e com falta de segurança” afirma Francisco Marcos, acrescentando que “já fizemos várias reivindicações junto da câmara que já contactou a empresa, mas como ela detém o monopólio temos autocarros em péssimas condições e isso é inadmissível”.

Tentámos ouvir a autarquia sobre este assunto, mas até ao momento o presidente, Artur Nunes, não esteve disponível.

Brigantia, 2010-12-19
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Geada 2010 - III Festival de Cultura Tradicional de Terras de Miranda   Qui Dez 23, 2010 12:23 pm

.
3.ª edição de 28 e 30 Dezembro
Miranda do Douro


Geada 2010 - III Festival de Cultura Tradicional de Terras de Miranda

Geada 2010 - III Festival de Cultura Tradicional de Terras de Miranda, nasceu em 2008, em Miranda do Douro sendo o primeiro festival de Inverno, ou como quem diz, o «purmeiro festibal d Ambierno». A 3.ª edição está aí entre os dias 28 e 30.

O visitante é convidado a participar em actividades como oficinas de danças e músicas tradicionais, visitas a adegas, palestras, arruadas, exposições, bailes, concertos.

Do cartaz constam Galandum Galundaina, Sebastião Antunes, Karrossel, Ogham, Uxukalhus e Roncos do Diabo .

Mas há também passeios pelas aldeias e experiências gastronómicas, além do inevitável contacto com a língua mirandesa (falada e escrita).

O lema é «Bamos derretir l carambelo!» que, traduzido, significa «Vamos derreter o gelo!».

, 2010-12-22
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Fábrica de sabonetes de leite de burra pode ser instalada no Planalto Mirandês   Qui Dez 23, 2010 12:29 pm

.
Cinco postos de trabalho
Miranda do Douro


Fábrica de sabonetes de leite de burra pode ser instalada no Planalto Mirandês

Os sabonetes de leite de burra mirandesa poderão vir a ser fabricados no planalto mirandês. Até agora, este produto estava a ser feito em França, mas a empresa quer abrir uma fábrica na região.

A fábrica deverá ficar instalada em Vimioso e pode vir a criar cinco postos de trabalho.

O projecto, que ronda os 300 mil euros, vai ser candidatado ao PRODER.

José Jambas, sócio gerente da empresa Tomelo, salienta que sem financiamento do programa é praticamente impossível avançar com o projecto.

“São fundamentais, sobretudo para quem é jovem e tem ideias novas. Estas medidas são essenciais para dar o passo em frente e dar continuidade àquilo que desejamos.”

O PRODER que vai disponibilizar quatro milhões de euros de investimento nos concelhos da Terra Fria Trasmontana.

Francisco Pires, técnico do Grupo de Acção Local da CORANE, deu a conhecer o programa em Miranda do Douro.

“É o desenvolvimento e dinamização das zonas rurais, que assenta no PRODER. Mas este é gerido pela CORANE. As candidaturas destinam-se a todas as pessoas que queiram residir nos concelhos de Miranda do Douro, Vimioso, Bragança e Vinhais”, explica.

Anabela Galego e António Carção, dois possíveis investidores, garantem que iniciativas como estas são imprescindíveis ao desenvolvimento da região.

“Isto é essencial para a sobrevivência dos concelhos do Interior. Valorizam aquilo que é nosso”, diz António Carção. Já Anabela Galego admite que com “todos estes apoios poderemos desenvolver a região".

O presidente da câmara de Miranda, Artur Nunes, sustenta que esta é uma oportunidade no combate à crise.

“Temos aqui um sinal positivo que há uma oportunidade e a também se pode resolver com investimento. Há aqui um instrumento que deve ser aproveitado por todos”, reforça o autarca.

De 28 de Dezembro arranca uma nova fase de candidaturas do PRODER que decorre durante dois meses.

Brigantia, 2010-12-23
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Danças Europeias no Festival Geada   Qua Dez 29, 2010 3:47 pm

.
De 28 a 30 de Dezembro
Miranda do Douro



Danças Europeias no Festival Geada

Está aí mais um festival que promete derreter o gelo em Miranda do Douro.

O Geada 2010 traz este ano ao planalto Danças Europeias e Danças Mirandesas.

Começa hoje e promete muita animação esta terceira edição.

Ao longo de três dias está garantida a animação no Festival de Inverno de Cultura e Música Tradicional das Terras de Miranda.

De 28 a 30 de Dezembro, a proposta é um redescobrir de experiências e tradições do Planalto Mirandês.

Um festival que tem superado as expectativas.

“Temos procurado a interacção entre os jovens com animação pela parte histórica da cidade. O festival iniciou com grande força e é isso que nos leva a faze-lo mais uma vez” refere André Pires, da organização.

As oficinas de danças mirandesas e europeias vêm trazer ao festival um estímulo à interacção entre público e bandas.

“Estas danças vão ser inseridas durante os concertos e pretendemos que haja mais público e animação para dançarmos todos juntos” afirma.

Passando pela música, mas nunca esquecendo a língua mirandesa, o festival deste ano conta também com oficinas de escrita e oralidade.

“Desde o início que tentamos fazer o Geada de forma que as pessoas conheçam a cultura mirandesa através da interacção entre jovens e idosos” refere. Relativamente à língua mirandesa “tem sido a nossa maior força para realizar o festival”. “Tal como a música, a língua é um elemento fundamental que temos de dar a conhecer”.

Grupos como Galandum Galundaina, Sebastião Antunes, Karrossel, Ogham, Uxukalhus e Roncos do Diabo são os destaques do festival que promete derreter o gelo das Terras de Miranda.

A organização está a cargo dos Pauliteiros de Miranda do Douro e da Associação Recreativa da Juventude Mirandesa.


Programa Completo:

Dia 28

VOLTA às ADEGAS

14h00 – Arruada

16h00 – Inauguração da “MIRARTE – Exposição Artística da Juventude Mirandesa”

22h00 – VOLTA às ADEGAS

00h00 – Gaitas à Solta

Dia 29

14h00 – Arruada
15h00 – Língua Mirandesa: oficina de escrita e de oralidade, com Alfredo Cameirão

17h00 – Oficina de Danças Mirandesas, Susana Ruano

18h00 – Oficina de Danças Europeias, Diana Azevedo

22h00- Baile Tradicional

Las Çarandas

SEBASTIÃO ANTUNES

KARROSSEL

GALANDUM GALUNDAINA

LSD

Dia 30

14h00 – Arruada

15h00 – Perspectivas actuais e futuras da música mirandesa, com Mário Correia

16h00 – Da língua à música tradicional Mirandesa, com Domingos Raposo

17h00 – Oficina de Pauliteiros

22h00 – Baile Tradicional

Coro Infantil de Miranda do Douro

OGHAM

UXU KALHUS

RONCOS DO DIABO

Animação Permante: IPUM, Pauliteiros da Cidade de Miranda do Douro e Mirandanças

Brigantia, 2010-12-28
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: 30 ovelhas foram mortas na Quinta do Cordeiro   Qui Fev 03, 2011 3:15 pm

.
Lobo ataca rebanho
Miranda do Douro



30 ovelhas foram mortas na Quinta do Cordeiro

30 ovelhas foram mortas em Miranda do Douro supostamente devido a um ataque de lobos.

Aconteceu na madrugada de segunda-feira na Quinta do Cordeiro.

O rebanho, com cerca de 300 ovelhas, estava num prado, perto das habitações.

Para além das 30 que morreram, muitas também ficaram feridas.

“Tantas horas a trabalhar nisto, e agora estragaram-me tudo” lamenta o proprietário do rebanho, Manuel Lopes. “Este animal não pára de pé” afirma, apontando para um ovelha ferida. “Já morreram uns 30 animais e estão outras para morrer. Outras estão feridas que não comem” acrescenta. “Tinha a cerca tão bem tapadinha com uns plásticos no prado, e não adiantou” salienta.
Manuel Lopes diz que este é o segundo ataque em menos de meio ano.

E aponta o dedo aos responsáveis pelo Parque Natural de Montesinho por largarem os lobos junto às aldeias.

“A culpa é do parque Natural de Montesinho que deitam os lobos, mas eu é que não quero este prejuízo porque trabalho 17 horas por dia e veio agora esta estragação que é a maior desgraça da minha vida” afirma. “Eu não consigo isto porque os animais são o meu sustento e alimento, porque se não fossem os animais, nós morríamos à fome” reforça.
Um prejuízo que ronda os 1500 euros.

Entretanto, fonte do Parque Natural de Montesinho (PNM) confirmou a abertura de um “processo de gestão” sobre este ataque.

No local esteve já uma brigada do Parque a verificar as condições em que terá ocorrido.

O resultado do processo será comunicado ao proprietário.

O PNM tem agora cinco dias para averiguar se estão cumpridas todas as condições para a atribuição de uma compensação ao proprietário pelos animais perdidos.

A mesma fonte adiantou que, tratando-se de uma espécie protegida, é impossível haver largada de animais na natureza.

Brigantia, 2011-02-02
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Fórum de peritos da Gaita de Fuolhe Mirandesa   Dom Fev 13, 2011 2:12 pm

.
Gaita de fuolhe Mirandesa
Miranda do Douro


Fórum de peritos da Gaita de Fuolhe Mirandesa

No dia 19 de Fevereiro a Associação Cultural Galandum Galundaina, vai realizar na cidade de Miranda do Douro um FÓRUM de peritos da Gaita de Fuolhe Mirandesa, integrado na Feira dos Sabores de Miranda do Douro.

O evento é promovido pela Galandum Galundaina Associação Cultural, com o apoio da Câmara Municipal de Miranda do Douro, da Delegação do Ministério da Cultura do Norte, de construtores de gaitas, de palheteiros e músicos gaiteiros.

Este fórum visa dar continuidade aos trabalhos iniciados em 2007, com o propósito de recuperar e padronizar a ”gaita de fuolhe Mirandesa”, única gaita portuguesa.

Em 2008 renasceu o instrumento do estudo de diversas gaitas antigas. Chegou-se a um padrão de construção, sem perder as principais características tímbricas e estéticas, e definiram-se medidas para que todos os construtores possam fazer instrumentos iguais, os músicos possam tocar em conjunto e assim fomentar o desenvolvimento das escolas de “gaita de fuolhe”.

A razão deste fórum é que passados estes anos, os músicos com a sua prática, concluíram que o instrumento tem alguns problemas de afinação que se podem melhorar, adquirindo outras potencialidades melódicas. Esta reunião é para definir com o rigor dos peritos as alterações que se pretendem e acrescenta-las ao documento da padronização.

A Gaita de fole Mirandesa é um instrumento com um timbre muito próprio e característico, com a escala “aberta” destemperada, com a tessitura de uma escala e meia cromática, permite fazer, com digitações definidas, escalas maiores, escalas menores, modais e ainda a possibilidade de tocar em conjunto com outros instrumentos.

Este feito tem uma grande importância para a cultura musical do Nordeste Trasmontano, uma vez que a “gaita de fuolhe” foi o instrumento musical mais tradicional da região, trata-se da recuperação de um instrumento que estava extinto, substituído pelas gaitas Espanholas, Sanabresa ou Zamorana e Galega ( raianas ).

A Padronização da “Gaita de Fuolhe” já permitiu que surgissem diversas escolas de gaiteiros na região trasmontana: Miranda do Douro, Sendim, Palaçoulo, Mogadouro, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Vila Real. Contam-se 10 professores, mais de 150 alunos e diversos construtores. O fundamental é que já se podem ouvir gaiteiros em todas as festas tradicionais da região, do país e alem fronteiras.

“Nien mais ua fiesta sien gaitas!”

Paulo Preto – Galandum Galandaina, 2011-02-13
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: 12º Festival Intercéltico de Sendim sob o signo das línguas minoritárias   Dom Fev 13, 2011 3:37 pm

.
5 e 6 de Agosto de 2011
Miranda do Douro



12º Festival Intercéltico de Sendim sob o signo das línguas minoritárias

O 12º Festival Intercéltico de Sendim realiza-se nos dias 5 e 6 de Agosto de 2011, com produção e organização da responsabilidade do Centro de Música Tradicional Sons da Terra.

Assim como quem obedece ao ciclo anual das estações, doze anos depois continuamos a reincidir com a festa intercéltica em terras de Sendim, recriando um tempo de celebração colectiva das músicas do nosso (des)contentamento.

Renovamos o convívio em tons maiores de partilha intercultural, procurando fazer da festa um tempo de (re)descoberta dos sortilégios, seduções e encantamentos das sonoridades que emergindo das raízes se actualizam e revigoram aqui e agora.

A décima segunda edição do Festival Intercéltico de Sendim decorre sob o signo das línguas minoritárias, o que não acontece, de modo algum, por acaso: decorrendo em pleno coração da Terra de Miranda, casa da língua mirandesa, vão escutar-se em Sendim cantos em asturiano (Corquieu), em basco (Xabi Aburruzaga), em bretão (Gwennyn) e em gaélico (Altan), estando o mirandês nas mãos de gente da terra (Célio Pires e Lenga-Lenga: Gaiteiros de Sendim) e de gente que, vinda de fora, por estas terras foi adoptada há muito tempo (Né Ladeiras).

Cinco línguas minoritárias em convívio intercultural com uma outra, maioritária, que nos palcos do Intercéltico estará representada por um grupo proveniente de Coimbra (A Barca dos Castiços).
Expressões actuais de distintas culturas, sem dúvida, mas unidas entre si pela essência identitária das respectivas raízes referenciais que procuram manter revigoradas, comungando de esforços e vontades em contribuírem para a sua valorização, dignificação e divulgação, contribuindo assim para a sua permanência expressiva no mundo dos nossos dias.

Músicas e cantos que emergem do passado mas que ganham hoje as energias vitais que as projectam no futuro.É assim em Sendim: as músicas que aqui ouvimos hoje fazem-nos falta para continuarmos a viver amanhã...

Concertos no Parque das Eiras

5 Agosto 201122h30 A BARCA DOS CASTIÇOS portugal23h30 GWENNYN bretanha00h30 XABI ABURRUZAGA euskadi

6 Agosto 201122h30 NÉ LADEIRAS portugal23h30 ALTAN irlanda00h30 CORQUIEU astúrias

Actividades Paralelas

6 Agosto 201109h00 - Ruta de ls Celtas: Passeio pelas Arribas do Douro11h00 - À Descoberta de Sendim com a Língua Mirandesa15h00 - Homenagem ao gaiteiro José João da Igreja (1911-1975)16h00 - Sanfonices: Romances Tradicionais (Célio Pires & Amigos)17h00 - Toca gueiteiro, quiero beilar! Oficina de danças tradicionais mirandesas (Lenga-Lenga: Gaiteiros de Sendim)18h00 - Gaiteiricos Mirandeses (VII Encontro de Jovens Gaiteiros do Planalto Mirandês)21h45 - Desfile em Caminho de Prado (Gaiteiricos Mirandeses)... E o licor celta e outras poções mágicas! ... E o convívio na esplanada do Passareiro! ... E as libações na moagem Meseta! ... E as barbáries da Taberna dos Celtas! ... E a festa entre todos partilhada!...

www.intercelticosendim.com

, 2011-02-13
In DTM




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Sabores Mirandeses mostrados em festival   Sex Fev 18, 2011 3:59 pm

.
XII Festival de Sabores Mirandeses
Miranda do Douro


Sabores Mirandeses mostrados em festival

XII Festival de Sabores Mirandeses vai levar a Miranda do Douro muitos turistas, curiosos e apreciadores da excelente comida transmontana.

É entre os dias 18 e 20 que surge uma viagem pelos sabores regionais, desde a vitela mirandesa ao cordeiro mirandês, passando pelo porco, fumeiro e doces roscos e sodos, tudoi acompanhado por vinha da região.

Durante o evento estão programadas actuações musicais, exposições, arruadas, jogos tradicionais, feira de artesanato, visitas guiadas ao centro histórico e percursos pedestres,.

Mas não faltarão as oficinas de instrumentos musicais e língua mirandesa, mercados de produtos regionais, passeios de BTT e montarias ao javali

, 2011-02-18
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Pais de Miranda do Douro insatisfeitos com o transporte escolar    Sab Fev 26, 2011 5:54 pm

.
Autocarros sem condições
Miranda do Douro


Pais de Miranda do Douro insatisfeitos com o transporte escolar

Voltaram as queixas em Miranda do Douro por causa do transporte escolar. A associação de pais do agrupamento de escolas do concelho reitera que os autocarros não oferecem as mínimas condições de segurança.

De recordar que este problema já se arrasta desde o início do ano lectivo e em Dezembro um grupo de alunos recusou-se mesmo a ser transportado desde Sendim.

Dos quatro autocarros que fazem o transporte diário dos alunos no concelho de Miranda, três já foram substituídos.

Mas no percurso Genísio, Malhadas, Miranda do Douro, o problema ainda se verifica.

A vice-presidente da Associação de Pais aponta os principais problemas que o transporte apresenta.

“Os principais problemas são a falta de condições das camionetas, que vêm cheias, têm os bancos rotos, têm falta de limpeza e em termos de mecânica deduzimos que não têm os mínimos para circular”, diz.

Susana Barroso acrescenta que já houve uma reunião com o responsável da empresa Santos, que assegura o transporte, e que ficou prometido substituir todos os autocarros sem condições.

Uma promessa que espera ver concretizada o mais brevemente possível.

“Já há uns tempos tive uma reunião com o presidente da câmara e com o senhor Santos e foi-nos prometido alterar três camionetas. Entretanto, já houve outras alteradas. Mas o de Malhadas é dos piores. O de Sendim tem o problema de os miúdos virem todos de pé. E é preciso assegurar que os miúdos venham todos acompanhados”, explica.

Contactada a empresa, o responsável não quis gravar declarações mas garante que, o mais tardar na segunda-feira, também o autocarro que faz o percurso Genísio, Malhadas, Miranda do Douro, será retirado de circulação.

Brigantia, 2011-02-25
In DTM

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Miranda quer «Porta do Turismo»   Qua Mar 02, 2011 11:36 am

.
Miranda quer «Porta do Turismo»


Câmara quer transformar a cidade numa porta de entrada de turistas em Portugal.

O presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro, Artur Nunes, defende a implementação do projecto de promoção turística «Porta do Turismo», uma «alavanca promocional» da região do Douro e do Norte de Portugal.

A ideia passa por receber os turistas e encaminhá-los para outros pontos do País, com recurso às novas tecnologias de informação e promoção turística.
A autarquia pretende desenvolver o projecto “Porta do Turismo”, em parceria com a iniciativa privada.
“A iniciativa resulta de uma parceria já estabelecida com o Turismo do Porto e Norte de Portugal e pretende ser uma montra do que Portugal tem de melhor em termos turísticos”, afirmou Artur Nunes.
O edil revelou que passam por Miranda do Douro mais de 150 mil turistas por ano, durante a cerimónia de abertura da XII edição do Festival de Gastronomia de Sabores Mirandeses. “Destes 150 mil turistas que visitam anualmente Miranda do Douro, cerca de 15 por cento são oriundos de países europeus,” contabilizou o autarca.

A conclusão do IC5, entre Alijó e Miranda do Douro, vai potenciar a actividade turística na região

O destaque vai para os cerca de 80 mil espanhóis que procuram a região do Douro, atraídos pelos cruzeiros ambientais realizados no troço internacional do rio, que liga a barragem de Miranda do Douro e a do Castro (Espanha).
Ainda no Douro Internacional, está ser preparada uma série de itinerários turísticos que pretende trazer à região os “amantes” do turismo de natureza e das actividades ao ar livre.
A conclusão do IC5, que liga Alijó a Miranda do Douro, será outra das formas de potenciar a actividade turística na região, contribuindo para a criação de mais riqueza.
Artur Nunes espera que o projecto \"Porta do Turismo” se concretiza em 2011.


Gastronomia reforça identidade

O secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade, defendeu, em Miranda do Douro, que os produtos endógenos podem ser aliados na promoção turística das várias regiões de Portugal.
Bernardo Trindade disse também que os certames regionais, como o Festival de Sabores Mirandeses são “um bom exemplo” do empenho que os portugueses demonstram nas potencialidades nacionais, levando-os a acreditar no futuro do País.
“A gastronomia faz parte da nossa identidade. Se conseguirmos conciliar a gastronomia com a natureza ou com os monumentos nacionais, estamos a servir Portugal,” concluiu o governante.

Francisco Pinto, Jornal Nordeste, 2011-03-01
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Um milhão de euros para requalificação da Sé Catedral e área envolvente   Sab Maio 21, 2011 2:22 pm

.
Nos próximos quatro anos
Miranda do Douro



Um milhão de euros para requalificação da Sé Catedral e área envolvente

A Sé de Miranda do Douro e o antigo Paço Episcopal vão sofrer uma intervenção que ronda o milhão de euros, montante aplicado nos próximos quatro anos com vista à requalificação dos monumentos.

Segundo disse hoje à agência Lusa a responsável pela Direcção Regional de Cultural do Norte (DRCN), Paula Silva, trata-se de uma obra \"urgente\" já que a cobertura do edifício está degradada havendo mesmo infiltrações da água da chuva num dos templos emblemático da região Norte do país.

\"A Sé de Miranda precisa de uma nova cobertura integral, a qual vai ser candidatada a fundos do QREN, tal como todo o projeto do futuro centro interpretativo que será edificado, aproveitado para o efeito as ruínas do antigo Paço Episcopal\", explicou a responsável.

O protocolo de cooperação para a reabilitação dos monumentos foi hoje assinado e junta a DRCN, Câmara e a Paróquia de Miranda do Douro.

Para Paula Silva, a projeto do futuro centro interpretativo é \"arrojado e moderno\" e elaborado sem \"esquecer\" os restos arquitetónicos do passado.

\"Trata-se de uma intervenção contemporânea efetuada num imóvel em ruínas mas respeitosa do património\" acrescentou.

Por outro lado, o presidente da Câmara de Miranda do Douro, Artur Nunes, disse que os monumentos foram votados ao esquecimento durante vários anos e havendo agora a possibilidade de os ligar e criar uma nova forma de cativar os turistas que visitam a cidade.

As intervenções fazem parte da designada \"Rota das Catedrais\" resultante do acordo de cooperação celebrado entre o Ministério da Cultura e da Conferência Episcopal Portuguesa.

Em jeito de conclusão o secretário de Estado da Cultura, avançou que o projeto mencionado envolve 25 catedrais de todo o território nacional.

\"Já estão contratualizadas 13 das 25 catedrais que integram o projeto da rota sendo uma intervenções que se vão desenrolar nos próximos quatro anos\", rematou o governante.


Lusa, 2011-05-21
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Caminhada transfronteiriça    Seg Maio 30, 2011 1:24 pm

.
Caminhada transfronteiriça Miranda do Douro

Perto de 350 pessoas caminharam para aproximar as povoações transfronteiras do Douro Internacional

Cerca de 350 portugueses e espanhóis participaram hoje na primeira caminhada transfronteiriça que ligou a cidade de Miranda do Douro ao castro de São João das Arribas, em plena região do Douro Internacional.

Com o rio Douro em pano de fundo, os caminheiros percorreram os oito quilómetros do traçado em pouco mais de hora meia, e nem a chuva os demoveu em levar a caminhada até ao fim, já que a iniciativa tinha como objetivo \"aproximar os habitantes da raia\".

Para animar os participantes, marcaram presença os pauliteiros de Miranda do Douro e um grupo de tamborileiros vindos da província espanhola de Salamanca, grupos folclóricos, que aproveitaram a passagem dos participantes, para dar a conhecer o folclore e a etnografia de ambas as regiões transfronteiriças.

Por seu lado, o presidente da Câmara de Miranda do Douro, Artur Nunes, disse que o passeio serviu para unir os povos da raia e ao mesmo tempo alertar as pessoas para a importância de salvaguardar os valores naturais, ambientais e culturais destas duas região ibéricas.

Do lado espanhol, a representante dos jovens castelhanos, Laura Perez, salientou a \"igualdade de género\" entre as populações da raia, como \"forma de criar oportunidades entre homens e mulheres em ambos os lados da fronteira\".

Uns em passo cadenciado, outros num ritmo mais acelerado, praticamente todos os participantes chegaram ao final da caminha \"satisfeitos\" com a beleza da paisagem e as cores \"alegres e vivas\" que pintam a região do Parque Natural do Douro Internacional.

\"O passeio foi interessante, apesar da chuva que nos acompanhou, não nos impediu de descobrir as belezas naturais de uma região rica do ponto do vista ambiental com é o Douro Internacional\", sublinhou Alexandra Mangas, uma caminheira vinda da região de Salamanca.

Os mais descontraídos aproveitaram para fazer o percurso de burro, já que uma associação local disponibilizou este meio de transporte para dar a conhecer uma raça autóctone ameaçada de extinção.

A caminhada foi organizada pela \"Asociación Juvenil Las Arribes del Duero\", em estreita colaboração com a Câmara de Miranda do Douro e com o Agrupamento de Cooperação Territorial Duero/Douro.

Lusa, 2011-05-30
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Miranda do Douro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Miranda do Douro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» P-47D "Arlette"
» Coração D'Ouro
» Salamandra/ 7° Capítulo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Actualidade Nacional :: Diversos-
Ir para: