Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Pintura

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Nadir homenageado aos 90 anos   Sab Dez 04, 2010 5:47 pm

.
Nadir homenageado aos 90 anos

por MARINA MARQUES
Hoje


O pintor, que hoje completa 90 anos, é o convidado de honra do XXIV Salão de Outono do Casino Estoril.

Uma semana depois de, pela terceira vez, ter sido operado à coluna, Nadir Afonso já estava debruçado sobre uma das várias telas que tem começadas. Desenrolada no chão da sala de trabalho, no segundo andar da sua casa, em Cascais, o pintor descobrira algo que precisava de ser retocado. "Eu demoro muito tempo para criar uma obra", diz. "Isto é um namoro para encontrar a forma pura, porque há leis matemáticas", revela.

Aos 90 anos, Nadir Afonso, um dos mais importantes pintores contemporâneos portugueses, continua a trabalhar com o mesmo prazer e entusiasmo de sempre, tentando encontrar a forma pura, absoluta, matemática. E três dias antes do seu aniversário, e da homenagem que a Galeria de Arte do Casino Estoril lhe rende, afirma convicto: "Aos 90 anos posso dizer que encontrei um sentido para a arte, ou seja, encontrei as leis que regem a obra de arte."

Para além de apresentar doze obras na exposição enquanto os 50 artistas convidados estão representados apenas com dois trabalhos, Nadir terá ainda direito a bolo de aniversário. Para o pintor, esta homenagem representa o encontro com velhos amigos, "alguns desde as Belas-Artes" no Porto, onde se formou em Arquitectura, no início dos anos 1940.

Mas não se alonga sobre o assunto. É que estas miudezas do dia-a-dia escapam-lhe. A ele, o que lhe interessa é a arte, a criação artística e a teoria estética que investigou desde cedo na sua carreira e que defende, contra tudo e contra todos. "Toda a minha vida procurei as leis que regem a obra de arte. Dizem que o artista é intuitivo e faz o que faz sem perceber, que o faz por intuição. Eu cometi a gaffe de tentar fazer e compreender o que faço. E, porque tenho uma estética, tentei depois explicar porque faço", diz, aludindo às várias obras que escreveu, desde La Sensibilité Plastique, em 1958, a O Tempo não Existe, editado já este ano. E toda essa busca teve consequências. "Cheguei a conclusões que diferem totalmente das conclusões vigentes. Não só em Portugal mas à superfície do planeta", afirma. "A meu ver, a obra de arte é regida por leis matemáticas. Há uma qualidade no espírito do homem que é puramente intuitiva. E trabalhando as formas, inconscientemente, o verdadeiro artista emprega leis matemáticas das quais não se apercebe", refere. Mas chegar a este ponto exige muito trabalho, muita perseverança. Por isso é o crítico mais feroz da sua obra: "O que foi apresentado no Museu do Chiado não vale nada", confidencia, referindo-se à exposição que este Verão foi apresentada, com obras realizadas entre 1930 e 1960. "No início ainda não tinha compreendido que havia as leis matemáticas", justifica.

In DN


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Fundação Nadir Afonso lançada a concurso no dia do aniversário do pintor    Dom Dez 12, 2010 11:18 am

.
Mestre fez 90 anos no passado dia 4
Chaves




Fundação Nadir Afonso lançada a concurso no dia do aniversário do pintor

A Câmara Municipal de Chaves assinalou o 90º aniversário do pintor Nadir Afonso, no passado dia 4, com o lançamento do concurso para a construção da fundação com nome do mestre. Globalmente, a obra, projectada por uma referência nacional da arquitectura, Siza Vieira, vai custar cerca de 9 milhões de euros e tem um prazo de execução de ano e meio.

A festa de aniversário do pintor teve lugar em Lisboa, na Galeria de Arte do Casino Estoril, com a inauguração de uma exposição de homenagem ao aniversariante.

“Tive a sensação que foi uma das melhores prendas que lhe pudemos dar”, disse, em conferência de imprensa, o presidente da Câmara de Chaves, João Batista, que participou na festa e entregou ao pintor uma cópia da acta com a aprovação do lançamento do concurso.

A Fundação Nadir Afonso vai ser financiada pelo Programa Operacional de Valorização do Território e se os prazos forem cumpridos deverá ficar concluída em 2012.

O edifício vai ser erguido nas hortas das Logras, na margem direita do rio Tâmega, pousando sobre uma plataforma de lâminas, por causa do risco de cheia. Quanto ao interior do espaço, no dia da apresentação do projecto, Siza Vieira explicou que as salas expositivas do edifício, uma delas reservadas ao espólio do pintor flaviense, serão paralelas ao rio. Além disso, a Fundação terá um pequeno auditório e uma biblioteca, uma loja e uma cafeteria. “Criamos condições para a obra de Nadir viver e se impor”, resumiria, na altura, Siza Vieira.


ST, 2010-12-10
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Nadir Afonso condecorado por Cavaco Silva   Qua Dez 15, 2010 4:33 pm

.
Completou 90 anos
Chaves



Nadir Afonso condecorado por Cavaco Silva

O pintor Nadir Afonso foi condecorado esta terça-feira com a Ordem Militar de Santiago e Espada pelo Presidente da República.

Nadir Afonso completou há poucos dias 90 anos de vida. Arquitecto e pintor, este artista português dividiu a vida entre Portugal, França e Brasil.

Para assinalar a data, o Museu da Presidência inaugurou uma exposição dedicada a Nadir Afonso. O artista agradeceu a homenagem de Cavaco Silva, mas diz que ainda não conseguiu entender a arte.

«Não posso explicar a obra de arte, é puramente intuitiva. Há qualidades na obra de arte que são certas, que são matemáticas, mas é uma matemática extremamente complexa que a razão não compreende. É por isso que os estetas, homens inteligentes e cultos, não compreendem a obra de arte», disse. Nadir Afonso.


, 2010-12-15
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Máscaras - Exposição de Pintura de Balbina Mendes    Sex Jan 07, 2011 4:25 pm

.
Até 28 de Fevereiro
Vila Real


Máscaras - Exposição de Pintura de Balbina Mendes

«Máscaras, Rituais do Douro e Trás-os-Montes» é o título da exposição de pintura sobre máscaras transmontanas de Balbina Mendes a realizar no Museu da Vila Velha de Vila Real. Esta exposição estará patente ao público a partir do dia 8 de Janeiro até 28 de Fevereiro de 2011.

Na abertura da exposição, pelas 17:00 horas, será feita a apresentação do livro de Balbina Mendes cuja temática é a mesma da exposição dos seus quadros. A. M. Pires Cabral será o apresentador deste livro.

É sabido que em Trás-os-Montes, mais concretamente a região nordeste desta região, terra que viu nascer a Pintora, é rica nos seus usos e costumes ancestrais, nomeadamente os que se relacionam com as festas populares das aldeias: dizeres, cantares e os desfiles de rapazes com as suas indumentárias e máscaras misteriosas e aterradoras. Esta genuína riqueza cultural das gentes transmontanas transmitiu a Balbina Mendes, em determinada altura do seu percurso artístico, uma nova sensibilidade e uma especial vontade de pintar máscaras. Conforme ela própria diz, sentiu a necessidade de pintar essas máscaras em tamanho maior do que a sua grandeza real.

Esta exposição de pintura sobre tela segue-se a outras realizadas em 2010, em várias salas de outros pontos de Portugal, a propósito da mesma temática. Este conjunto de quadros representam e mostram na tela máscaras feitas de madeira, latão, palha, vime e cortiça. Elas têm servido ao longo dos tempos como acessórios para cumprir rituais que remontam à antiguidade mas que perduram pela força e determinação das gentes transmontanas. É toda esta força aliada à profundidade da cor imprimida que marcam a sensibilidade artística da Pintora Balbina Mendes.

, 2011-01-06
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Museu 'perdeu' dez obras de Vieira da Silva   Qui Maio 26, 2011 2:43 pm

.
Museu 'perdeu' dez obras de Vieira da Silva

por DN.pt
Hoje


Herdeiros de Jorge de Brito retiraram dez quadros do museu, cumprindo o decidido em reunião de Janeiro.

Anunciaram e cumpriram. Ainda não eram onze da manhã quando uma carrinha de transportes se apresentou no Museu Arpad Szenes-Vieira da Silva, na Praça das Amoreiras, em Lisboa, para levantar dez quadros da pintora Vieira da Silva pertencentes aos herdeiros de Jorge de Brito.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Quadro de Botero vendido por um milhão de euros   Qui Maio 26, 2011 2:51 pm

.
Quadro de Botero vendido por um milhão de euros

por Lusa
Hoje


Uma pintura do colombiano Fernando Botero foi vendida por 1,4 milhões de dólares (cerca de um milhão de euros) num leilão de arte latino-americana realizado quarta-feira pela Sotheby's em Nova Iorque.

Intitulada "Una Familia" (1996), a tela do artista, nascido em 1932, foi a que atingiu o preço mais elevado, logo a seguir a uma escultura em bronze do mesmo criador, "Hombre a caballo" ("Homem a Cavalo"), que atingiu 1,2 milhões de dólares (846 mil euros).

Um autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo (1907-1954) - intitulado "Autorretrato en miniatura" - que levava uma estimativa entre 800 mil e 1,2 milhões de dólares (poderia obter um valor próximo de um milhão de euros), não obteve comprador no leilão.

Globalmente, o leilão de arte latino-americana da Sotheby's em Nova Iorque vendeu 56 obras e rendeu 21,7 milhões de dólares (cerca de 15,3 milhões de euros)

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Retrato de amante de Picasso vendido por 15 ME   Qua Jun 22, 2011 3:58 pm

.
Retrato de amante de Picasso vendido por 15 ME

por Lusa
Hoje


Um retrato que Pablo Picasso pintou em 1935 da sua amante Marie-Térèse Walter superou as expectativas dos especialistas ao ser vendido por 15 milhões de euros em Londres num leilão da Christie's de arte moderna e contemporânea.

"Jeune fille endormie", um quadro que raramente foi mostrado ao público, vendeu-se na segunda-feira por 13.481.250 libras (15.206.850 euros - 21.866.588 dólares).

Trata-se de um retrato íntimo de Marie-Térèse, que Picasso conheceu em 1927, quando tinha 45 anos e ela 17, convidando-a a ser seu modelo em diversas obras. Poucos anos depois, o casal foi viver no Château de Boisgeloup, nos arredores de Paris, e verificou-se um período de grande frenesim artístico durante o qual o artista espanhol pintou algumas das suas melhores obras, segundo os especialistas.

Executada em cores vivas e pinceladas expressivas, a obra foi adquirida pouco depois de ser pintada pelo filho do magnata da indústria automobilística Walter Chrysler. O quadro passou apenas por coleccionadores privados desde que foi pintado, até que, em 2010, foi cedido à Universidade de Sydney, na Austrália, por um doador anónimo com a condição de, no caso de ser vendido, o valor ser usado em investigação médica.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Nadir Afonso homenageado no Porto   Dom Jan 08, 2012 5:51 pm

.
Com lançamento de um livro
Chaves



Nadir Afonso homenageado no Porto

O pintor, arquiteto e ensaísta Nadir Afonso foi ontem homenageado no Teatro S. João, no Porto, com o lançamento do livro Nadir Afonso conversa com Agostinho Santos e com a inauguração de uma exposição de fotografia, de Olívia da Silva que dá a conhecer a vida e a obra do mestre.

De intermináveis horas de conversa nasceu o livro de Agostinho Santos, jornalista do Jornal de Notícias, em que Nadir Afonso fala de variados aspetos da sua vida, além dos ligados à pintura. A vida, a morte e o amor são alguns dos temas numa forma de mostrar o \\"lado mais humano do homem\\".

Agostinho Santos diz que com o livro pretende tornar Nadir mais próximo das pessoas. Uma forma diferente de mostrar o artista. E Nadir explica que \\"o que faz a diferença entre um homem e um artista é a sua sensibilidade\\".

Em Nadir Afonso conversa com Agostinho Santos dá voz à «radiografia inacabada» do percurso pessoal e artístico de Nadir Afonso. O livro desfia a linearidade do tempo e a rigidez das fronteiras geográficas: \\"Viajamos por Chaves, passamos pelo Porto, deambulamos por Paris, aterramos no Rio de Janeiro e em S. Paulo, e regressamos a Cascais, aos dias de hoje, que, com um normal cansaço, ainda são passados a pintar, que é, afinal, o que Nadir mais gosta de fazer\\".


Alfredo Teixeira in DN, 2012-01-08
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Qatar pagou 190 milhões de euros por quadro de Cezanne   Seg Fev 06, 2012 11:21 pm

.
Qatar pagou 190 milhões de euros por quadro de Cezanne

por DN.pt com agências
Hoje


'Os Jogadores de Cartas', de Cezanne

O Qatar pagou 250 milhões de dólares (cerca de 190 milhões de euros) pelo quadro 'Os Jogadores de Cartas', do francês Paul Cezanne (1839-1906), que se torna, assim, o quadro mais caro de sempre. Até aqui, o recorde pertencia ao ' Número 5, 1948', de Jackson Pollock, que tinha sido comprado em 2006 por 150 milhões de dólares (cerca de 106 milhões de euros).

A venda foi concretizada em 2011, mas só na semana passada os pormenores foram revelados pela 'Vanity Fair'. Esta pintura a óleo que mostra dois agricultores de Aix-en Provence a jogar cartas faz parte de uma série de cinco quadros, pintados entre 1890 e 1900, e que estão expostos em grandes museus, como o Musée d"Orsay em Paris e o Metropolitan Museum em Nova Iorque. Este quadro pertencia ao milionário grego George Embiricos, que o terá vendido à família real do Qatar pouco antes de morrer.

O Qatar é um dos dos países mais ticos do mundo, devido ao petróleo, e é o terceiro país com mais milionários - logo a seguir a Singapura e à Suíça. Nos últimos anos, o Qatar tem vindo a adquirir várias obras de arte no mercado internacional com o objectivo de se tornar uma referência no mundo da arte.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Nadir Afonso mostra visão cromática da cidade numa exposição em Veneza   Ter Ago 28, 2012 4:46 pm

.
Bienal de Arquitectura de Veneza
Chaves



Nadir Afonso mostra visão cromática da cidade numa exposição em Veneza

Um conjunto de obras do pintor Nadir Afonso vai ser exposto a partir de quinta-feira no Palácio Loredan, em Veneza, anunciou hoje a fundação dedicada ao artista português.

A exposição, que ficará patente até 10 de Novembro na sede do Istituto Veneto di Scienze Lettere e Arti, intitula-se Dell a estetica surrealista alla cittá cromatica («Da estética surrealista à cidade cromática»), e tem curadoria de Stefano Cecchetto.

Esta mostra, que, segundo a Fundação Nadir Afonso, decorre por ocasião da Bienal de Arquitectura de Veneza - que inaugura na quarta-feira - insere-se num conjunto de iniciativas de comemoração dos 90 anos do pintor português, entre elas várias exposições internacionais.

Na exposição em Veneza, a obra do pintor, inicialmente formado em Arquitectura, vai ser destacada a sua antiga colaboração com duas figuras destacadas da arquitectura moderna internacional: o francês Le Corbusier (1887-1965) e o brasileiro Oscar Niemeyer, actualmente com 104 anos.

Nadir Afonso trabalhou com os dois arquitectos entre as décadas de 1940 e 1950, primeiro em Paris e depois no Rio de Janeiro e São Paulo.

De acordo com a fundação, a primeira parte da mostra apresentará obras da fase surrealista, mais ligada aos anos 1940 e influenciada por artistas daquela corrente artística, a que se seguiu uma fase geométrica, da qual é destacado o período barroco do início dos anos 1950, quando Nadir ainda exercia arquitectura.

No entanto, o corpo principal da exposição visa destacar o trabalho contemporâneo do artista, no qual reinterpreta o tema da cidade e a sua visão cromática.

Entre as obras expostas, o artista apresenta um tributo a Veneza em três pinturas de diferentes períodos: The Grand Canal II (1957), onde a perspectiva da visão é distribuída num jogo de formas que evocam o horizonte de Veneza, Campos de San Zanipolo (1965), que desenvolve o perfil da arquitectura em azul e preto, e Procissão em Veneza (2002), onde se destaca a Praça de São Marcos.

Pintor, arquitecto e filósofo, Nadir Afonso nasceu em Chaves a 4 de Dezembro de 1920, tendo estudado Arquitectura na Escola de Belas Artes do Porto, e quando terminou o curso estabeleceu-se em Paris, onde colaborou com Le Corbusier e conheceu vários artistas que o influenciaram, como Cândido Portinari, Picasso, Magnelli, Poliakoff, Max Ernst, Giorgio de Chirico, Max Jacob e Fernand Léger.

Acabou por aprofundar o trabalho na pintura, passando pelas fases surrealista, barroca, e depois abstraccionista, desenvolvendo uma intensa investigação das construções geométricas espaciais e construtivistas.

Tem uma vasta obra publicada na área da estética da arte.

Desde 2010 que se encontra em construção o Centro de Artes Nadir Afonso, em Chaves, sua terra natal, um espaço artístico que irá receber exposições permanentes e uma biblioteca especializada em artes plásticas.

Lusa, 2012-08-28
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Exposição de pintura para tapeçaria abre em Bragança   Sab Set 21, 2013 2:18 pm

.
No Museu Abade de Baçal
Bragança



Exposição de pintura para tapeçaria abre em Bragança

Le Corbusier, Almada Negreiros ou Joana Vasconcelos são alguns dos autores das pinturas produzidas para tapeçaria de Portalegre expostas em Bragança.

«Vai ser Arte: 70 Anos de Arte Contemporânea» - a mostra que reúne 50 pinturas efetuadas para tapeçaria de Portalegre por artistas de várias correntes estéticas desde meados do século passado até à atualidade - é inaugurada esta quinta-feira no Museu Abade de Baçal, em Bragança.

Almada Negreiros, Maria Keil, Nadir Afonso, Manuel Cargaleiro, Le Corbusier, Mathieu Matégot, Malangatana, Camarinha, Eduardo Nery, Graça Morais e Joana de Vasconcelos são alguns dos autores dos trabalhos expostos.

A exposição, produzida pelo Museu da Presidência da República, esteve anteriormente patente nos Jardins do Palácio de Belém, em Lisboa, no âmbito do Belém Art Fest.

Permanecerá agora no museu de Bragança até 27 de outubro.

Lusa, 2013-09-16
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Obras de artistas portugueses embelezam barragens transmontanas   Sab Set 21, 2013 2:19 pm

.
Roteiro de Arte Pública e Arquitetura
Trás-os-Montes.



Obras de artistas portugueses embelezam barragens transmontanas

Nomes como Joana Vasconcelos, Pedro Cabrita Reis, Álvaro Siza Vieira, Souto Moura ou Fernanda Fragateiro assinam um roteiro de arte pública e arquitectura que está a ser implementado pela EDP.

A EDP está a implementar um Roteiro de Arte Pública e Arquitetura, com obras de arte de arquitectos, escultores, pintores e artistas plásticos, nas barragens de Trás-os-Montes.

O objectivo, diz Sérgio Figueiredo, administrador da EDP, é dotar a região com “um roteiro que é único no mundo” para atrair turistas.

O roteiro vai permitir ver as centrais hidroeléctricas desenhadas por Souto de Moura e Siza Vieira, em Foz Tua e Sabor, respectivamente, mas também obras de Cabrita Reis, Pedro Calapez, Joana Vasconcelos, Fernanda Fragateiro, entre outros.

“É um novo património para a Humanidade, construído por artistas portugueses, numa região que já está classificada pela UNESCO”, refere Sérgio Figueiredo.

Sem querer revelar onde ficará a obra da artista plástica Joana Vasconcelos, o administrador da EDP adianta, no entanto, que será junto à eclusa de uma das barragens do Douro. “Um local onde passam milhares de turistas e que possa provocar surpresa”, diz.

“Quem já fez uma eclusa, sabe do que falo. Vem daquele buraco, um bocado anti-claustrofóbico, e chega ao cimo, e vai confrontar-se com uma peça de arte que está mesmo a pedir a fotografia”, explica Sérgio Figueiredo, para concluir que é “isso que faz também a reputação de um país”.

O investimento no roteiro ronda os dois milhões de euros e vai abranger uma dezena de empreendimentos hidroeléctricos.

Olímpia Mairos in Renascença, 2013-09-18
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Pintura   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Pintura
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Ferrari F40 - Tamiya
» Reanault G 260 - AGIP
» Ford Mercury 49 RAT ROD "FINALIZADO 16/10!"
» Apresentação e pedido de desculpas
» hola

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Arte-
Ir para: