Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Arte em África

Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Arte em África   Dom Nov 30, 2008 3:57 pm

.
Aposta na África contemporânea



Política. Governo anuncia centro de arte em Lisboa

Projecto 'África.cont' terá parceiros como a Câmara de Lisboa e a Gulbenkian

Um centro de arte africana contemporânea é a aposta mais recente do Governo que negociou com a Câmara Municipal de Lisboa (CML), para ceder terrenos, e a Fundação Calouste Gulbenkian, para financiar o anteprojecto arquitectónico, segundo noticiou ontem o Público.

O anúncio desta decisão que tomou forma desde a cimeira UE-África durante a presidência portuguesa - que partiu de uma ideia do ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado -, será anunciado no dia 9 pelo primeiro-ministro. Sócrates falará da importância que o centro pode deter como ponte para com África e não apenas a lusófona.

A ideia é focar as atenções na arte africana dos nossos dias, fazendo deste centro de Lisboa, que deverá estar em funcionamento em 2012, uma das suas montras.

O autor do anteprojecto é também africano. Trata-se do arquitecto David Adjaye, natural da Tanzânia e a residir em Londres, que tem desenvolvido trabalho cultural na divulgação da arte daquele continente, nomeadamente arquitectónica.

Residências para africanos

O presidente da CML, António Costa, cedeu um edifício do século XVIII, nas Tercenas do Marquês, Janelas Verdes, para aí ser edificado o "África.cont", cujo funcionamento e programação, apenas em estimativas, aponta para um orçamento de quatro milhões de euros. Um programa de residências para artistas africanos faz parte do projecto que contará, a nível de concepção, com o consultor da Fundação Gulbenkian e especialista em arte africana contemporânea, José António Fernandes Dias.

Em declarações àquele matutino, o especialista defende uma filosofia que nada tem a ver com um museu, mas antes um "centro cultural, multidisciplinar, com uma lógica de projectos que se vão desenvolvendo".

Em 2009, haverá iniciativas que apontam para este tipo de divulgação. Está pensado um ciclo de novo cinema africano, em Março, Abril e Maio, ao longo de vários fins-de-semana, que contará com a presença de alguns realizadores.

Uma mesa-redonda com agentes culturais africanos para debaterem as funções do futuro centro foi igualmente programada, assim como exposições que terão a colaboração da Gulbenkian, Fundação Serralves, Museu Colecção Berardo, Culturgest e Ellipse.

Pensa-se numa futura gestão do centro com a autarquia lisboeta, o Estado e privados que vierem a aderir a esta iniciativa com os olhos numa África moderna. - L.F.

In DN

http://ecodanoticia.net/phpBB3/images/smilies/smilie34.gif" border="0" alt="" />

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
 
Arte em África
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» olá! estou me apresentando
» [Loja] Kollector.com.br
» Olá! Eu sou a Susana
» ola
» Ola!!! Muito prazer!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Arte-
Ir para: