Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Meteorologia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Meteorologia   Sex Out 03, 2008 2:15 pm

.
Portugal sob alerta devido a vento forte



Onze distritos do país estão sob aviso Amarelo devido à previsão de vento forte, que pode chegar aos 90 quilómetros por hora.

Onze distritos de Portugal continental estão esta sexta-feira sob aviso Amarelo devido à previsão de vento forte, que pode chegar aos 90 quilómetros por hora, segundo o Instituto de Meteorologia, informa a agência Lusa.

O aviso Amarelo, o segundo de uma escala que vai até quatro, estende-se aos distritos de Viana do Castelo, Braga, Vila Real, Aveiro, Guarda, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro.

O Instituto de Meteorologia prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, vento forte a moderado a forte, nas terras altas e litoral, e descida da temperatura nas regiões do interior.

In Msn Notícias

affraid

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!


Última edição por Admin em Dom Abr 11, 2010 9:36 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Meteorologia   Dom Nov 30, 2008 12:35 am

.
Vários acessos condicionados
Trás-os-Montes




Neve obriga ao corte de estradas

O Itinerário Principal 4 (IP4), na zona da serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, assim como várias estradas nacionais e municipais dos distritos de Viseu e da Guarda estão com os acessos condicionados devido à queda de neve.

O trânsito no Itinerário Principal 4 (IP4), na zona da serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, vai estar temporariamente cortado este sábado nos dois sentidos, para limpeza da neve, disse fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

A fonte referiu que a circulação no IP4 foi novamente interrompida cerca das 12:00, para a limpeza da neve que continua a cair na região. Acrescentou que a estrada poderá reabrir \\"em breve\\", mas de forma condicionada. A neve começou a cair com intensidade a partir das 19:00 de sexta-feira, em algumas zonas do distrito de Vila Real, afectando o trânsito em algumas estradas.

No distrito continua interrompida a circulação na auto-estrada A7, entre Vila Pouca de Aguiar e Fafe e a Estrada Nacional (EN) 206, entre Carrazedo-Montenegro (Valpaços) e Padrela (Vila Pouca de Aguiar) e a EN 31, entre Boticas e Salto.

Também com condicionalismos estão as vias que ligam Montalegre e Braga, e Mesão Frio e Amarante.

Apesar da forte queda de neve, o CDOS de Vila Real refere que não se registaram acidentes nas estradas distritais.


JN, 2008-11-29
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Neve levou caos e turismo à serra   Dom Nov 30, 2008 12:28 pm

.
Neve levou caos e turismo à serra



AMADEU ARAÚJO, Viseu

Mau tempo. Na viragem para Dezembro, as temperaturas baixaram, cobrindo de branco vários pontos dos distritos da Guarda, Viseu, Bragança e até Portalegre. Se o turismo da serra da Estrela facturou, a protecção civil entrou em prevenção, com cortes e acidentes em várias estradas

Distritos da Guarda e Viseu vestiram--se de branco

Do Montemuro à Estrela ou do Caramulo às Meadas, um imenso manto branco cobriu serras, vales e estradas dos distritos de Viseu e Guarda. A neve, que com a manhã se transformou em gelo, causou muitos e variados problemas nas estradas da região e apareceu mesmo em altitudes pouco abaixo dos 500 metros. Lucraram comerciantes e hoteleiros.

Em Gouveia e Seia, os bombeiros foram chamados a retirar condutores atascados na neve e na Guarda o trânsito foi cortado dentro da cidade mais alta. No Montemuro, na transição da Beira Alta para o Douro, os limpa-neves não pararam todo o dia e no Caramulo, devido à ausência destas máquinas, foram encerradas várias estradas. A neve começou a cair ao início da madrugada de ontem e foi uma constante ao longo de todo o dia. A situação mais complicada viveu-se em Gouveia, onde o manto branco "atingiu uma altura de 40 cm", conta Carlos Sousa, comandante dos Bombeiros de Gouveia.

Idêntica situação viveu-se em Seia, muito por culpa dos condutores, que "devem manter a calma, mas quando deslizam com o gelo assustam-se e aceleram", esclarece Virgílio Borges, comandante dos Bombeiros de Seia. Apesar do intenso nevão, o manto branco "foi amigo do turismo. A estrada deixa vir as pessoas até ao Sabugueiro e temos tido bastante negócio", adianta Manuel Barros, comerciante de peles e equipamentos para a neve na Cabeça do Velho. Também Jorge Patrão, do Turismo da Estrela, assegura que "os hotéis estão cheios para o fim-de-semana alargado. A neve proporciona sempre bons momentos na serra".

Na Guarda, o nevão "criou o caos no trânsito. "Durante a manhã, fomos obrigados a abrir um corredor rodoviário até ao hospital e na Via de Cintura Externa da Guarda que leva às auto-estradas", afirma Granja de Sousa, responsável pela protecção civil. A neve atrasou a distribuição dos produtos frescos, jornais, pão e medicamentos. E "provocou alguns acidentes". "A neve é um elemento que está entre a estrada e o pneu do carro e as pessoas têm que ter cautela", salienta Granja de Sousa. Apesar dos avisos, muitos condutores ficaram apeados. Já no distrito de Viseu houve problemas no Caramulo, onde os serviços da protecção civil encerraram a estrada que liga Tondela a Águeda e várias ligações secundárias no interior da montanha. Também no Mezio, encaixado entre as serras das Meadas e de S. Macário, a situação obrigou ao corte de várias estradas. A própria A24, que liga o litoral a Chaves, ficou com trânsito condicionado. Neste distrito, a neve caiu com mais força em Moimenta da Beira. "Não podemos sair para lado nenhum. A maioria das estradas está cortada e a sorte foi que o nevão começou a meio da manha. Se tem vindo mais cedo, nem a fruta e o peixe cá chegavam", diz Lurdes Requeijo, merceeira. Ao início da noite, bombeiros, Estradas de Portugal e Centro de Limpeza da Neve, em Piornos, entraram em prevenção.

In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Neve pára terça-feira   Seg Dez 01, 2008 11:14 am

.
Neve só pára terça-feira
Trás-os-Montes


Temperaturas vão continuar baixas

A neve vai continuar a cair, acima dos 800 metros, no Norte e Centro do País, ao longo dos dias de hoje e de amanhã. Fonte do Instituto de Meteorologia disse ao Correio da Manhã que só deve parar totalmente de nevar na próxima terça-feira. No entanto, as temperaturas vão continuar muito baixas, registando-se apenas uma ligeira subida da temperatura máxima.

Amanhã, os termómetros vão registar três graus negativos nos distritos de Bragança e da Guarda, zonas onde a queda de neve se pode verificar acima dos 600 metros de altitude. De resto, hoje e amanhã, a neve deve cair nos pontos mais altos dos distritos de Bragança, Vila Real, Braga, Viana do Castelo, Viseu e Guarda.

Para terça-feira, as previsões apontam para a ausência de precipitação em todo o País, com as temperaturas a manterem-se baixas.

Secundino Cunha in CM, 2008-11-30
In DTM

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Principais estradas do distrito de Vila Real transitáveis   Seg Dez 01, 2008 11:22 am

.
IP4, A24 e A7
Trás-os-Montes


Principais estradas do distrito de Vila Real transitáveis

As principais estradas do distrito de Vila Real, o Itinerário Principal 4 (IP4) e as auto-estradas A24 e A7, estavam transitáveis ao início da tarde de hoje, disse fonte da Brigada de Trânsito.

Segundo informações do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real, as dificuldades de circulação por causa da neve mantêm-se em algumas estradas secundárias do distrito.

A ligação a Vila Real - Mondim de Basto, por Lamas de Ôlo, EN 304, IP4 a Mondim de Basto e a EN 311 e 3 12, na zona de Boticas são as vias com a circulação ainda interrompida.

Condicionadas ou abertas, mas a circular com precaução, estão a EN 103, de Braga a Montalegre, Boticas, Chaves e limite do distrito, EN 206, Ribeira de Pena, Vila Pouca de Aguiar, Padrela, EN 212, Vila Pouca de Aguiar, Pópulo e Alijó


Lusa, 2008-11-30
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: "Como há muito não se via»   Seg Dez 01, 2008 11:28 am

.
«Como há muito não se via»
Boticas


Protecção Civil de Boticas atenta a populações isoladas pela neve e ajudou a retirar autocarro

Algumas aldeias do concelho de Boticas, na zona da Serra das Alturas, estão isoladas devido à neve e a Protecção Civil teve de remover um autocarro com 35 passageiros que ficou retido na estrada.

O presidente da autarquia, Fernando Campos, afirmou à Lusa que caiu um “nevão em Boticas como há muito não se via” e que, em alguns locais da Serra das Alturas, a “neve chega a atingir um metro de altura”.
“Temos algumas populações isoladas na serra devido à neve, mas a Protecção Civil e os bombeiros estão no terreno a suprir todas as necessidades”, referiu.

A Protecção Civil também teve que intervir para remover um autocarro com 35 passageiros que ficou preso na Estrada Nacional 311, no Alto do Serdedo, entre Salto e Boticas.

Segundo o autarca, o autocarro transportava os passageiros para Carvalhelhos, quando cerca das 12:00 ficou preso na neve.

O veículo foi removido cerca das 16:00 e ajudado, através de reboques, a inverter a marcha e a regressar a Braga, local de origem dos viajantes.

Fernando Campos acrescentou que a EN311 permanece encerrada ao trânsito há várias horas, num troço de quatro quilómetros, situação que afecta também a EN212, na zona do Alto de Curros, entre Boticas e Ribeira de Pena.

A neve começou a cair com intensidade a partir das 19:00 de sexta-feira, em algumas zonas do distrito de Vila Real, afectando a circulação em várias estradas.

Em Montalegre, os bombeiros de Salto tiveram que intervir para ajudar um condutor que ficou retido numa estrada secundária com um veículo com 30 porcos.

No entanto, segundo o vereador Orlando Alves, as brigadas da autarquia têm estado a limpar as estradas pelo que os principais acessos ao concelho estão transitáveis.

Porque as temperaturas já estão negativas na região, as brigadas da autarquia estão a deitar sal nas vias por causa do gelo e da neve.

Os acessos do litoral para Vila Real permanecem há várias horas praticamente intransitáveis devido à neve que cai na região transmontana, disse fonte da Brigada de Trânsito.

A principal estrada de entrada na região transmontana, o Itinerário Principal 4 (IP4), entre Amarante e Vila Real, ficou fechada ao trânsito ao final da manhã de hoje e ainda não reabriu.

Segundo a BT, apesar da intervenção dos veículos limpa-neve ainda não há previsões para a reabertura da via que liga os distritos do Porto, Vila Real e Bragança.

A fonte referiu que a via quase paralela ao IP4, a Estrada Nacional 15 (EN15), também está intransitável e, apesar de com grandes condicionalismos, reabriu a via que liga Mesão Frio e Amarante.

Também no IP4, junto ao Pópulo, concelho de Alijó, a circulação está cortada ao trânsito.

No distrito continua interrompida a circulação na auto-estrada A7, entre Vila Pouca de Aguiar e Fafe, uma situação que se arrasta desde as 21:00, a Estrada Nacional (EN) 206, entre Carrazedo-Montenegro (Valpaços) e Padrela (Vila Pouca de Aguiar).

O Governandor Civil de Vila Real, António Martinho, apelou ao condutores para evitarem circular nas estradas e para que cumpram rigorosamente as instruções da BT.

, 2008-11-30
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas



Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Balanço da actuação Protecção Civil Distrital   Qua Dez 03, 2008 5:46 pm

.
Intenso trabalho
Distrito de Vila Real


Balanço da actuação Protecção Civil Distrital

O fim-de-semana prolongado significou para os agentes da Protecção Civil do distrito de Vila Real um fim-de-semana com intenso trabalho, uma vez que a neve que caiu provocou o corte das vias principais do distrito.

Tal como a UFM foi informando ao longo dos últimos três dias o IP4, A7 e a A24 estiveram, paralelamente a outras estradas nacionais e municipais, encerradas ao trânsito.
António Martinho, Governador Civil e responsável máximo pela Protecção Civil no Distrito de Vila Real, considera positiva toda a actuação dos agentes no terreno.

António Martinho, reconhece que era impossível ocorrer ao mesmo tempo a todas as vias, daí que algumas estradas menos frequentadas fossem as últimas a ser limpas.

O responsável pela protecção civil enalteceu o esforço manifestado pelas corporações de Bombeiros que estiveram no terreno com profissionalismo, tendo inclusive prestado ajuda fora do distrito de Vila Real.
António Martinho lamenta que a actuação do dispositivo de protecção Civil do Distrito do Porto não tenha agido da melhor forma no que diz respeito à área do IP4. Um facto que vai motivar um reparo por parte de António Martinho a sua homóloga do Porto.

De referir que esta tarde está marcada uma reunião da Comissão Distrital de protecção civil do distrito de Vila Real onde vai ser analisada e avaliada toda a actuação dos agentes de Protecção Civil neste fim-de-semana de muita neve e frio no distrito.

Espigueiro/UFM, 2008-12-03
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas



Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Mais meios para enfrentar nevões   Sex Dez 12, 2008 5:35 pm

.
Resposta ao nevão foi «lenta»
Distrito de Bragança




Mais meios para enfrentar nevões

Depois no atraso na resposta dos meios ao nevão de há duas semanas, o que provocou o corte de várias estradas, o distrito de Bragança já preparou a resposta à lentidão verificada, e passou esta semana de dois para seis veículo limpa-neve.

O Governador Civil de Bragança, Jorge Gomes, admitiu ontem no final da reunião do Conselho Distrital de Segurança Rodoviária que há duas semanas a resposta ao nevão foi \"lenta\", porque os \"meios eram insuficientes\".

O distrito repensou a estratégia e se, no próximo fim-de-semana, nevar tal, como prevê o Instituto de Meteorologia, haverá \"mais meios, mais gente e estaremos mais preparados para responder à neve\", referiu Jorge Gomes.

Desde anteontem que estão afectos ao IP4 dois novos limpa-neve com espalhadores de sal de grande tonelagem, propriedade da empresa que concessionou a construção da A4. A estes juntam-se mais dois veículos das Estradas de Portugal, um dos quais não estava operacional, e mais duas viaturas, uma dos Bombeiros de Bragança outra dos Bombeiros de Macedo de Cavaleiros.

Hoje todos os meios vão ser posicionados para entrar em acção se for necessário. O Governo Civil recomendou ainda às Câmaras que tivessem os meios de protecção civil operacionais.


Glória Lopes in JN, 2008-12-12
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: A neve regressou   Dom Dez 14, 2008 5:10 pm

.
A neve regressou
Distrito de Vila Real


Neve obriga a circulação com precaução no IP4, na serra do Marão

A circulação efectua-se hoje com muita precaução no Itinerário Principal 4, entre Vila Real e Amarante (Serra do Marão), devido à queda de neve, disse fonte da Brigada de Trânsito (BT).

A neve regressou ao distrito de Vila Real, duas semanas depois de ter caído neste território com grande intensidade, tendo, na altura, obrigado ao corte de várias estradas e deixado algumas populações da serra praticamente isoladas.

Segundo a BT, a circulação no IP4, principal via de ligação de Trás-os-Montes ao litoral, faz-se com muita precaução, estando cortada ao trânsito a estrada nacional paralela, a EN15, também na zona da serra.

Segundo o Centro Distrital de Operações de Socorro de Vila Real, encontram-se ainda condicionadas ao trânsito a EN 206, em Vila Pouca de Aguiar, e as estradas municipais 313, entre Lamas de Olo e Vila Real, e a 1134 entre Vila Real e Anta.

Lusa, 2008-12-14
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Neve voltou a cortar estradas   Seg Dez 15, 2008 11:51 pm

.
Vaga de frio
Trás-os-Montes


Neve voltou a cortar estradas

A neve voltou a isolar aldeias e a cortar estradas. A ligação Castro Daire/Cinfães esteve fechada este domingo de manhã. A da Torre, na serra da Estrela, nao abriu. Os limpa--neves andaram em Montalegre. Em Bragança, muito frio.

A Estrada Nacional (EN) 321, entre Castro Daire e Cinfães, distrito de Viseu, esteve cortada ontem, durante toda a manhã. A ligação só foi restabelecida por volta das 13,30 horas, depois dos limpa-neves terem entrado em acção.

Várias aldeias da serra de Montemuro, naqueles dois concelhos, estiveram isoladas desde anteontem à noite, altura em que a neve começou a cobrir as encostas do monte.

Na cidade da Guarda a neve apareceu, mas não criou problemas de maior na circulação urbana. As principais ligações concelhias estiveram operacionais. A excepção foi a estrada Piornos-Torre-Lagoa Comprida, no maciço central da serra da Estrela, que se mantém cortada ao trânsito desde sábado.

Em Montalegre, a neve trocou as voltas à vida a quem teve de madrugar. Retido na estrada, o padre fontes deixou sem missa os paroquianos de Meixide, Vilar de Perdizes. Em Tourém, por pouco, a população não ficava sem pão. O padeiro, vindo da aldeia vizinha de Pitões das Júnias, teve de ser rebocado por um jipe. Também rebocados tiveram de ser alguns camiões na estrada da fronteira, bem como na subida dos Pisões.

Durante a tarde, e com a passagem dos limpa-neves da autarquia, as estradas do concelho mantinham-se transitáveis, excepto as que ligam a Pitões das Júnias e a Tourém, já isoladas ao meio da tarde. \"O pior é o vento, não deixa ver nada!\", explicava, ontem à tarde, o comandante dos Bombeiros de Montalegre, David Teixeira.

Em Bragança, a neve também caiu. E pela segunda vez este Inverno, mas desta vez a situação nas estradas do distrito era de \"tranquilidade\", garantiu Leonel Afonso, chefe de Gabinete do Governador Civil de Bragança.

Nenhuma estrada foi cortada à circulação automóvel, nem mesmo a Estrada Nacional 206, que liga Bragança a Mirandela, pela Serra da Nogueira. O IP4 também esteve circulável durante todo o dia. Na cidade, a neve caiu várias vezes, mas em pequena quantidade.

Rui Bondoso, Luis Martins,Glória Lopes e Margarida Lúzio in JN, 2008-12-15
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: IP4 e A24 cortadas ao trânsito   Dom Dez 28, 2008 6:06 pm

.
Mau Tempo
Trás-os-Montes


IP4 e A24 cortadas ao trânsito

Duas das principais estradas do distrito de Vila Real, o IP4 e a A24, foram cortadas ao trânsito por causa da queda de neve, encontrando-se muitas pessoas bloqueadas nestas estradas, disse fonte da Brigada de Trânsito (BT).

A neve regressou este sábado à região de Trás-os-Montes, acumulando-se ao gelo que há vários dias afectava várias localidades dos distritos de Vila Real e Bragança. Esta é a terceira vez, num mês, que neva no território do distrito de Vila Real.

Segundo a BT, o Itinerário Principal 4 (IP4), na zona da serra do Marão, entre Vila Real e Amarante, e a Auto-estrada 24 (A24), na zona de Vila Pouca de Aguiar, foram cortadas ao trânsito a meio da tarde de hoje, encontrando-se limpa-neves nestas vias a proceder a acções de limpeza.

A mesma fonte referiu que muitos automobilistas ficaram retidos nestas estradas por causa da queda de neve.

Lusa, 2008-12-28

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Após a chuva   Seg Dez 29, 2008 11:08 am

.
Após a chuva
Trás-os-Montes


Condução normalizada em todas as estradas

Estrada Nacional 338, entre a Lagoa Comprida/Torre e Piornos/Torre, na Serra da Estrela, foi a última a abrir ao trânsito este domingo, depois de vários itinerários estarem bloqueados, devido à neve e ao gelo.
De acordo com a Brigada de Trânsito (BT) da Guarda Nacional Republicana (GNR), neste momento, já não há nenhuma estrada cortada ao trânsito, uma vez que o tempo está a melhorar e a neve começou a derreter.

Depois da neve e da chuva que se fez sentir em todo o território nacional no sábado, a grande preocupação de hoje nas estradas portuguesas é apenas o gelo.



, 2008-12-29
In DTM


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Frio faz disparar venda de lenha na Guarda   Ter Jan 06, 2009 10:40 pm

.
Frio faz disparar venda de lenha na Guarda



No distrito da Guarda, a venda de combustível disparou, nos últimos dias. Perante o cenário da onda de frio, este distrito está em alerta amarelo.

A reportagem da TSF foi tentar saber como é que uma das cidades mais altas do país tenta fintar a descida acentuada da temperatura e verificou que os fornecedores de lenha não têm mãos a medir com tanto trabalho.

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1067652

- O jornalista da TSF, Amadeu Araújo, esteve na Guarda e constatou a procura de lenha nestes dias

Nestes dias, em que o frio gelado e seco aperta na Beira Alta, os habitantes da Guarda já não querem ir aos pinhais, mas comprar a lenha já pronta a arrumar.

António Cunha, um vendedor de lenha de Viseu afirmou à TSF não ter mãos a medir, face à grande procura, sobretudo de pinho e carvalho.

Outra alternativa às tradicionais lareiras são as caldeiras de aquecimento, que fez disparar as vendas de combustível.

Carlos Santos, proprietário de uma empresa que vende exclusivamente gasóleo para aquecimento, afirmou que, na cidade de Viseu, este combustível tem uma demora para entrega de 15 dias, devido, em grande parte, ao seu baixo custo.

Com temperaturas que oscilam entre os três graus negativos e os oito positivos, a procura de calor tem sido mais que muita.

As caldeiras, os aquecedores e as lareiras são, por estes dias, o aconchego que mitiga o frio.

A meteorologia prevê para a próxima quarta-feira, para o distrito da Guarda, uma temperatura máxima de zero graus e mínima de seis graus negativos

In TSF online


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas



Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Vaga de frio já fez 30 mortos   Qua Jan 07, 2009 6:35 pm

.
Vaga de frio já fez 30 mortos



A vaga de frio na Europa já fez, pelo menos, trinta mortos em três dias, um número que pode continuar a aumentar. Nos últimos dias, um frio glaciar tem-se registado um pouco por toda a Europa.

Na Roménia, os termómetros chegaram aos 31 graus negativos, a Alemanha já esteve com 26 graus negativos e a Polónia com 25 graus negativos.

Na Polónia, já morreram, esta quarta-feira, sete pessoas, vítimas de hipotermia.

A queda de neve paralisou a cidade de Marselha. O aeroporto internacional da segunda maior cidade francesa está fechado e a circulação de comboios e autocarros foi suspensa.

A circulação em Paris está também condicionada e o tráfego no aeroporto de Chales de Gaule, o principal aeroporto do país, tem tido várias interrupções.

Na Bélgica, com temperaturas na casa dos 20 graus negativos, as locomotivas dos comboios gelaram. Esta manhã, a maior parte dos comboios não podia circular.

Há melhores notícias para a Itália. Os aeroportos de Milão, Turim e Bergamo foram reabertos há pouco mais de uma hora. Os espaços estiveram fechados para que as camadas de neve na pista, que chegaram aos 30 centímetros, pudessem ser removidas.

Ainda assim em Londres espera-se que o pico de frio já tenha passado. O alerta emitido, esta quarta-feira, pelas autoridades dá conta de temperaturas mais suaves para aquelas que foram registadas nos últimos dias.

A vizinha Espanha está com alerta amarelo em treze províncias. Segundo a última previsão da agência estatal de meteorologia espanhola avisava que podia acumular-se neve até dez centímetros em várias locais do território espanhol.

In TSF online

Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas



Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Evitar actividades físicas intensas e cautela na condução   Qui Jan 08, 2009 12:43 am

.
Protecção Civil recomenda
Trás-os-Montes


Evitar actividades físicas intensas e cautela na condução

A descida acentuada das temperaturas nos próximos dias levou a Autoridade Nacional de Protecção Civil a emitir recomendações.

O frio que se fará sentir implica cuidados redobrados, com a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) a recomendar atenção aos noticiários, condução com cautela e velocidades baixas, utilização de várias camadas de roupa e não de roupa justa ou que faça transpirar e evitar actividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço.

A ANPC recomenda ainda uma poupança de energia de modo a não sobrecarregar a rede, que daria origem a falhas de electricidade.

Relativamente ao modo de aquecer a casa, é ainda recomendada atenção para que as casas com lareira sejam ventiladas, desligar as garrafas de gás quando se substituem, caso se utilizem aquecedores, e que estes não sejam utilizados para secar roupa, nem deixados perto de locais que possam ser potenciais causas de incêndios.

Segundo as previsões do Instituto de Meteorologia, Portugal continental será influenciado nos próximos dias \"pela acção de uma massa de ar polar inserida na circulação de um anticiclone localizado nas Ilhas Britânicas, trazendo ar seco e frio\"

As previsões até 10 de Janeiro indicam a descida das temperaturas até níveis negativos, que poderão levar à formação de gelo ou geada.

Lusa, 2009-01-07
In DTM

Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Filas de passageiros no Aeroporto de Barajas   Dom Jan 11, 2009 12:42 am

.
Milhares continuam retidos no aeroporto de Madrid, alguns há mais de 24 horas

Ontem às 18:44
Epa



Filas de passageiros no Aeroporto de Barajas

Milhares de pessoas permaneciam, durante a tarde deste sábado, nos terminais do Aeroporto de Barajas, em Madrid, devido aos atrasos nos voos – nalguns casos de mais de 24 horas -, provocados pelos fortes nevões na região espanhola. Os protestos multiplicaram-se e a policia foi chamada a intervir.
Mais de 20 horas depois do início do nevão em Madrid, o Aeroporto de Barajas continua a viver um caos, com uma vasta fila de passageiros indignados pela falta de informação e muita desordem na zona das bagagens, já que inúmeros voos foram cancelados e desviados.

Até ao meio-dia deste sábado apenas partiram uma quarta parte dos voos previstos, mais de mil, apesar de normalmente aquele aeroporto acolher 1200 voos por dia.

Esta situação levou, entretanto, o líder do maior partido da oposição (PP) a pedir a demissão da ministra do Fomento, Magdalena Álvarez, acusando-a de provocar o caos e de aumentar os problemas. Para Mariano Rajoy, a suspensão das operações em Barajas durante cinco horas na sexta-feira prova que o governo socialista não é eficaz.

Por sua vez, o executivo espanhol acusou, sexta-feira, a Agência Estatal de Meteorologia de Espanha de incapacidade para prever o nevão e responsáveis socialistas criticaram o governo regional de Madrid (PP) pela lentidão na limpeza de neve em toda a capital espanhola, em especial no aeroporto.

Apesar da neve já não cair em Madrid, as complicações em Barajas continuam a afectar outros aeroportos espanhóis e internacionais.

In TSF

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Escolas encerradas segunda-feira em Baião   Dom Jan 11, 2009 7:30 pm

.
Todas as escolas encerradas segunda-feira em Baião

Hoje às 18:30



Todas as escolas de Baião vão encerrar segunda-feira devido às dificuldades de circulação no concelho provocadas pelo gelo nas estradas. À TSF, o presidente da autarquia de Baião adiantou que estão ainda a ser tomadas medidas para garantir assistência médica a quem mais precisa.

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1070328

José Luís Carneiro, presidente da Câmara de Baião, diz que estão a ser tomadas medidas para garantir assistência médica a quem mais precisa

As trinta escolas daquele concelho do distrito do Porto vão estar fechadas, porque a existência de gelo nas estradas impede que o transporte escolar se faça em segurança.

A medida afecta quase três mil alunos dos três ciclos de ensino básico e do secundário - 29 escolas de três agrupamentos - e ainda as crianças de 12 jardins de infância.

A decisão de encerrar as escolas do concelho foi tomada, este domingo, num encontro que juntou representantes da Câmara Municipal de Baião, do Governo Civil do Porto, dos bombeiros e dos agrupamentos escolares.

Além disso, estão a ser tomadas medidas para garantir assistência médica aos «cidadãos que requerem tratamentos especiais», através da «articulação entre os bombeiros e os centros de Saúde, ao criar uma rede de apoio domiciliário em termos de enfermagem», disse o presidente da Câmara de Baião.

José Luís Carneiro adiantou que sempre que possível vão tentar compatibilizar esse serviço de enfermagem com o «serviço de medicina».

Devido ao forte nevão que atingiu a região do Baixo Tâmega na sexta-feira, mantêm-se isoladas sete aldeias do concelho de Baião, nomeadamente dois lugares na freguesia da Teixeira, dois em Santa Maria do Zêzere, dois em Valadares e um na freguesia de Frende.

In TSF

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Estradas de Viseu, Braga e Vila Real são as mais afectadas   Seg Jan 12, 2009 11:30 pm

.
Protecção Civil
Distrito de Vila Real




Estradas dos distritos de Viseu, Braga e Vila Real são as mais afectadas

As estradas dos distritos de Viseu, Braga, Vila Real e Aveiro são as mais afectadas pelas temperaturas baixas, com várias estradas nacionais e municipais cortadas e condicionadas devido ao gelo e à neve, segundo a Protecção Civil.

De acordo com o sítio da Autoridade Nacional de Protecção Civil na Internet, estão cortadas ao trânsito as estradas municipais entre Resende e Feirão, a 1230 entre Coelheira e Candal, a 539 entre Alhões e Lamego, e entre Vila Chã e Penajóia (Lamego).

Todas as estradas municipais acima da Estrada Nacional (EN) 212 estão cortadas no concelho de Resende, bem como todas as estradas municipais na zona envolvente a S. Macário e Coelheira, no concelho de S. Pedro do Sul.

No que diz respeito a estradas condicionadas, no distrito de Viseu, estão a estrada municipal 555 entre Cinfães e Nespereira, a EN 222 Lamego-Régua, EN 329 Tarouca-Vila Nova de Paiva, EN 321 Cinfães-Castro Daire, EN 226 Lamego-Tarouca e na zona de Rossas.

No distrito de Braga, está cortada a EN 308-1 Vilar Veiga/Portela do Homem e condicionadas a EN 307 Chamoim-Covide (Terras de Bouro) e EN 304 S. Bento da Porta Aberta-Covide.

De acordo com a Protecção Civil, estão também cortadas no distrito de Aveiro a Estrada Municipal 324 Arouca/Cabreiras, a EN 227 Arões/Junqueira, bem como todos os acessos à Serra da Freita, estando ainda condicionada a estrada municipal Dornelas-Arestal.

No distrito de Vila Real, a EN 313-313 1 entre Galafura-Vila Seca e a Autoestrada 07 entre Vila Pouca-Ribeira de Pena estão condicionadas.

Estão ainda cortadas a EN 101 Amarante-Mesão Frio, no distrito do Porto, e EN 246-2 Salão Frio-Reguengo e a estrada municipal Cabeço de Mouro-Arrieiro de Cima no distrito de Portalegre.

A estrada municipal 583 entre Tremes e Santos no distrito de Santarém está cortada desde domingo de manhã devido ao gelo.

Nos distritos de Castelo Branco e Guarda foram reabertas domingo a EN338 entre Manteigas/Piornos/Torre e todos os acessos ao maciço central, através da EN339 Piornos/Torre/Lagoa Comprida, de acordo com dados da Guarda Nacional Republicana (GNR).


Lusa, 2009-01-12
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas



Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Tremer de frio   Ter Jan 13, 2009 10:55 pm

.
Tremer de frio

O País já não treme só de frio. Treme de cada vez que pensa como está a sua segurança em situações de crise.

Senão, vejamos: as temperaturas baixas foram antecipadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia. A Protecção Civil emitiu vários alertas nos dias anteriores. E o que aconteceu? Os números são aterradores: 114 estradas cortadas em vários distritos do País, 6 mil crianças (só em Amarante e Baião) sem aulas, 23 aldeias (só do concelho de Baião) continuam isoladas devido ao gelo.

Onde esteve a capacidade de antecipar e minorar as dificuldades das populações? O que falhou? Não basta, num país da UE, que o Governo reconheça que houve "uma ou outra falha". Não é aceitável que, em pleno século XXI, se diga que o País não está habituado a este frio. Mal surgiram os primeiros alertas tinham que ter sido accionados todos os planos de contingência, tinham que ter sido mobilizados todos os meios.

Num país pacífico, e em situações extremas, as Forças Armadas devem estar ao serviço das populações e deviam ter sido chamadas a ajudar. Só assim o País se sente seguro. Só assim o País pode confiar na Protecção Civil, que é suposto ser um dos garantes da nossa segurança.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Estradas consomem milhares de euros em sal   Qui Jan 22, 2009 1:15 pm

.
Condições climatéricas adversas
Bragança




Estradas consomem milhares de euros em sal

Sabia que, só neste Inverno, já foram gastas mais de 50 toneladas de sal nas ruas do concelho de Bragança, o que equivale a 1 250 euros? Que este sal é de origem marinha e que chegaram a andar seis dezenas de pessoas a espalhá-lo nas estradas?

Estas são, apenas, algumas das curiosidades relativamente à actuação da Câmara Municipal de Bragança (CMB) face às condições climatéricas adversas que, neste Inverno, têm assolado a região.
Segundo o vice-presidente da CMB, Rui Caseiro, esta foi a primeira vez, em oito anos, que se gastou tanto sal nas estradas de Bragança. “Nos outros anos, a quantidade dispendida foi insignificante comparativamente à que já gastámos só este ano”, explicou o autarca.
Uma vez que o concelho está integrado numa região de montanha, onde se enfrentam temperaturas muito baixas, a autarquia está sempre prevenida e precavida, quer ao nível de quantidades suficientes de sal ou de equipamentos para o ajudar a espalhar. “Nós temos sempre stock de sal, e só na semana passada chegaram mais 80 toneladas”, acrescentou Rui Caseiro.
Devido às condições adversas registadas este ano, a autarquia chegou a colocar 60 pessoas nas ruas a espalhar o produto. “Tentamos mobilizar muitos meios humanos, que só podem começar a trabalhar de manhã, quando há uma subida das temperaturas, já que, de outra maneira, o sal não actua. Se for lançado de madrugada não faz efeito nenhum”, explicou o responsável.

Câmara de Bragança paga 25 euros por cada tonelada de sal

Sendo de origem marinha, grande parte do sal adquirido é proveniente da região de Aveiro. “É um sal de segunda categoria, porque é para espalhar nas estradas”, explicou o autarca.
Ao custo de 25 euros cada tonelada, a CMB já gastou milhares de euros para derreter o gelo e repor o stock. “O preço não é muito elevado, mas quase que custa mais o transporte do que o próprio sal”, sublinhou o responsável.
Além deste investimento, a edilidade adquiriu, na semana passada, dois novos equipamentos para a distribuição de sal, que se podem acoplar a veículos 4x4.
Agora podemos chegar com maior rapidez às localidades para espalharmos sal. Antes, os equipamentos eram instalados em tractores, pelo que demorávamos mais tempo”, salientou o autarca.
Além da CMB, também o Governo Civil (GC) do distrito de Bragança concebeu um plano de prevenção e accionou diversos meios para responder às intempéries. “Definimos algumas tarefas ainda antes do mau tempo, pelo que os espalhadores de sal e os limpa-neve estavam preparados atempadamente”, informou o governador civil, Jorge Gomes.
No caso de algum condutor ficar retido na neve, o GC fazia o acompanhamento da viatura, fornecia algum combustível e distribuía um kit de ajuda que continha uma sandes, água e sumo, bem como um folheto informativo.
“Algumas pessoas chegaram a ficar 8 horas sem contacto algum, pelo que aproveitámos a disponibilidade do MotoCruzeiro que nos ajudou com alguns condutores de moto 4 que chegavam mais rápido aos locais onde estavam pessoas retidas na neve”, sublinhou Jorge Gomes.

Sandra Canteiro, Jornal Nordeste, 2009-01-21
In DTM

affraid

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Vento arrancou telhado de zinco de carpintaria   Seg Jan 26, 2009 6:19 pm

.
Duas horas sem energia eléctrica
Bragança


Vento arrancou telhado de zinco de carpintaria

O vento forte, com rajadas a rondar os 120 quilómetro por hora, de anetontem à noite, arrancou a maior parte do telhado de zinco de uma carpintaria, localizada num dos bairros mais populosos de Bragança, danificando várias viaturas estacionadas na via pública.

Eram 21h49 quando uma moradora de um prédio em frente à Carpintaria Lopes, localizada na Avenida das Forças Armadas, em Bragança, ligou para o 112 dando conta de que o vento havia arrancado as placas de zinco do telhado da carpintaria, atingindo vários automóveis. Há vários prejuízos a registar no pavilhão da carpintaria e nos veículos que se encontravam estacionados na rua.

O telhado esteve na eminência de ser completamente destruído pela fúria das rajadas de vento, cujas previsões apontavam para que chegassem aos 120 quilómetros/hora, mas só não o foi porque os Bombeiros de Bragança procederam a uma operação para segurar o que restava das placas de zinco.

Um trabalho que se revestiu de dificuldades devido à escuridão, uma vez que o bairro esteve cerca de duas horas sem energia eléctrica. «Ainda tivemos se segurar também o telhado da varanda de uma casa, que existe num terreno nas traseiras da carpintaria, que ameaçava soltar-se», explicou Carlos Martins, dos Bombeiros de Bragança.

O proprietário da carpintaria, Alexandre Lopes, ainda não fez o cálculo dos prejuízos, mas estima que sejam alguns milhares de euros, uma vez que além do telhado danificado no anexo, o vento levantou também várias telhas do pavilhão onde estão instaladas as máquinas.

Glória Lopes in JN, 2009-01-26
In DTM

Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin


Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Conferência dia 30 de Janeiro   Qui Jan 29, 2009 5:37 pm

.
Conferência dia 30 de Janeiro
Bragança


«Bases da Previsão do Tempo e do Clima e Cenários do Clima Futuro»

Numa altura em que se discutem as questões da Energia e das Alterações Climáticas, mais uma vez, o Centro de Informação Europe Direct de Bragança, conjuntamente com a Escola Superior de Tecnologia e Gestão, promove uma conferência intitulada “Bases da Previsão do Tempo e do Clima e Cenários do Clima Futuro”.

A conferência, proferida pelo Professor Catedrático João Medina Corte-Real, da Universidade de Évora, terá lugar no dia 30 de Janeiro, com início às 9h30, no Auditório Alcínio Miguel da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Bragança.

O Professor João Corte-Real tem longa experiência e reputada carreira de investigação nesta área científica e os seus contributos para o avanço do conhecimento decerto concorrerão para fundamentar o interesse pela temática e estimular o debate que se seguirá à conferência.

Dada a importância do tema, bem como a relevância do orador convidado, a organização apela à participação do público em geral, dando a conhecer que a entrada será livre e que será entregue um Certificado de Participação.


, 2009-01-29
In DTM

Idea Arrow

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Chuva veio para ficar   Dom Fev 01, 2009 5:29 pm

.
Chuva veio para ficar

Hoje às 13:41



Até ao dia 10 espera-se chuva em Portugal continental, mas as previsões da meteorologia apontam para uma aberta no próximo sábado, quando o sol deve espreitar.

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1125868

- Meteorologista José da Costa Teso diz que o mau tempo vai prolongar-se pelos próximos dias

As previsões da meteorologia apontam para mau tempo nos próximos dez dias.

«A visão durante a semana é de Inverno, de chuva, aguaceiros, queda de neve, algumas trovoadas», explica à TSF José da Costa Teso.

Para o próximo sábado, há esperança de uma ligeira melhoria, mas o meteorologista avisa que não é nada de definitivo.

«Dia 7 que é sábado eventualmente o céu estará temporariamente com pouca nebulosidade», afiança.

Este domingo, o mau tempo vai continuar. Em alguns locais pode até cair granizo e mesmo neve na Serra da Estrela.


Como consequência do tempo invernoso, há problemas nas estradas um pouco por todo o lado. A unidade nacional de trânsito assinala duas dezenas interrompidas, sobretudo no centro do país.

In TSF

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Mau tempo regressa em força a partir de terça-feira   Seg Fev 02, 2009 12:07 pm

.
Mau tempo regressa em força a partir de terça-feira

Hoje às 08:53



Nesta segunda-feira, o tempo vai melhor um pouco, mas a partir de amanhã. volta a piorar, como adianta à TSF a meteorologista Cristina Simões. O cenário de chuva e vento deverá manter-se durante toda a semana.

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1126342

- Meteorologista Cristina Simões diz que hoje o tempo melhora, mas amanhã volta a agravar-se

O mau tempo dos últimos dias vai hoje abrandar para regressar em força a partir de amanhã.

«Prevemos um novo agravamento do estado do tempo para a tarde de terça-feira, céu em geral muito nublado e períodos de chuva a partir da tarde, com ocorrência de queda de neve acima dos 800 metros», explicou à TSF a meteorogista Cristina Simões.

Espera-se «também uma intensificação do vento, que começará fraco, tornando-se moderado de sudoeste. No litoral soprará forte até 0 quilómetros por hora e nas terras altas poderá atingir rajadas de 90 quilómetros por hora», prosseguiu.

Prevê-se ainda uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões Norte e Centro.

In TSF

Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy



Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Mau tempo continua   Sex Fev 06, 2009 6:33 pm

.
Mau tempo continua
Trás-os-Montes


Vila Real foi onde mais se justificou alerta amarelo

O distrito de Vila Real foi o mais afectado, ontem, pelo mau tempo depois de a Protecção Civil ter colocado na quarta-feira o território português em alerta amarelo - o segundo na escala de gravidade.

No distrito de Vila Real, a Protecção Civil teve de assistir 30 pessoas que ficaram retidas nas estradas e cerca de 150 alunos foram impedidos de ir às aulas, devido à intensidade do oitavo nevão do ano. Segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), várias estradas foram cortadas ou encontram-se condicionadas devido a inundações ou à queda de neve nos distritos de Coimbra, Castelo Branco, Viseu, Guarda e Aveiro.

\"Vão estar agentes preparados e em alerta, para intervirem rapidamente em situações de emergência\", disse o Comandante Distrital de Vila Real, Carlos Silva, apesar de a considerar uma situação \"mais ou menos normal\". O responsável realçou ainda a existência de meios de limpeza de neve disponíveis.

Segundo o Instituto de Meteorologia (IM), prevê-se para hoje neblina ou nevoeiro, períodos de chuva e aguaceiros fortes, vento moderado a forte para todo o país e neve em zonas acima dos 500 metros. Até domingo, a ANPC prevê uma descida gradual da temperatura mínima podendo ocorrer formação de gelo ou geada.

O IM refere que a agitação marítima é o mais preocupante. \"A costa Leste encontra-se fechada e, na costa Sul, a barra Faro - Olhão está condicionada a embarcações menores a 10 metros\", disse o Tenente Borges Ferreira, do Instituto Hidrográfico. Hoje a agitação marítima na costa Ocidental diminuirá.

Os distritos de Áveiro, Coimbra, Leiria, Santarém, Lisboa, Setúbal, Portalegre, Évora, Beja e Faro estão em alerta amarelo apenas até às 9.00 de hoje. Os restantes distritos (Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda e Castelo Branco) estão em alerta amarelo até às 12.00 de amanhã.

Pedro Marques in DN, 2009-02-06
In DTM

Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Meteorologia   Hoje à(s) 12:13 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Meteorologia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Resumo de Meteorologia Aplicada Parte I
» Resumo de Meteorologia Aplicada Parte II
» Resumo de Meteorologia Parte III

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Actualidade Nacional :: Diversos-
Ir para: