Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Mirandela

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Mirandela   Seg Nov 24, 2008 4:16 pm

.
Fiel depositário «à força»
Mirandela


Agricultor ameaça colocar porcos em frente do tribunal

Fiel depositário «à força» de 12 animais recusa entregá-los ao proprietário dos suínossem receber uma indemnização pelos gastos efectuados nos últimos oito meses

Um agricultor ameaça colocar 12 porcos à entrada do Tribunal de Mirandela se não for indemnizado pelas despesas tidas com os suínos que uma noite lhe apareceram em casa e para os quais foi nomeado fiel depositário.

Francisco Carvalho, de Vila Nova das Patas, município de Mirandela, está farto de criar porcos que não são seus, desde Março, altura em que lhe apareceram durante uma noite na sua quinta. Foi nomeado fiel depositário, mas o proprietário dos suínos quer de volta os animais. O agricultor diz que isso só acontecerá com uma indemnização.

O caso remonta ao passado mês de Março. Segundo Francisco Carvalho, uma dúzia de porcos apareceu na sua propriedade - junto à Quinta do Valongo, da Direcção Regional de Agricultura - alegadamente depois de se terem deslocado, durante a noite, de uma unidade agrícola situada a cerca de dois quilómetros daquele local.

Francisco Carvalho conta ao Jornal de Notícias que o proprietário, residente em Mirandela, \"criava os animais ao ar livre e talvez a falta de comida os tenha levado a percorrer esta distância toda\".

O agricultor assegura que informou a Guarda Nacional Republicana (GNR) do sucedido e que esta força de segurança terá contactado o proprietário, mas \"recusou-se a ir buscar os porcos\", afirma Francisco Carvalho.

Quatro meses depois, este agricultor diz ter sido contactado pela advogada do proprietário dos animais para combinarem a recolha dos porcos. \"Estive uma manhã à espera dela, mas ninguém apareceu\", conta.

Passado um mês, Francisco Carvalho foi informado que passava ser o fiel depositário dos 12 porcos até se resolver o caso. Entretanto, o proprietário dos animais também avançou com uma acção em Tribunal dando conta do desaparecimento dos animais e exigindo que os mesmos lhe sejam entregues.

Porém, Francisco Carvalho também quer contrapartidas para entregar os animais.

Pede uma indemnização, por custos inerentes à alimentação e ao trabalho que tem tido para os criar, dificultando a gestão do seu restaurante, situado em Carvalhais.

\"Preciso de resolver este assunto porque não tenho condições para ter assim os animais\", lamenta o agricultor, que assegura gastar cerca de 13 euros diários na ração para os animais, apenas para os manter, porque \"eles comiam mais\".

Francisco Carvalho está farto de estar a criar porcos que não são seus, há cerca de oito meses. \"Não aguento esta despesa, bem como o trabalho de limpeza necessário diariamente que vem causar imenso transtorno à minha vida\", lamenta.

Se as suas pretensões não forem atendidas, ameaça \"colocar umas cancelas e os porcos\" à entrada do tribunal judicial de Mirandela.

\"Os animais não são um ferro velho que se atira para qualquer lado. É preciso sustentar e tratar os porcos\", acrescenta o agricultor.

Contactado o responsável pelos doze porcos, para conhecermos a sua versão do caso, escusou-se a prestar declarações ao Jornal de Notícias, alegando que o assunto está a ser julgado em sede própria, ou seja, no tribunal.

Fernando Pires in JN, 2008-11-24
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Mirandela requalifica zona histórica   Qua Dez 24, 2008 12:01 am

.
Mirandela requalifica zona histórica
Mirandela




Projecto no valor de 50 milhões de euros deverá estar concluído em 2011

O centro histórico de Mirandela vai ser completamente requalificado. Para tal, já foi apresentada uma candidatura ao programa de acção para a Regeneração Urbana do Centro Histórico da cidade do Tua.

Ao todo vão ser investidos 50 milhões de euros, na criação de vários espaços culturais, sociais e lúdicos. A cidade apresenta algumas carências nestas áreas, que vão ser colmatadas através da valorização de edifícios que se encontram degradados.

“Há edificações que estavam degradados e agora vão ter novas actividades, como é o caso do edifício da PSP, que vai ser transformado num núcleo museológico”, realçou o vice-presidente da Câmara Municipal de Mirandela, António Branco.

Além disso, também vai ser criado um gabinete de Reabilitação Urbana, ao qual os privados vão poder recorrer sempre que necessitarem de apoio jurídico, arquitectónico e mesmo ao nível da arqueologia. “Também temos componentes imateriais para a promoção do comércio e depois temos a revitalização de um conjunto de pontos, como é o caso do Palácio dos Távoras, do solar dos Pessanhas, que são edifícios que estão devolutos e estão incluídos nesta candidatura”, acrescenta o autarca.

Câmara de Mirandela vai diminuir o IMI para os privados que requalificarem os edifícios na zona histórica

Para complementar as obras de intervenção física, o programa de acção prevê uma congregação de entidades, para concretizar todos as componentes associadas à reabilitação dos edifícios. No caso da Associação de Socorros Mútuos dos Artistas Mirandelenses, por exemplo, está prevista a criação de uma Academia de Música, em parceria com a Esproarte.

A recuperação de imóveis privados é um dos principais entraves à regeneração urbana da zona histórica. Por isso, também foram apresentadas candidaturas para que as pessoas tenham acesso a uma linha de crédito com condições vantajosas. “Vamos aumentar a fiscalidade a quem não reabilitar e diminuir a fiscalidade associada ao IMI para aqueles que reabilitarem, com isenções de 20 anos”, acrescentou António Branco.
O projecto de reabilitação e valorização da zona histórica deverá estar concluído em 2011.

Teresa Batista, Jornal Nordeste, 2008-12-23
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Tradição incentiva crianças a fumar   Qua Jan 07, 2009 11:54 pm

.
Na aldeia de Vale de Salgueiro
Mirandela




Tradição incentiva crianças a fumar

Há muitos anos que a aldeia de Vale de Salgueiro, Mirandela, é conhecida por uma tradição que divide opiniões sobre as possíveis consequências futuras. Na noite do dia 5 de Janeiro, as crianças são incentivadas pelos familiares a fumar cigarros.

\"Nessa noite, são os familiares que compram os maços de tabaco para dar aos garotos\", explica Roger Lopes, o presidente da Junta de Freguesia.

Ninguém sabe ao certo como e quando começou esta estranha tradição, nem tão pouco o que ela possa significar. \"Sei que se trata de uma festa secular porque os mais idosos já não se lembram de quando terá começado, mas falou-se em tempos que os mais jovens fumavam para simbolizar a emancipação\", acrescenta o autarca.

Também Emília Tomé, habitante de Vale de Salgueiro, revela que esta tradição é longínqua, porque a sua mãe \"faleceu com 94 anos e não tinha ideia de quando terá começado\", diz.

Mas nesta festa dos Reis - também chamada festa dos rapazes - é sempre escolhido alguém da localidade para protagonizar a figura do Rei, que tem a seu cargo a organização da festa e que ostenta uma coroa revestida a veludo e adornada de objectos em ouro emprestados pelos habitantes, como símbolo de riqueza e poder.

\"Este ano vai levar muita fantasia porque temos medo de um assalto\", conta a avó de Ângelo Belchior, o jovem de 18 anos que foi escolhido para ser o Rei de 2009.

A festa dura dois dias. Na noite de ontem, o Rei percorreu todas as habitações da aldeia, sempre com o grupo de gaiteiros a acompanhar, distribuindo cerca de trezentos quilos de tremoços e cem litros de vinho, em cabaças tradicionais.

Entretanto, no centro da aldeia prepara-se o baile com uma aparelhagem sonora e, quando o Rei chega, as pessoas presentes são convidadas a dançar a \"Murinheira\", (típica dos Celtas) ao som das gaitas de foles e dos bombos.

Esta terça-feira, a alvorada acontece às seis e meia da manhã. O Rei, ao som das gaitas de foles e dos bombos, volta a percorrer toda a aldeia para receber a \"manda\" (donativos) para custear os cerca de dois mil euros de despesa.

No final da manhã, a festa termina com a celebração da missa, ocasião aproveitada para colocar a coroa em outro habitante da aldeia que terá a responsabilidade de organizar a festa de 2010.

O Rei não esconde a satisfação em ser o protagonista e é mesmo um claro exemplo de como a tradição das crianças fumarem pode não ter consequências negativas. \"Quando tinha oito anos, fumei vários cigarros, na festa, e agora já tenho dezoito e não sou fumador\". Conclui. Também António Fernandes, de 49 anos, não vê mal nenhum nesta tradição. \"Cerca de 90% do pessoal da minha geração, não fuma, apesar de o ter feito quando eram crianças\", garante.

Fernando Pires, 2009-01-06
In DTM

affraid
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Simplex não chegou ao IMTT   Seg Jan 26, 2009 6:30 pm

.
Simplex não chegou ao IMTT
Distrito de Bragança




Licenças de Ciclomotores e Motociclos paradas à quase um ano

É esta a conclusão que o Notícias de Mirandela chegou com uma pequena investigação. O NM sabe que desde Março de 2008 está parada a aplicação informática que dá andamento aos requerimentos para a licença de ciclomotores.

Existem pessoas que aguardam desde Junho, Julho e Agosto de 2008 para poderem tirar a licença de Ciclomotores, mas o IMTT (Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres) na sua delegação de Bragança não tem indicação de quando poderá dar uma resposta aos inúmeros pedidos de cidadãos para poderem tirar a licença de ciclomotores.

Segundo conseguimos apurar nem sequer as licenças de motociclos estão a conseguir serem tiradas pelo mesmo organismo. Resolvemos contactar o IMTT em Bragança e a indicação foi a mesma, que o sistema informático está parado e por isso mesmo estão parados desde Março de 2008.

Perante esta situação resta aos cidadãos recorrem a uma escola de condução, o que não é nada fácil. Resolvemos recorrer a três escolas de condução.
A primeira informou-nos que não faziam esse tipo de formação e que teríamos que nos dirigir à Câmara Municipal.

Recorrendo à segunda Escola de Condução fomos informados que sim, que seria possível tirar a licença de ciclomotores mas que é exigido um grupo mínimo de 5 alunos e o preço seria entre 250 a 300 euros, mas neste momento era impossível pois apenas dispunham de uma candidatura.

A terceira escola de condução informou-nos que tal não era possível naquela escola indicando-nos que recorresse-mos a uma outra escola de condução.
No site do IMTT (www.imtt.pt) os custos para um cidadão poder tirar a licença de ciclomotor são absolutamente reduzidos, o valor chega no máximo a 30€, a incapacidade do IMTT leva a que neste caso um cidadão tenha de recorrer a uma escola de condução e gastar 10 vezes mais do que teria de gastar se este organismo funcionasse como é da sua competência.

Contactado pelo Noticias de Mirandela, Maximino Escobar Moreno, Chefe de Departamento da Delegação Distrital de Viação de Bragança, informou-nos que o problema estará resolvido durante o mês de Fevereiro. Até lá, resta aguardar mais um pouco, é caso para perguntar de que forma estará o simplex a ajudar os cidadãos do distrito de Bragança.

Rui Tulik - Notícias de Mirandela, 2009-01-26
In DTM

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Rede de fibra óptica de Trás-os-Montes concluída em Março   Dom Mar 22, 2009 4:07 pm

.
Terra@Quente broadband
Terra Quente


Rede de fibra óptica de Trás-os-Montes concluída em Março

A rede comunitária dos cinco concelhos da Terra Quente Transmontana vai estar concluída até ao final de Março.

O projecto, que dá pelo nome de Terra@Quente broadband, deverá beneficiar 90 mil habitantes de Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Alfândega da Fé, Vila Flor e Carrazeda de Ansiães.

Segundo a Lusa, o projecto promovido pela Associação de Municípios da Terra Quente deverá entrar, em breve, na fase de análise exploração de uma rede de fibra óptica com potencial para larguras de banda de 10 Gbps.

Concessões de exploração para operadores tradicionais ou parcerias entre municípios e empresas são hipóteses sobre a mesa.

Além desta nova infra-estrutura para a Terra Quente Transmontana, também deverão ser lançadas mais três redes comunitárias (Évora, Vale do Lima e Vale do Minho), no âmbito de um programa liderado pela UMIC – Agência para Sociedade do Conhecimento.

, 2009-03-22
In DTM

Idea Arrow
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Obstetra vai ser julgada por crime de recusa de médico   Ter Jun 09, 2009 9:58 pm

.
«O caso ainda não terminou»
Mirandela




Obstetra vai ser julgada por crime de recusa de médico

O Tribunal da Relação do Porto decidiu levar a julgamento uma obstreta de Mirandela, contrariando uma decisão judicial anterior que não encontrou indícios criminais no desempenho da médica durante o parto de um criança com paralisia cerebral.

Segundo disse hoje à agência Lusa a mãe da criança, Isabel Bragada, o Tribunal da Relação do Porto aceitou parcialmente o recurso que ela e o marido interpuseram da primeira decisão e determinou que a obstreta Olímpia Trigo seja julgada pelo crime de recusa de médico.

O crime em causa é punido com uma pena até cinco anos de prisão agravada em um terço se resultar a morte ou ofensa à integridade física grave.

Contactada pela Lusa, a médica disse ainda não conhecer em concreto a decisão da Relação, confirmando apenas que \\"o caso ainda não terminou\\".

De acordo com juristas contactos pela Lusa, esta decisão não é passível de recurso pelo que o juiz do tribunal de Mirandela terá de elaborar o despacho de pronúncia, a que se seguirá a marcação do julgamento.

O tribunal de Mirandela tinha decidido, em Outubro de 2008, não levar a julgamento a médica e a enfermeira que assistiram o parto da criança, um menino que tem agora 6 anos e que nasceu com paralisia cerebral.

Os pais atribuíram a condição do filho à assistência prestada no parto pela enfermeira e à ausência da médica, que se ausentou para jantar durante o parto.

Em relação à médica, o juiz de Mirandela entendeu não existirem indícios criminais que justificassem um julgamento.

Tomou a mesma decisão em relação à enfermeira-parteira mas advertiu que \\"foi no limite, no fio da navalha\\" por ter entendido que esta profissional \\"violou o dever objectivo de cuidado\\".

Os pais da criança recorreram da decisão da primeira instância para o Tribunal da Relação do Porto, que manteve o despacho em relação à enfermeira, mas determinou que deve ser substituído relativamente à obstetra para que, \\"pelo menos seja pronunciada pela prática do crime de recusa de médico\\".

A mãe Isabel Bragada disse à Lusa ter ficado surpreendida pela positiva\\" com a decisão da Relação, que se segue \\"à pequena vitória da suspensão de 90 dias\\", a sanção determinada pela Inspecção Geral das Actividades da Saúde, que a médica já cumpriu.

Foi na sequência desta decisão que os pais pediram a reabertura do processo arquivado anteriormente pelo Ministério Público por falta de provas.

Lusa, 2009-06-09
In DTM

Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Agricultores saem à rua na maior «manif» de sempre   Sex Jul 03, 2009 9:27 pm

.
«Votando na oposição nas eleições»
Mirandela




Agricultores saem à rua na maior «manif» de sempre

Milhares de agricultores de todo o país protestaram, esta quinta-feira, em Mirandela, contra as políticas do Governo para a agricultura, sector que dizem estar moribundo e para o qual o ministro Jaime Silva «não olha há quatro anos».

Milhares de agricultores anónimos e dirigentes associativos de Bragança, do Baixo Mondego, do Ribatejo, do Alentejo e de outras zonas do país, acorreram, ontem, a Mirandela, a uma manifestação de protesto, que foi considerada \\"histórica\\", por ser a maior de sempre.

O protesto organizado pela CAP (Confederação da Agricultura Portuguesa) serviu para mostrar o descontentamento contra a política do Governo para o sector, nomeadamente, contra o ministro da tutela, Jaime Silva. As medidas mais polémicas estão relacionadas com o corte às ajudas à electricidade verde, falta de ajudas às intempéries, baixos preços do azeite, do vinho, do leite e de muitos outros produtos, e elevados custos de produção.

O \\"bombo da festa\\" foi mesmo Jaime Silva, cujo cartaz com a sua figura acabou destruído à paulada depois de uma tentativa gorada para o incendiar. \\"Este foi o pior ministro da Agricultura de sempre\\", queixavam-se os lavradores.

O descontentamento levou o presidente da CAP, João Machado, a lançar um repto aos agricultores para que votem contra o actual primeiro-ministro, José Sócrates, e contra Jaime Silva.

João Machado esclareceu que não se trata de um voto contra o PS, mas contra as políticas do Executivo. \\"Os agricultores devem mostrar o que lhes vai na alma\\", disse. Ora, os estados de alma dos agricultores, que são \\"mais rijos\\" do que se pensa, e resistem \\"a quatro anos de política adversa\\", devem dar força para não se absterem nas Legislativas. \\"É o voto que lhe permite mudar as coisas\\", recomendou o dirigente agrícola. Votar bem, para o presidente da CAP \\"é, claramente, votar em qualquer outro partido\\".

Apesar da crise generalizada que atravessa a agricultura portuguesa, os lavradores quiseram mostrar que \\"não se rendem\\" nem estão \\"derrotados\\", e já prometeram nova manifestação para meados do mês, no Minho.

Para ultrapassar a crise, são reclamadas medidas de apoio. \\"As próprias linhas de crédito criadas para a agricultura excluíam a agricultura\\", sustentou o responsável, que lamentou que o actual quadro comunitário não tenha um projecto financiado.

Glória Lopes in JN, 2009-07-03
In DTM

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Bebé encontrado junto a caixote do lixo   Qui Jul 23, 2009 12:58 pm

.
Recém-nascido estava desidratado
Mirandela


Bebé encontrado junto a caixote do lixo

Um bebé recém-nascido foi encontrado esta terça-feira em Mirandela por um transeunte que passava junto a um caixote do lixo.

Segundo as primeiras informações, o recém-nascido, que estava entre várias caixas de cartão, tinha ainda parte do cordão umbilical, que tinha sido arrancado.

Com poucas horas de vida, o recém-nascido, cujo género não foi revelado, apresentava sinais de desidratação.

O alerta foi dado pouco depois da hora de almoço e para o local foi enviada uma ambulância com Suporte Imediato de Vida, que transportou o bebé para o Hospital de Bragança.

O caso está ser investigado pelas autoridades competentes.

Lusa, 2009-07-21
In DTM

Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Polícia Judiciária está a investigar abandono de recém-nascido   Qui Jul 23, 2009 1:03 pm

.
Bebé embrulhado num casaco
Mirandela


Polícia Judiciária está a investigar abandono de recém-nascido

«O bebé estava embrulhado num casaco preto e branco no passeio e mexeu-se quando se pegou. Não chorava. Só se mexeu», contou ao CM uma das pessoas que ontem encontrou um recém-nascido numa rua sem saída no centro de Mirandela. O estranho embrulho chamou a atenção de duas mulheres que estacionaram o carro na rua.

\"Estava mesmo na berma do passeio e tivemos curiosidade em mexer no casaco. O bebé deu sinal de vida\", explicou uma das mulheres que viu a criança, relatando que o bebé tinha o corpo ainda coberto de sangue. \"O aspecto era saudável apesar de nem chorar. É um bebé mesmo lindo. Ainda bem que sobreviveu\", continuou.

Surpreendidas, chocadas e em pânico, as mulheres telefonaram de imediato para o 112 e para a PSP de Mirandela. \"Eram cerca das duas da tarde e fazia muito calor. O bebé estava muito quente e tivemos medo do que lhe podia acontecer\", salientaram as testemunhas.

A equipa médica da ambulância de Suporte de Vida Imediato do INEM de Mirandela procedeu aos primeiros socorros e transportaram o recém-nascido para o Hospital de Bragança. O menino sobreviveu e ao final do dia de ontem encontrava-se em situação estável.

Com a falta de cuidados médicos pós-parto e a exposição solar durante algum tempo, o bebé estava muito desidratado mas resistiu a um trágico destino, graças à curiosidade de uma automobilista.

Elementos da Polícia Judiciária de Vila Real investigam o caso e deverão agora tentar localizar a mãe. Neste momento estará a ser feito um levantamento de casos de mulheres que tenham dado à luz nas últimas horas. As autoridades estarão também a tentar fazer um levantamento dos casos de mulheres que estiveram em fim do tempo da gravidez neste momento. Tudo indica que o bebé tenha sido abandonado pouco tempo antes de ser descoberto.

PORMENORES

ZONA DE ESTUDANTES

O recém-nascido foi encontrado na rua Padre Eusébio Esteves Dias, que fica localizada nas traseiras de uma residência universitária.

LOCAL RECATADO

O local onde o menino foi abandona é bastante recatado. Serve de parque de estacionamento, numa rua onde estão situadas apenas duas habitações.

HIPERMERCADO

O casaco que embrulhava o pequeno bebé é de uma marca dos hipermercados Feira Nova.


Manuela Teixeira in CM, 2009-07-22
In DTM

Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Recém-nascido abandonado em Mirandela está de boa saúde   Qui Jul 23, 2009 1:07 pm

.
PJ procura a mãe do bebé
Mirandela


Recém-nascido abandonado em Mirandela está de boa saúde

A mãe do menino recém-nascido que anteontem foi abandonado numa rua de Mirandela continua por identificar. A Polícia Judiciária investiga possíveis progenitoras residentes na zona. O bebé foi abandonado com poucas horas de vida, ainda estava ensanguentado e com parte do cordão umbilical, o que indica que o parto não terá sido acontecido muito longe do local onde foi encontrado, uma rua de Mirandela.

Automobilistas repararam num casaco que estava na rua e quando foram ver o estranho embrulho encontraram o bebé ainda com vida. Foi internado no Serviço de Neonatologia do Hospital de Bragança, onde aguarda pela decisão do Ministério Público.

«O bebé está a reagir muito bem. Já está perfeitamente estável e não regista qualquer problema de saúde», afirmou ao Correio da Manhã Rita Paulino, da direcção clínica do hospital.

MT in CM, 2009-07-23
In DTM

Twisted Evil

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Aldeia do Cachão ainda é conhecida pelo colossal Complexo Industrial   Seg Ago 17, 2009 10:30 pm

.
.
O desvanecer do sonho
Mirandela




Aldeia do Cachão ainda é conhecida pelo colossal Complexo Industrial

Três vezes ao dia, o silêncio e monotonia são rasgados pelo apito sonoro. Sonoridades que ressoam nas paredes degradadas e nos edifícios abandonados que já viram melhores tempos. Vestígios de um sonho que, há muito, caiu por terra e foi deixado à deriva.

Contudo, basta uma passagem pelo Cachão, na freguesia de Frechas (Mirandela), para constatar a grandiosidade e imponência das construções que, outrora, formaram o Complexo Agro-Industrial de Cachão (CAIC).

Criada na década de 60, pelas mãos do engenheiro agrónomo Camilo Mendonça (natural de Vilarelhos - Alfândega da Fé) com o apoio do Estado Novo e de Salazar, a infra-estrutura chegou a empregar milhares de pessoas. Pensado para “transformar” a agricultura e produtos transmontanos, particularmente os do Nordeste do País, numa referência a nível europeu e, mesmo, mundial, o CAIC integrava, além de infra-estruturas agro-industriais, um complexo sistema de regadio, que previa a construção de 130 barragens com paredões de terra.

Tudo que se produzia em Trás-os-Montes podia ser “enviado” para o Cachão, onde seria transformado. Castanha, hortícolas, vinho e frutícolas, entre muitos outros, depois de passarem pelo CAIC, entravam nos circuitos comerciais de Portugal, do resto da Europa e, mesmo, da Rússia ou Estados Unidos da América.
Com vista a fixar novos trabalhadores e alojar os que já laboravam no Cachão, construi-se o bairro social, também conhecido por Vila Nordeste, que acolhia mais de 100 famílias.

A par da criação deste empreendimento, foram instalados, também, alguns equipamentos de apoio, como infantário, escola primária, posto médico e centro cultural, entre outros.

Revolução de Abril “ditou” abandono do projecto

Apesar da grandiosidade e riqueza de todas as infra-estruturas a ele associadas, o CAIC entrou em decadência após a Revolução de 25 de Abril de 1974. Contudo, algumas fábricas, bem como as barragens de Alfândega da Fé, Cachão, Carvalheira, Vila Flor, Vilares da Vilariça e Vilarelhos resistiram ao abandono do empreendimento.

A situação económica complicou-se progressivamente, agravada pelo facto de Portugal passar a integrar a Comunidade Económica Europeia e porque a região ficava afastada dos principais e maiores centros urbanos e de consumo, sendo que o transporte e distribuição de produtos eram encarecidos pelas más acessibilidades.
Depois de um lento enfraquecimento económico e financeiro, o CAIC acabou por encerrar, em 1992, altura em que as autarquias de Mirandela e Vila Flor ficaram responsáveis pela administração dos imóveis.
Actualmente, ainda funcionam algumas fábricas no Cachão que empregam cerca de 200 pessoas, mas parte dos antigos funcionários do CAIC viram-se obrigados a emigrar ou procurar trabalho noutros locais da região.


Sandra Canteiro, Jornal Nordeste, 2009-08-16
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Miradezes: história e património à beira rio   Ter Set 08, 2009 9:37 am

.
Nas margens do Rabaçal
Mirandela




Miradezes: história e património à beira rio

Os encantos naturais do rio Rabaçal são um cartão de visita da aldeia de Miradezes, anexa da freguesia de Vale Salgueiro, no concelho de Mirandela. Em pleno Verão, o calor convida a um mergulho nas águas límpidas que separam os concelhos de Mirandela e Valpaços.

A beleza natural da paisagem torna as margens do rio atractivas para os veraneantes, mas este local poderia ser mais aproveitado em prol do turismo.
“Não há projectos para o rio, porque não há entendimento entre as autarquias de Valpaços e Mirandela. Do lado de lá investiram junto à ponte romana de Vale de Telhas e em Miradezes não têm interesse em investir”, lamenta o presidente da Junta de Freguesia de Vale de Salgueiro, Roger Lopes.

A população também gostava de ver o rio mais embelezado, até porque no Verão atrai muitas pessoas à aldeia, dando-lhe mais vida. “O nosso rio não é poluído, mas está muito desprezado. Tínhamos um açude em pedra que foi substituído por um paredão de betão e cortaram as árvores. Ou seja em vez de embelezarem estragaram”, denuncia Maria da Glória Cadavez, uma habitante de 68 anos.

A par do curso de água, esta aldeia também guarda as histórias das suas raízes no património que pode ser visitado por quem passa pelas redondezas. A presença de vestígios romanos nas freguesias vizinhas, em maior número em Vale de Telhas, indicia que Miradezes também terá sido habitada nas épocas pré e proto-históricas.

Igreja-museu reúne várias peças históricas recolhidas na aldeia de Miradezes

Aliás, reza a história que tudo começou na localidade de Santa Maria de Miradezes, que nasceu junto às margens do rio, a cerca de um quilómetro da actual povoação. Terá sido uma praga de formigas que motivou a mudança das pessoas para um local a salvo dos bichos. “Naquele tempo não havia remédios como há hoje para matar as pragas”, conta o autarca local.

Maria da Glória também recorda que os antepassados mudaram de local, trocando um espaço íngreme por um mais plano.
Mesmo assim, o local de Santa Maria de Miradezes é um marco histórico para as gentes da terra. Da capela que vai resistindo ao passar dos anos sai, todos os anos, uma procissão até à aldeia.

A igreja matriz é, igualmente, ponto de paragem obrigatório para quem visita Miradezes. Logo à entrada da localidade, o monumento, datado de 1987, impõe-se com a sua construção granítica. Junto à Igreja de S. Sebastião de Miradezes foi instalado um museu com diversas peças antigas recolhidas pelo Cónego Silvério. Aqui também se encontra um cruzeiro com o Senhor dos Aflitos de braços erguidos e relógios de sol.
Já em Vale de Salgueiro, as pessoas podem visitar o Santuário do Senhor dos Aflitos, a Igreja Matriz e algumas casas brasonadas, estando umas recuperadas, ao passo que outras já evidenciam os sinais do tempo.

Teresa Batista, Jornal Nordeste, 2009-09-07
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Alunos de Mirandela vencem prémio de recolha de pilhas   Seg Set 21, 2009 9:55 am

.
Prémio a nível regional
Distrito de Bragança


Alunos de Mirandela vencem prémio de recolha de pilhas

Porque é importante sensibilizar a comunidade escolar para a importância da educação ambiental, a empresa intermunicipal Resíduos do Nordeste realizou, pelo quinto ano consecutivo, o Concurso de «Recolha Selectiva de Pilhas nas Escolas».

E o primeiro prémio, a nível regional, foi para o Agrupamento Vertical de Escolas Luciano Cordeiro, em Mirandela, que recolheu 140 quilos de pilhas.

Os alunos envolvidos nesta iniciativa, estavam satisfeitos com o resultado da recolha que fizeram.

“Deu trabalho, mas valeu a pena, estamos muito contentes e vamos continuar a recolher pilhas” afirmam.

Como 1º prémio, o Agrupamento vertical de Escolas Luciano Cordeiro recebeu um cheque de 750 euros.

Carla Freitas, professora e coordenadora do projecto Eco Escolas na Luciano Cordeiro, diz onde vai ser aplicado este dinheiro.

“Em princípio vamos comprar alguns equipamentos ligados à observação de espécies, conjuntos de reciclagem e outros materiais que sejam importantes” refere.

Para o Director-Geral da Resíduos do Nordeste, esta iniciativa é um forte contributo para aumentar os valores de retoma e alertar para a existência de pilhões nos ecopontos.

“Por via do pilhão, a recuperação é reduzida, provavelmente porque é um objecto pequeno e as pessoas esquecem-se de o guardar para depois levar ao ecoponto” explica Paulo Praça, por isso “esta via das escolas tem tido um enorme sucesso porque os mais jovens utilizam mais as pilhas”.

As iniciativas para fomentar as boas práticas ambientais vão continuar.

Paulo Praça revela que até ao final de 2009, estará pronta uma unidade móvel de sensibilização ambiental. “Vamos procurar melhorar a sensibilização ambiental através de um projecto que é uma espécie de roadshow que vai circular em toda a região não só na vertente de resíduos, mas também de ar, água, ruído e energias renováveis” adianta.

Neste concurso de “Recolha Selectiva de Pilhas nas Escolas”, aderiram 15 instituições de ensino, situadas na área de abrangência da Resíduos do Nordeste.

Foram cerca de 7516 alunos que recuperaram 818 kg de pilhas.

No total de concursos realizados, ao longo dos cinco anos, foram recolhidos 2832 kg.

Brigantia, 2009-09-20
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Henrique Capelas nega   Seg Set 21, 2009 10:06 am

.
Henrique Capelas nega
Mirandela





Autarca denuncia fecho de Urgência

O Centro Hospitalar do Nordeste prepara-se para encerrar a urgência médico-cirúrgica de Mirandela, após as eleições legislativas.

A denúncia é do presidente da Câmara, que teve «conhecimento de uma circular interna».

O documento entregue aos médicos pelo director de Cirurgia diz, preto no branco, que, a curto prazo, vai encerrar a UMC e passa a funcionar 24 horas em Bragança, porque \"está previsto ficarem apenas as consultas externas e pequenas cirurgias, uma tarde por semana, e o bloco operatório funcionará uma manhã por semana\", avança José Silvano.

O autarca social-democrata diz que esta situação está a deixar \"desmotivados\" os profissionais de saúde da especialidade de Cirurgia que até \"já estão a ponderar a saída para outras unidades hospitalares do litoral\", o que, no entender de José Silvano, também vai acabar por prejudicar a urgência médico-cirúrgica de Bragança, já que \"não terá anestesistas suficientes para realizar as operações necessárias, aumentando a lista de espera\", conta.

Perante este cenário, o edil diz que pouco pode fazer nesta altura senão denunciar as movimentações que estão a acontecer. \"Neste período, é complicado fomentar manifestações, porque seria acusado de aproveitamento eleitoralista\", explica José Silvano, que volta a ser candidato pelo PSD nas autárquicas. A única forma de conseguir impedir o encerramento será \"castigar o PS nas próximas legislativas\", acrescenta. Relativamente àquela denúncia, o Conselho de Administração, que gere os hospitais de Bragança, Mirandela e Macedo de Cavaleiros, respondeu em comunicado que as informações são \"puro boato, carecendo de qualquer fundamento e seriedade\".

Na nota à Imprensa, assinada por Henrique Capelas, presidente da Administração, e Sampaio da Veiga, director clínico, dizem também que \"jamais foi equacionada qualquer alteração aos serviços que pudesse implicar a despromoção dos serviços de Urgência da Unidade Hospitalar de Mirandela\" e que é compromisso da Administração \"manter o modelo existente com todas as suas valências, aliás, na sequência do legalmente consagrado pela tutela, no âmbito da Rede Nacional de Urgências\", conclui.

Recorde-se que, na última reorganização dos serviços de Urgência, em 2007, levada a cabo pelo então ministro da Saúde, Correia de Campos, ficou definido que Mirandela ficava com uma urgência médico-cirúrgica, pelo menos, até à conclusão de vias de acesso previstas, como a A4, que está nesta altura apenas no seu início.

Fernando Pires in JN, 2009-09-20
In DTM

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Atirou-se ao rio após uma zanga na escola   Qua Mar 03, 2010 5:52 pm

.
Rapaz de 12 anos está desaparecido
Mirandela



Atirou-se ao rio após uma zanga na escola

Um rapaz de 12 anos desapareceu, ontem, terça-feira, no rio Tua, Mirandela, tendo sido infrutíferas as buscas. Disse ao irmão gémeo e às primas que se ia atirar à água depois de ter tido um desentendimento na escola. Amigos relatam actos de violência de que era vítima.

Leandro Filipe Pires, residente na aldeia de Cedainhos, Mirandela, frequentava o sexto ano na EB 2,3 do Agrupamento Luciano Cordeiro, naquela cidade. À hora de almoço, saiu da escola, na companhia do irmão gémeo e duas primas, tendo percorrido a ponte açude e, depois, desceu para a margem direita do rio, junto ao parque de merendas. Ali, despiu-se (a roupa ficou junto ao leito) e entrou na água, tendo sido arrastado pela forte corrente que se fazia sentir, devido ao facto das comportas estarem abertas.

Não são conhecidos os contornos que levaram a esta tragédia, porque existem relatos contraditórios. As crianças que acompanhavam Leandro revelaram aos pais que o jovem teve um desentendimento na escola com outros alunos e terá dito que \"tinha a intenção de se atirar ao rio\", pelo que, na altura em que houve a pausa para almoço, \"foram atrás dele a correr, ainda conseguiram impedir que se atirasse da ponte, mas depois conseguiu novamente fugir e, já na margem do rio, só já o viram despir-se e cair no rio\", conta uma tia de Leandro, queterá ouvido a versão das criançasàs autoridades.

Em declarações ao JN, a avó de Leandro revelou que o neto \"já foi agredido com violência\", há um ano, por colegas, fora do recinto da escola, e \"teve de ser internado\", avança Zélia Morais. Também uma colega de turma revela que, de vez em quando, \"alguns rapazes batiam-lhe e ele chorava. Ele não contava, porque tinha medo que voltassem a bater-lhe\", diz Tânia Batista.

O JN contactou o director do Agrupamento de Escolas, que negou a existência de qualquer episódio de violência, mas não esteve disponível para prestar declarações sobre o assunto. Entretanto, a presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Mirandela, Manuela Teixeira, disse que a criança \"não está referenciada na comissão\". Os pais estão a ter acompanhamento psicológico, bem como o irmão gémeo e a irmã, de nove anos.

Ao fim da tarde, o comandante distrital de Bragança da Autoridade Nacional da Protecção Civil suspendia as operações de busca. \"A maior dificuldade é a forte corrente do rio que torna muito difícil conseguir fazer buscas subaquáticas, bem como a deslocação dos botes contra a corrente. Oito mergulhadores das corporações de Mirandela e Macedo efectuaram algum trabalho, mas foi necessário fechar as comportas da ponte açude a jusante do local das buscas\", explicou Melo Gomes.

Fernando Pires in JN, 2010-03-03

Embarassed Rolling Eyes Shocked

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Vítima de bullying   Qui Mar 04, 2010 1:55 pm

.
Vítima de bullying
Mirandela


Leandro já fora agredido com pontapés na cabeça

Leandro Filipe, o rapaz de 12 anos que se suicidou no rio Tua, em Mirandela, já tinha estado internado no hospital, há um ano, depois de ter sido pontapeado na cabeça por colegas de escola. Um entre vários episódios de violência de que terá sido vítima.

Foram infrutíferas as buscas, ontem, para encontrar o corpo da criança de 12 anos que desapareceu nas águas do rio Tua. Mais de uma centena de elementos dos Bombeiros, GNR e PSP, estiveram envolvidos na operação, que se estendeu por mais de 20 quilómetros, entre a ponte açude e a zona da Brunheda.

Quando as buscas forem retomadas, esta manhã, a coordenação da Protecção Civil de Bragança conta já ter o apoio de um helicóptero que possa sobrevoar o leito do rio até à foz.

Enquanto prosseguiam as buscas, confirmavam-se as informações sobre os episódios de violência que antecederam a tragédia, surgindo relatos de outros episódios de violência na escola.

Um primo de Leandro, que assistiu a tudo, confirma que o rapaz voltou a ser agredido na escola e que \"saiu a correr\" das instalações, anunciando que \"ia atirar-se ao rio\". Uma prima reforça a tese de que Leandro era vítima de violência na escola. \"Ele já tinha sido agredido, há pouco maisd de uma ano, e ficou internado no hospital durante algum tempo\", assegura Marisa Nunes.

O JN confirmou, junto de fonte hospitalar, que Leandro deu entrada na urgência do hospital da cidade, em Dezembro de 2008, após ter sido agredido com pontapés na cabeça por três alunos da escola. Ficou internado durante dois dias.

Processo de averiguações

Episódios que nenhuma instituição confirma. O Ministério da Educação informou que foi aberto um processo de averiguações para se perceber o que poderá ter ocorrido no recinto da escola. Mas acrescenta que, durante o ano passado, a escola registou apenas duas ocorrências: uma no primeiro período, outra no segundo, e em ambos os casos por injúrias a um funcionário.

A Direcção Regional de Educação do Norte, lamenta \"o que aconteceu\" e informa que tem \"uma equipa no terreno a acompanhar a família e as suas necessidades mais imediatas\".

Fonte da DREN acrescenta que se vai \"aguardar pelas conclusões do processo de averiguações entretanto aberto pela escola. Seria prematuro comentar a situação sem essas conclusões\".

Nem o Conselho Executivo da E.B. 2,3 da Luciano Cordeiro, nem a Comissão de Proteçção de Crianças e Jovens têm registo de casos de bullying na escola.

O presidente da Associação de Pais corrobora, afirmando que nunca recebeu \"qualquer queixa dos pais ou de outros elementos da escola\" sobre a hipótese deLeandro ser vítima de abusos. José António Ferreira apenas adnmite que há \"situações pontuais\" de violência. O mesmo responsável acrescenta que \"a DREN produziu um estudo relativamente à existência de bullying em escolas da região e esta foi das mais bem classificadas\".

Fernando Pires in JN, 2010-03-04
In DTM

Embarassed Rolling Eyes Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Buscas alargadas até à foz do rio Tua   Qui Mar 04, 2010 4:59 pm

.
Buscas alargadas até à foz do rio Tua

por Lusa
Hoje


As buscas para encontrar a criança desaparecida no rio Tua, em Mirandela, vão hoje ser alargadas por mais 40 quilómetros e envolver cerca de 130 homens que estão a posicionar-se no terreno, disse fonte da protecção civil.

"As buscas vão ser alargadas, para podermos chegar até à foz do rio Tua. Vamos cobrir cerca de 40 quilómetros", disse à agência Lusa Melo Gomes do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Bragança.

A mesma fonte acrescentou que "alguns" dos 130 homens que foram mobilizados "estavam já no terreno", às 08:00, e que as operações de busca iriam começar dentro de momentos.

Desde terça feira que várias entidades e meios estão mobilizados junto ao rio Tua a procurar Leandro, a criança de 12 anos que frequentava a escola EB 2/3 do agrupamento Luciano Cordeiro de Mirandela, que alegadamente se terá atirado para as águas do rio.

De acordo com o responsável pelo CDOS de Bragança, membros da GNR, PSP e bombeiros integram as buscas, que irão ainda envolver cães treinados para detectar pistas e odores, duas embarcações no leito do rio e 10 mergulhadores.

"Se não tivermos sucesso durante a manhã, à tarde teremos o apoio de um meio aéreo", acrescentou o comandante Melo Gomes, aludindo ao recurso a um helicóptero.

Mostrando-se esperançoso relativamente ao resultado das buscas, Melo Gomes assume, no entanto, a existência de obstáculos: "As dificuldades são grandes. O rio continua com muita corrente, o caudal é muito forte , mas vamos juntar esforços para que as coisas nos corram bem".

Entretanto, o Ministério da Educação divulgou que a escola EB 2/3 do agrupamento Luciano Cordeiro de Mirandela já abriu um processo de averiguações, destinado a apurar o que "poderá ter acontecido no recinto da escola antes do sucedido".

In DN

Embarassed Rolling Eyes Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Despoletar uma discussão nacional   Sab Mar 06, 2010 5:15 pm

.
Despoletar uma discussão nacional
Mirandela


Confederação de Pais diz que escola é responsável pelo desaparecimento de criança em Mirandela

O presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais considera que a escola Luciano Cordeiro falhou no que respeita à segurança no caso do desaparecimento do Leandro, em Mirandela, na passada terça-feira.

Esta confederação também já entregou ao Ministério da Educação uma proposta para alterar o regulamento interno das escolas, e que prevê penalizações para os pais que não compareçam a convocatórias da escola, Fernando Pires

Para o presidente da CONFAP, a escola Luciano Cordeiro falhou no que respeita à segurança. Albino Almeida considera incompreensível que um aluno possa sair da escola sem que ninguém controle essa situação.

“Temos chamado a atenção e apoiamos o cartão electrónico no próximo ano. Terá de haver uma explicação para que a escola tivesse permitido que um aluno pudesse sair para um fim tão trágico”, comenta.

O presidente da CONFAP diz estar solidário com a associação de pais da escola Luciano Cordeiro, porque o que muitas vezes acontece é que só os executivos das escolas têm conhecimento dos casos de violência, pelo que Albino Almeida sugere aos encarregados de educação que também informem a associação de pais dos casos de violência

“Explicar aos pais que a primeira coisa que têm de fazer é, se não encontram eco na direcção de turma ou no conselho executivo, avisar a associação de pais, que deve formalizar os casos de que tiver conhecimento”, sustenta.

A Confederação Nacional das Associações de Pais já entregou ao Ministério da Educação uma proposta de alteração aos regulamentos internos dos agrupamentos que prevê, por exemplo, uma penalização para os pais que não compareçam a convocatórias da escola para tratar de questões relacionadas com os alunos.

“Que preveja que uma família se não se interessa pelos seus filhos depois de convocada para ir à escola, pode sofrer sanções”, diz. “Se tiver subsídios do Estado, pode vê-los retidos e, se tiver rendimentos, pode vir a ser multada”, explica o mesmo responsável.

A CONFAP considera que este caso de Mirandela veio despoletar uma discussão nacional sobre uma preocupação que diz já ter sido denunciada há muito tempo por esta confederação.

A associação de pais da escola Luciano Cordeiro reuniu, ontem os seus órgãos directivos e emitiu uma nota informativa onde expressa o pesar e solidariedade com a dor da família do Leandro.

Diz conhecer as ocorrências disciplinares participadas na escola e está certa de que são devidamente tratadas à luz do estatuto do aluno e do regulamento interno do agrupamento.

A associação de pais termina a nota informativa referindo que, tendo em conta o superior interesse dos alunos, vai aguardar o resultado do processo de averiguações que está em curso, remetendo para o seu final, eventuais declarações.

Brigantia, 2010-03-06
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: "Tiraram-me a sandes e o naperom"   Dom Mar 07, 2010 12:07 pm

.
"Tiraram-me a sandes e o naperom"

por ANA BELA FERREIRA
Hoje


Pediatra Gomes Pedro também foi vítima, embora casos recentes sejam graves.

"A minha mãe e a minha avó mandaram-me para o lanche um pão com marmelada, embrulhado num naperom muito bonito e os meus colegas da primária, que andavam descalços e vendiam jornais, tiraram-me tudo antes que eu começasse a comer." O menino a quem roubaram o lanche é o pediatra Gomes Pedro, que em 1945 frequentava a escola primária do Largo do Leão, em Lisboa. Estávamos em 1945 e o médico não considera que este tivesse sido um acto de bullying - violência física e psicológica entre crianças -, mas "um acto de sobrevivência".

Mais tarde, já no Liceu Camões, o pediatra lembra-se de assistir a "uma coisa idiota". "Havia dois miúdos dóceis que não reagiam e cada vez que alguém passava por eles dava-lhes um carolo. Mas era uma coisa ingénua, de passagem, não havia perseguição", recorda Gomes Pedro.

O pediatra, que também já foi médico escolar entre 1968 e 1974, considera que no seu tempo não havia tanta violência entre alunos. Isto porque "o professor tinha autoridade na sala de aula e na escola". E garante que, apesar dos episódios de infância, a sua experiência "de casos graves de bullying são recentes". "É raro o mês em que não me aparecem dois ou três casos de dificuldades de adaptação na escola", acrescenta.

Já para Eduardo Sá, este fenómeno é tão grave hoje como o era antigamente. "Há sempre crianças que maltratam os colegas", diz. A provar isso está a própria experiência que o especialista viveu, durante os seus anos de estudante. Apanhou o 25 de Abril de 1974, como aluno, e garante que as experiências de bullying do seu tempo não são diferentes das de hoje. "Invariavelmente é sempre o mesmo tipo de crianças que agridem. Crianças que vivem em sofrimento em casa, que depois atacam as outras crianças", reconhece Eduardo Sá. O psicólogo conta ainda que nunca foi agressivo com os colegas e que também nunca foi vítima porque "jogava rugby".

O caso de Leandro, a criança de 12 anos, que se terá suicidado no rio Tua por ser vítima de bullying, leva Eduardo Sá a definir como "importante esta comparação dos tempos, para mostrar que este tipo de fenómenos não é novo". No entanto, o psicólogo lembra que apesar da gravidade deste caso, não se devem estigmatizar os agressores. Isto porque "não é em famílias saudáveis que se criam crianças compulsivamente violentas" e que as crianças em causa "chegaram aqui porque foram vítimas de negligências".

In DN

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Buscas reduzidas no Tua   Seg Mar 08, 2010 12:45 pm

.
Buscas reduzidas no Tua
Mirandela


Depois de seis dias consecutivos a bater as margens

A partir de hoje vai ser reduzido o dispositivo montado em Mirandela para tentar encontrar o corpo do aluno da Escola Básica 2/3 Luciano Cordeiro, que na passada terça-feira se atirou ao rio Tua, por alegadamente ser vítima de violência, naquele estabelecimento de ensino, por parte de colegas.

Depois de seis dias consecutivos a bater as margens e o leito do rio, as autoridades decidiram reduzir o dispositivo por causa do cansaço dos elementos que estão a participar nas operações e porque não há indícios de onde possa estar o corpo.

Ontem estiveram envolvidos 110 homens, mas as buscas voltaram a ser infrutíferas.

“Desde 110 homens, temos 10 mergulhadores e uma equipa de canoagem constituída por seis elementos, temos cinco equipas cinotécnicas e ainda bombeiros, GNR e PSP a fazer buscas ao longo das margens do rio desde Mirandela até à foz” explica comandante distrital da protecção civil.

Melo Gomes assume que, a partir de hoje, vai haver uma redução drástica de efectivos nas buscas, mas assegura que as operações vão continuar, sem previsão de quando vão terminar.

“Vamos manter as buscas mas com um efectivo muito mais reduzido que será composto por equipas de bombeiros e GNR cuja área de actuação é atravessada pelo rio Tua e ainda equipas da protecção civil municipal de Mirandela” adianta, acrescentando que “vamos ainda empregar alguns elementos dos GIPS neste patrulhamento das margens”.

O responsável garante que “não vamos descurar as buscas, elas não vão terminar tão depressa vamos sim reduzir o efectivo e manter as operações durante mais algum tempo”.

Entretanto, surgem novos dados em torno deste caso.

Sabe-se agora que dos 150 casos sinalizados pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Mirandela, 12 são relativos à escola Luciano Cordeiro, e desses, apenas três dizem respeito a violência e não foi a direcção da escola que os comunicou, mas sim a PSP.

Mais um dado que aumenta a onda de protesto de pais e familiares sobre o silêncio da direcção do agrupamento.

Entretanto, para o final da tarde de hoje, está marcada uma marcha pedonal entre a escola e o local onde o Leandro terá desaparecido, em solidariedade para com a família.

Os inquéritos que estão a ser efectuados pelo Ministério Público e pelo Ministério da Educação devem ficar prontos, amanhã.

Brigantia, 2010-03-08
In DTM

Embarassed Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Escola de Mirandela tem escondido casos de violência   Ter Mar 09, 2010 9:57 pm

.
Comissão conhece três casos
Mirandela


Escola de Mirandela tem escondido casos de violência

A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do concelho de Mirandela só tem conhecimento de três casos de violência física na escola Luciano Cordeiro. No entanto, todos eles foram comunicados pela PSP e não pela Direcção do agrupamento.

Apesar dos diversos relatos de episódios de violência física denunciados na última semana pelos pais de alunos da escola Luciano Cordeiro, garantindo que as ocorrências foram comunicadas à direcção do agrupamento, fonte da CPCJ de Mirandela assegura que, dos cerca de 150 casos sinalizados naquela comissão, \"apenas 12 pertencem à escola em causa e desses, nove são casos relacionados com problemas familiares e sociais e apenas três dizem respeito a episódios de violência no recinto da escola\". Não se sabe se o caso do Leandro está incluído. A mesma fonte revela ainda que os três casos chegaram ao conhecimento daquela comissão através da PSP de Mirandela e \"nenhum foi denunciado pela direcção do agrupamento\". Leandro ter-se-á lançado ao rio, em desespero pela perseguição de que era alvo da parte de outros alunos.

Estes novos dados e o silêncio dos órgãos da direcção do agrupamento, vêm aumentar a indignação de pais e da própria família do Leandro. \"Quando o meu sobrinho foi agredido e teve de ser internado, há um ano, a mãe informou a direcção da escola e a PSP\", garante Paula Nunes, tia do Leandro. \"Não conseguimos compreender como é possível que ninguém da Direcção do agrupamento tenha dito nada sobre este caso, nem tão pouco têm estado no terreno a inteirar-se das operações de busca\", diz Cecília Ferreira, mãe de uma criança da mesma idade e da mesma turma. Os pais do menino continuam sem prestar declarações, mas confessaram aos familiares a \"revolta que lhes vai na alma com a situação\" e não entendem \"como foi possível deixarem sair da escola o Leandro e os outros meninos\".

Armindo Pires e Amália Pires (pais do Leandro) são acompanhados por três psicólogos e estão sob vigilância médica. Todos os dias vão ao local das buscas e recebem informações pormenorizadas. Durante o dia, estão na casa de uma amiga, próximo do local das buscas, à noite recolhem a casa, em Cedaínhos.

O Ministério Público deve terminar amanhã o processo de averiguações sobre os acontecimentos que levaram ao desaparecimento do Leandro. Também amanhã, deve estar concluído o inquérito do Ministério da Educação sobre o que se passou no recinto da escola.

Fernando Pires in JN, 2010-03-09
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Pais indignados com silêncio da Direcção da escola   Ter Mar 09, 2010 10:01 pm

.
Ministra: Bullying é «inadmissível»
Mirandela


Pais indignados com silêncio da Direcção da escola

Pais do Leandro marcaram presença na caminhada de solidariedade promovida, ontem, segunda-feira, por um grupo de pais.

Não escondem a indignação pela ausência de uma palavra da Direcção do agrupamento da escola desde os trágicos acontecimentos.

\"Até agora só recebi um telefonema da directora de turma do Leandro, a dizer que estava pronta a ajudar-nos no que fosse preciso\", diz a mãe do menino de 12 anos que está desaparecido nas águas do rio Tua, há uma semana.

\"Ainda ninguém da direcção da escola teve uma palavra para nos dar\", afirma, consternada, Amália Pires, à porta da escola de onde o Leandro saiu a correr em direcção ao rio, após um desentendimento com outros alunos, e que, ontem, foi percorrida por mais de 500 pessoas numa marcha silenciosa de solidariedade organizada por um grupo de pais.

\"Aqui não há segurança nenhuma e não há pessoas competentes para estarem à frente desta escola. Porque aqui entra e sai quem quer. O que aconteceu ao meu filho, amanhã ou depois pode acontecer a outro. Deus queira que não, mas pode acontecer\", adverte. Amália recorda o episódio de Dezembro de 2008, quando Leandro foi agredido por vários alunos e teve de ficar internado dois dias no hospital de Mirandela.

\"Nessa altura vim à escola e o conselho executivo só me disse que foi fora da escola e que não tinham nada a ver com isso\", diz Amália ao lado de Armindo, o marido que não encontra palavras para o que está a passar. \"Ele em casa nunca dizia nada, mas o irmão e os primos dizem que ele era agredido várias vezes\", conta a mãe.

\"Deixamos de lhe dar dinheiro com o medo de ser roubado. Primeiro ainda chegamos a dar-lhe setenta cêntimos para comprar o lanche, mas começaram a dizer que lhe tiravam o dinheiro, pelo que passei a comprar as coisas e mandá-las na mochila\", conclui.

Os pais estão a ter apoio psicológico de três especialistas (dois do centro de saúde e um da câmara municipal) e todas as despesas estão a ser suportadas pelo Município.

Ontem, centenas de pessoas participaram na marcha. Cartazes a criticar o silêncio do agrupamento, pedidos de \"justiça\" ao Ministério Público, crianças com balões de diversas cores e ramos de flores, tudo serviu para mostrar solidariedade para com a dor da família.

Segundo apurou o JN, durante a manhã, a direcção da escola ainda chegou a distribuir pelos alunos uma convocatória para um abraço humano, entre a escola e o rio Tua, a realizar hoje, a partir das 16 horas. No entanto, antes do almoço houve um recuo e foram recolhidas as convocatórias, alegadamente porque a DREN não terá autorizado a iniciativa.

Inquérito conhecido hoje

A Comissão de Protecção de Menores, PSP e direcção do agrupamento reuniram, ontem, durante duas horas. A iniciativa do encontro terá partido da escola, que deverá apresentar, esta tarde, as conclusões de um inquérito que foi aberto após o desaparecimento do aluno.


Ministra da Educação considera bullying «inadmissível»


A ministra da Educação assegurou ontem, segunda-feira, que \"muito em breve\" estará terminado o inquérito para apurar o ocorrido com um rapaz de Mirandela que alegadamente se suicidou após agressões reiteradas dos colegas da escola e afirmou que o bullying é \"inadmissível\".

\"Os inquéritos ainda estão a decorrer e nós vamos aguardar pela conclusão, pelo apuramento rigoroso dos factos, para prestar alguns esclarecimentos sobre o que verdadeiramente se passou\", disse ainda Isabel Alçada aos jornalistas quando questionada se já está confirmado se este é um caso de bullying (agressão física e moral continuada) e como é que a criança, de 12 anos, abandonou a escola livremente.

\"Vamos ver como isto aconteceu\", insistiu a ministra, que falava à margem do 3.º Fórum Nacional de Saúde, em Lisboa. Questionada sobre se o Ministério da Educação comunicará à Procuradoria geral da República o resultado do inquérito, Isabel Alçada respondeu que \"as instituições, de uma maneira geral, articulam-se\" e é \"nessa perspectiva\" que trabalham.

Isabel Alçada manifestou ainda os seus \"sentimentos para com a família do Leandro\", enfatizando que o \"desaparecimento de uma criança é sempre uma coisa terrível\". A ministra realçou ainda que o Ministério da Educação \"dedica a maior atenção ao problema da segurança nas escolas\" e classificou o bullying como \"inadmissível\". \"Qualquer ameaça, agressão ou violência é absolutamente inaceitável, proibida por lei e por todos os regulamentos das escolas\", acrescentou.


Fernando Pires in JN, 2010-03-09
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: «Ele nunca disse que se queria matar»   Qua Mar 10, 2010 12:39 pm

.
Marcha por Leandro
Mirandela



«Ele nunca disse que se queria matar»

Os testemunhos recolhidos pelas autoridades confirmam a existência de agressões no caso de Mirandela. No entanto, não falam em suicídio e descrevem o Leandro como «uma criança reguila», disse ontem à agência Lusa fonte ligada ao processo.

Recorde-se que criança de 12 anos atirou-se ao rio Tua, terça-feira, com alguns relatos a indicarem que se tratou de suicídio por alegada violência na escola e o caso a gerar um debate nacional sobre a problemática do bullying.

De acordo com a fonte, as versões recolhidas no inquérito judicial em curso, nomeadamente de alunos, professores e familiares, “coincidem no essencial” com o que tem sido veiculado na comunicação social relativamente ao percurso da criança no dia do sucedido.
O Leandro terá sido agredido por um aluno mais velho de “17/18 anos” que frequenta as turmas de Educação e Formação na mesma escola.

Colegas relatam que o viram a chorar, enquanto jogavam à bola, e a sair do recinto da escola dizendo que “ia atirar-se ao rio”. “Os amigos pensam que de facto ele não se queria afogar. Ele nunca disse que se queria matar”, relatou a fonte.
Dos testemunhos recolhidos conclui-se ainda que a criança “era interveniente em muitas zaragatas, muitas vezes provocadas pelo próprio, que, nas situações de agressões, resistia e não demonstrava medo”.

Escola continua sem prestar esclarecimentos, mas abriu inquérito interno

As versões indicam também que “ele é uma criança reguila, não é apático” e “tem alguns problemas de indisciplina”.
Os testemunhos relatam que “às vezes, faltava a aulas, como aconteceu no dia dos factos em que não foi á última aula da manhã”.

Os testemunhos recolhidos indicam ainda que devia “haver por parte da escola um reforço do controlo e das medidas de apoio e vigilância”.
O inquérito judicial está a cargo do Ministério Público que delegou na PSP de Mirandela a sua condução, nomeadamente a audição de testemunhas, cabendo ao procurador avaliar as diligências.

A escola Luciano Cordeiro continua sem prestar esclarecimentos públicos sobre o sucedido, mas abriu também um inquérito interno que se espera esteja concluído hoje e seja entregue hoje à Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), segundo disse o gabinete de imprensa do Ministério da Educação.


Jornal Nordeste, 2010-03-10
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Relatório da escola de Mirandela não é conclusivo   Qua Mar 10, 2010 12:44 pm

.
Novo patamar neste inquérito
Mirandela


Relatório da escola de Mirandela não é conclusivo

É inconclusivo o relatório que a escola Luciano Cordeiro entregou, esta terça-feira, à Direcção Regional de Educação do Norte, sobre os acontecimentos registados na manhã do dia 2 de Março, dia do desaparecimento de um aluno de 12 anos, que se atirou ao rio Tua por alegadamente ser vitima de agressões físicas e psicológicas por parte de colegas.

O director da DREN esteve reunido com elementos da PSP, da comissão de protecção de menores e da direcção da escola, e considerou ser necessária a intervenção da Inspecção-Geral de Educação.

“O inquérito realizado pela escola foi analisado por nós, mas consideramos que ele necessita de desenvolvimentos em vários aspectos e por isso, hoje mesmo, a Inspecção-Geral de Educação desenvolverá um novo patamar neste inquérito para podermos tirar a limpo todas as situações que aqui ocorreram para se poder actuar em conformidade” refere António Leite, acrescentando que “há pessoas que ainda necessitam de ser ouvidas e o grau de abrangência do inquérito precisa de ser mais alargado”.

António Leite salienta que ainda é preciso apurar como foi possível, a criança, ter saído da escola. “Essa é uma das preocupações, é saber exactamente como é que esta criança saiu até para evitar situações semelhantes no futuro” refere.

O director da DREN não avança com o tempo que pode demorar esta intervenção da Inspecção-Geral de Educação, mas espera que seja concluída o mais rapidamente possível.

Brigantia, 2010-03-10
In DTM

Embarassed Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Pais de Leandro vão processar a escola por não proteger o filho   Qui Mar 11, 2010 10:21 am

.
Pais de Leandro vão processar a escola por não proteger o filho

por JOSÉ ANTÓNIO CARDOSO V
Hoje


Mãe de criança de 12 anos que se atirou ao Tua culpa a escola por nunca ter ouvido as queixas do filho e por o deixar sair

"Vamos processar criminalmente o Conselho Executivo da Escola Luciano Cordeiro, já tenho uma advogada e os responsáveis vão ter de prestar contas por tudo quanto aconteceu ao meu filho, para que sirva de emenda, procurando assim que casos semelhantes não aconteçam no futuro". A informação é adian- tada ao DN por Amália Pires, mãe de Leandro, a criança de 12 anos que no passado dia 2 desapareceu nas águas do Tua.

Questionada pelo DN se iria exigir alguma indemnização ao Estado, Amália Pires afirmou que "neste momento não tenho cabeça para isso, mas quero um castigo exemplar para aquelas pessoas que não têm coração nem capacidade para dirigir uma escola".

A mãe de Leandro recorda que se deslocou duas vezes à escola para alertar sobre a situação do filho. A primeira foi em Dezembro de 2008, quando Leandro foi agredido brutalmente por colegas da escola na central de camionagem e teve de ser internado no Hospital de Mirandela durante dois dias. "O Conselho Directivo pôs- -se de parte na altu-ra, dizendo que foi fora da escola e que o miúdo se devia ter defendido. Depois recebi a conta do hospital no valor de 517 euros, fui à PSP e apresentei queixa, que, segundo me disseram, transitou para o Ministério Público. Mas até hoje ninguém me disse nada."

Da segunda vez, o Leandro foi ter com a mãe ao local onde ela tira-va um curso profissional. "Vinha a chorar, levei-o de novo à escola, mas não ligaram", garante a mãe.

Amélia Pires mostra-se inconformada pelo facto de ter sempre assinado a declaração em que proibia os seus dois filhos de saírem da escola, sem que isso tivesse sido acautelado no dia em que Leandro se atirou ao Tua.

"Como o portão estava sempre aberto e sem vigilante, as crian-ças saíam e entravam quando queriam. Mas hoje (quarta-feira) pedi a uma sobrinha para ir buscar à escola o meu Márcio e, agora sim, funcionou a segurança: telefonaram-me a perguntar se o miúdo podia sair. Se agora fazem assim, porque não o fizeram sempre?", interroga-se.

É com base neste argumento que Amélia Pires considera que, se todas as normas de segurança na Escola Luciano Cordeiro fossem cumpridas, "ainda hoje tinha o Leandro junto de mim. Agora quero justiça e o castigo dos culpados".

O padre da aldeia de Cedainhos, José Luís Coelho, também ele professor, diz não compreender o que se passou. No entanto, o pároco recorda uma frase inscrita num cartaz na Direcção Regional Educação do Norte (DREN): "Se uma escola não educa, feche-se."

In DN

Rolling Eyes

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Mirandela   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Mirandela
Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» ola............. ;)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Actualidade Nacional :: Diversos-
Ir para: