Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Fórmula 1 -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Fórmula 1 -   Qui Ago 28, 2008 3:26 pm

*
Fórmula 1: classificações

Classificações:

Mundial de Pilotos

1. Lewis Hamilton (Grã-Bretanha) 70 pontos
2. Felipe Massa (Brasil) 64
3. Kimi Raikkonen (Finlândia) 57
4. Robert Kubica (Polónia) 55
5. Heikki Kovalainen (Finlândia) 43
6. Nick Heidfeld (Alemanha) 41
7. Jarno Trulli (Itália) 26
8. Fernando Alonso (Espanha) 18
9. Mark Webber (Austrália) 18
10. Timo Glock (Alemanha) 15

Mundial de Construtores

1. Ferrari, 121 pontos
2. McLaren-Mercedes, 113
3. BMW-Sauber, 96

In DD/Lusa

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: GP do Mediterrâneo   Qui Ago 28, 2008 3:30 pm

*
F1 em Valência deve chamar-seGP Mediterrâneo


A prova de Fórmula 1 em Valência deve se chamar Grande Prémio do Mediterrâneo na próxima temporada.

Os direitos da marca Grande Prémio do Mediterrâneo são da propriedade do ex-piloto de F1 e actual dono de uma equipa na GP2, Adrian Campos. O espanhol revelou ter autorizado o uso do nome no próximo ano.

DD/Lusa

Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Fórmula 1   Sex Set 12, 2008 3:57 pm

.
Governo garante que ainda «é possível» chegar a uma solução para o Autódromo do Estoril



Ontem às 22:53

O Ministério das Finanças garante que, apesar de a Câmara de Cascais afirmar não haver acordo sobre a exploração do Autódromo do Estoril, é «possível» uma solução. À TSF, o autarca António Capucho acusou o Governo de assumir uma posição «economicista».

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1012162

- António Capucho, presidente da Câmara de Cascais, diz que o valor proposto é «completamente irreal»
- António Capucho acusa o Governo de assumir uma posição «economicista»

O Ministério das Finanças garante que, apesar de a Câmara de Cascais afirmar não haver acordo sobre a exploração do Autódromo do Estoril, é «possível» uma solução, desde que o interesse patrimonial do Estado não seja prejudicado.

Numa comunicação enviada à agência Lusa, a tutela assegura, no entanto, que a posição do Executivo é a de «sair do Autódromo do Estoril» e não põe de parte a possibilidade de um consenso com o município, sem, ainda assim, adiantar as condições em que isso poderá acontecer.

Confrontado com esta posição do Ministério liderado por Teixeira dos Santos, o presidente da Câmara de Cascais disse que não vê quaisquer factores que mudem a posição da autarquia.

«Os valores e o prazo que nos propuseram para a concessão do Autódromo são inaceitáveis», disse, explicando que o prazo é «muito curto e os valores excessivos», porque se baseiam em 35 milhões de euros.

António Capucho acrescentou que o terreno «tem condicionantes muito limitativas» por se encontrar integrado no Parque Natural e, para além disso, a «vontade politica da câmara também não vai no sentido de permitir a especulação imobiliária».

O presidente da autarquia de Cascais mostrou assim que mantém a posição de recusa em pagar os 35 milhões de euros que a Parpública, empresa que administra o equipamento, tutelada pelo Governo, reclama para abrir mão do Autódromo.

«Não vou obviamente investir 35 milhões do dinheiro dos contribuintes num equipamento e num terreno que não valem esse valor», frisou, acusando ainda o Governo de assumir uma posição «extremamente economicista».

In TSF
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Canadianos sem Fórmula 1   Qui Out 09, 2008 3:15 pm

.
Canadianos exasperados com exclusão da F1



ELISA FONSECA, Montreal

Automobilismo.

FIA deixou Montreal fora do calendário para 2009

Surpresa, desapontamento e exaspero foram as reacções no Canadá ao anúncio da exclusão de Montreal do circuito de provas da Fórmula 1 para 2009. Responsáveis locais e governamentais, os amantes da modalidade e os canadianos em geral manifestam-se decepcionados com a notícia e pedem explicações, ao mesmo tempo que se declaram dispostos a agir para inverter a decisão. No Canadá, vai ganhando força o comentário de que é o "poder do dinheiro" que está em causa.

A divulgação na terça-feira pela Federação Internacional do Automóvel (FIA) do calendário para 2009, que exclui o Canadá, deixa todo o continente norte-americano fora do mapa da F1, após o Grande Prémio dos EUA de Indianápolis ter sido igualmente retirado em finais de 2007.

Em reacção, a direcção executiva do GP Canadá afirmava terça-feira, em comunicado, ter tomado conhecimento da decisão através dos media e escusou mais comentários "até falar com a Formula One Management (FOM) e a FIA".

Entre os canadianos, o comentário imediato é o de que é o poder do dinheiro que está por detrás desta decisão.

Neste sentido, a estação pública canadiana Rádio Canadá mencionava que entre as possíveis razões para a exclusão estarão as contrapartidas pagas à F1 pela realização das provas. Enquanto que, conforme apontava, o Canadá pagará 12 milhões de dólares (oito milhões de euros), um novo país promotor avançará o triplo, indicando ainda o caso do estreante circuito de Abu--Dabi, nos Emiratos Árabes Unidos, que paga cerca de 50 milhões de dólares (32 milhões de euros).

Nada fazia prever o afastamento da F1, tanto mais que Montreal havia sido incluída em Junho passado no calendário provisório para a próxima época. Tudo estava sobre rodas. Até na página de Internet do Grande Prémio do Canadá está, desde há meses, aberta a compra e reserva de bilhetes para 2009.

Além do mais, ainda que sejam conhecidas repetidas críticas de Bernie Ecclestone, patrão da F1, ao Grande Prémio do Canadá (GPC), em Montreal, no final de 2006 as duas partes terão chegado a um acordo que garantiria a sua continuidade até 2011, conforme afirmou na altura Normand Legault, presidente do GPC.

Em 2003, Montreal tinha igualmente sido inicialmente excluída do calendário da F1, devido à entrada em vigor de nova legislação que proibia a publicidade visual a marcas de tabaco, o que afectava directamente grandes patrocinadores da prova.

Porém, após intensas negociações, a que não terão sido alheios o forte poder económico e persuasão política, foi reescalonado a tempo da sua habitual prova de Junho.

Este antecedente dá esperança aos responsáveis municipais e governamentais de que se pode estar ainda perante uma decisão reversível, tanto mais que a perda definitiva origina um prejuízo de 75 milhões de dólares (50 milhões de euros) para a economia local, afec- tando particularmente os sectores turístico e comercial.

Irónico foi o ministro do Desenvolvimento Económico do Quebeque, Raymond Bachand, que comentou: "O senhor Ecclestone é conhecido pela forma bizarra como negoceia", numa alusão às sucessivas exigências do patrão da F1, que foram correspondidas, para agora o Canadá ficar "encostado às boxes".

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Mundial 2010 Fórmula 1   Sex Jun 12, 2009 3:01 pm

.
Equipas pedem intervenção do senado da FIA e do Conselho Mundial

Há 25 mins

As equipas de Fórmula 1 pretendem a intervenção do senado da FIA e do Conselho Mundial dos Desporto Automóvel para acabar com a disputa relativa ao Mundial de 2010.

A associação que representa estas equipas lembrou que a FIA incluiu algumas escuderias como o estatuto de definitivas contra a sua vontade.
A associação que representa as equipas de Fórmula 1 pediu, esta sexta-feira, a intervenção do senado da FIA e do Conselho Mundial do Desporto Automóvel para acabar com a disputa relacionada com as regras em vigor para o Mundial de 2010.

«Pedimos respeitosamente a intervenção do Conselho Mundial para facilitar soluções para a presente situação. Estivemos em várias reuniões com representantes da FIA e não conseguimos fazer progressos substanciais», afirmou a FOTA, em comunicado.

Esta associação notou ainda que cinco equipas entraram na lista para o Mundial de 2010 com o estatuto de condicionais e que a Ferrari, a Red Bull e a Toro Rosso, contra a sua vontade, entraram com o estatuto de incondicionais.

«Todas estas equipas estão unidas nas suas preocupações sobre a presente situação e estão muito preocupadas com a crise que a Fórmula 1 enfrenta agora, uma cise que parece ser gerada a partir de dentro», acrescentou esta associação.

Na lista de equipas para 2010, a McLaren, a Brawn a BMW-Sauber e a Toyota entraram com o estatuto provisório, tendo sido convidadas a alevantar as condições que querem ver cumpridas até sexta-feira.

Por seu lado, a espanhola Campos Meta, bem como a Manor Grand Prix e a Team US F1 deverão estrear-se no próximo campeonato, tendo ficado fora a Prodrive, a Lola, assim como equipas que pretendiam reavivar a Brabham e a Lotus.

In TSF


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Michael Schumacher substitui Massa   Sex Jul 31, 2009 1:14 pm

-
Michael Schumacher substitui Massa

29 JUL 09 às 18:23



O alemão Michael Schumacher vai substituir Felipe Massa a partir do GP da Europa, que se realiza a 23 de Agosto, em Valência. A informação foi confirmada num comunicado emitido pela Ferrari.

O séptuplo campeão do mundo de Fórmula 1, Michael Schumacher, vai substituir o brasileiro Felipe Massa no GP da Europa, caso passe um teste médico.

Num comunicado, a Ferrari disse que pretendia «confiar a Michael Schumacher o monolugar de Felipe Massa enquanto o piloto brasileiro estiver impossibilitado de correr».

«Michael Schumacher mostrou a sua vontade e nos próximos dias vai submeter-se a um programa específico de preparação no campeonato a começar no GP da Europa a 23 de Agosto», em Valência, acrescenta a nota.

O antigo piloto de 40 anos, actualmente conselheiro da escuderia italiana, substitui assim Massa que fracturou o seu crânio na qualificação para o GP da Hungria, realizada na sexta-feira.

In TSF


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Massa garante que voltará às pistas   Dom Ago 02, 2009 3:20 pm

.
Massa garante que voltará às pistas

Hoje às 15:28



O piloto brasileiro da Ferrari Felipe Massa, hospitalizado em Budapeste após ter sofrido uma fractura no crânio nas qualificações para o Grande Prémio da Hungria, considera-se afortunado por estar vivo e avança que voltará a competir.

Massa sofreu um acidente durante a segunda ronda das qualificações para o Grande Prémio da Hungria na semana passada devido ao forte impacto na cabeça de uma mola que se desprendeu do Brawn do seu compatriota Rubens Barrichelo.

Felipe Massa, que quinta-feira saiu dos cuidados intensivos do hospital húngaro e deu os primeiros passos, disse que pensa voltar segunda-feira para São Paulo.

«Sei que tenho sorte por estar vivo. Não me lembro de nada do acidente, mas vou voltar a competir», declarou, em declarações ao jornal News of the World.

Massa explicou ainda que quando despertou do coma, induzido pelos médicos após a operação a que foi submetido, não sabia onde estava e começou a tirar todos os tubos que tinha. O seu irmão Eduardo ainda o tentou deter pelo que discutiram, recordou o piloto brasileiro.

«O acidente foi um azar, mas eu tenho muita sorte por estar vivo. Não me lembro de nada do que se passou», confessou.

O piloto revela que aquela era a corrida que ia vencer e que quando acordou do coma não queria acreditar quando lhe disseram que a vitória tinha sido para Lewis Hamilton e que Kimi Raikkonen tinha ficado em segundo.

Enquanto recupera, o alemão Michael Schumacher, de 40 anos e sete vezes campeão do mundo, vai substitui-lo na escuderia da Ferrari, regressando aos circuitos de Formula 1 a 23 de Agosto em Valência.

In TSF

Idea

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Fórmula 1   Qua Dez 23, 2009 12:34 pm

.
Fórmula 1
"Schumi" regressa às pistas em 2010


por DN.pt
Hoje



O piloto alemão de Fórmula 1, Michael Schumacher, retirado dos circuitos desde 2006, será o novo piloto da Mercedes para a temporada de 2010 e terá como parceiro o também alemão Nico Rosberg, avançou o site alemão "Bild".

Segundo o site do jornal mais lido da Alemanha, a escuderia Mercedes (herdeira da Brawn) terá feito uma oferta de sete milhões de euros/ano ao heptacampeão (aos 41 anos soma 7 títulos mundiais) Michael Schumacher.

Nas últimas semanas tinham sido divulgadas várias notícias sobre o interesse da Mercedes na contratação do antigo piloto da Ferrari.

A escuderia da Mercedes deverá ficar assim com uma equipa totalmente alemã. Além de Schumacher, o alemão Nico Rosberg, que correu pela Williams em 2009, deverá pilotar um dos dois carros da equipa. De acordo com o "Bild", a dupla deverá ser anunciada em Janeiro.


Segundo a BBC, a porta-voz de Schumacher, Sabine Kehm, afirmou que não podia prestar nenhuma declaração sobre o possível ingresso de "Schumi" na Mercedes.


O piloto alemão já tinha tentado voltar à Fórmula 1, para substituir Felipe Massa na Ferrari, mas dores no pescoço impediram-no de concretizar o regresso, que se anuncia agora para o próximo ano.

Uma boa notícia para os amantes da Fórmula 1, que vão poder voltar a ver em competição um dos melhores pilotos de todos os tempos.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Corridas 'à moda antiga' e com Schumacher de volta   Sex Mar 12, 2010 5:38 pm

.
Corridas 'à moda antiga' e com Schumacher de volta

por PEDRO MIGUEL NEVES
Hoje


Temporada 2010 começa hoje, com proibição de reabastecimento e provas com "mais estratégia e interesse". E vários duelos

Michael Schumacher regressa, a Ferrari contrata Alonso, e Button, que defende esta temporada o título de campeão do mundo, vai correr pela McLaren.

A FIA muda as regras, proíbe os reabastecimentos e a condução volta a assumir um papel preponderante. Seria difícil imaginar um início de temporada mais emocionante para os fãs da Fórmula 1. E, depois de um Inverno dedicado aos testes, os motores dos bólides começam hoje a acelerar a sério, na qualificação para o Grande Prémio do Bahrein, a primeira prova da temporada.

"Finalmente, a época vai começar! Sinto-me como uma criança à espera do Natal. É estranho pensar que vou competir novamente na Fórmula 1 quando, há uns meses, teria recusado categoricamente essa oportunidade", confessou recentemente o heptacampeão Michael Schumacher, retirado desde 2006, e que está de volta aos circuitos com a Mercedes GP. É grande a expectativa para saber em que condições se vai apresentar o piloto alemão, que já venceu 154 Grandes Prémios na sua carreira, e se o Mercedes lhe vai permitir lutar pelo título.

Na opinião de Tiago Monteiro, ex-piloto de Fórmula 1, há outros condutores a partir na pole position. "O Hamilton e o Button são, sem dúvida, candidatos muito fortes. Os dois pilotos da Red Bull, Vettel e Webber, também. E depois há o Schumacher, que é um outsider, mas vai rapidamente aumentar o nível. E não nos podemos esquecer do Massa e do Alonso [Ferrari], que são pilotos muito fortes", afirma ao DN.É provável que 2010 assista a um crescente interesse na Fórmula 1, pois Schumacher "traz ainda mais atenção dos media e dos fãs", num ano que pode reservar muitas surpresas.

"É difícil fazer previsões, vai depender muito das alterações nos carros. A McLaren, a Ferrari e a Red Bull parecem ser as que estão melhores antes do arranque da temporada. Acredito que vamos assistir a uma luta pelo título entre muitos pilotos", explica Tiago Monteiro, actualmente a competir no WTCC. A proibição de reabastecer durante as corridas foi a grande alteração para 2010 (ver infografia), o que, no início das provas, "vai tornar os carros muito complicados de guiar" e, depois, "vai provocar andamentos muito diferentes na pista". "Os anos passados foram algo monótonos, mas acho que isso poderá mudar. Vai haver muitas tácticas diferentes, carros a sair com mais ou menos gasolina, há que ter em conta o desgaste dos pneus, enfim, acho que vai haver mais estratégia e mais interesse nas corridas", considera o piloto português.

Outro dado a ter em conta é o equilíbrio entre pilotos em algumas escuderias, e as rivalidades internas que poderão surgir para ser o número 1 da equipa.

"Penso que os duelos mais interessantes que poderemos ver em pista serão entre companheiros de equipa: Button/Hamilton, Alonso/Massa e Schumacher/Rosberg", assegura Tiago Monteiro, A época de 2010 vai ter uma grelha de partida expandida para 24 carros (12 equipas) e um novo sistema de pontuação. Os dez primeiros classificados (em vez de oito) somam pontos, com os três primeiros lugares do pódio a amealharem 25, 18 e 15 pontos, respectivamente, os restantes sete pilotos somarão 12, 10, 8, 6, 4, 2 e 1.

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Ayrton Senna faria este domingo 50 anos   Sex Mar 19, 2010 11:17 pm

.
Ayrton Senna faria este domingo 50 anos

por DN.pt
Hoje


O tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, que faleceu em Maio de 1994 num acidente em Ímola, durante o Grande Prémio de San Marino, completaria este domingo 50 anos.

Nascido em São Paulo a 21 de Março de 1960, Ayrton Senna estreou-se na Fórmula 1 em 1984, na modesta equipa da Toleman Hart, e o primeiro Grande Prémio que disputou foi em Jacarepaguá, no Brasil, a 25 de Março. Na altura acabou por ter de abandonar a corrida devido a problemas no turbo do seu carro. No ano seguinte, já na Lotus, consegue as duas primeiras vitórias da sua carreira, em Portugal e na Bélgica, obtendo ainda sete pole positions.

A 24 de Março de 1991 consegue a sua primeira vitória "em casa", ao serviço da McLaren, no circuíto de Interlagos, no Brasil.

O primeiro título mundial de Ayrton Senna foi obtido em 1988, numa renhida competição com Alain Prost, vencendo 16 provas e obtendo 13 pole positions. O bicampeonato surgiu em 1990 e o tricampeonato em 1991. Ayrton Senna entrava assim para o restrito grupo de pilotos de Fórmula 1 que se sagraram tricampeões mundiais, tornando-se no mais jovem piloto de todos os tempos a alcançar esse feito.

A 1 de Maio de 1994, a morte de Ayrton Senna choca o mundo. Um aparatoso acidente em Ímola, durante o Grande Prémio de San Marino, rouba a vida a um dos mais fantásticos pilotos de todos os tempos.

Nascido a 21 de Março de 1960, em São Paulo, cedo revelou grande aptidão para conduzir, tornando-se rapidamente num ídolo mundial respeitado por colegas e adeptos da Fórmula 1. O seu lema, desde que ingressou na Fórmula 1, era "Vencer ou vencer", porque a vitória "é o único prémio de um piloto".

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Houve estratégia e confusão na vitória de Button   Seg Mar 29, 2010 8:45 pm

.
Houve estratégia e confusão na vitória de Button

por RUI MARQUES SIMÕES
Hoje


Na Austrália, entre acidentes e picardias ('Schumi'-Alonso), ganhou o campeão

O mundo da Fórmula 1 passou as duas últimas semanas a reclamar mais emoção para o campeonato de 2010. Ontem, o Grande Prémio da Austrália (Melburne) fez-lhe a vontade. Houve acidentes, troca de farpas entre pilotos (Schumacher vs Alonso). E, no final, ganhou a estratégia do campeão mundial de 2009, Jenson Button, que venceu pela primeira vez este ano.

Em Melburne, arrancaram 24 carros, mas só 14 foram até ao fim. A corrida teve muitas incidências, ao contrário da primeira da época (há 15 dias, no Bahrein). No arranque, um toque entre Alonso, Button e Schumacher deixou o alemão sem asa dianteira. Depois, estreou-se o safety car, este ano, devido a um acidente de Kobayashi (Sauber). E, à 7.ª volta, surgiu a estratégia da McLaren e de Button. Com a pista molhada mas a chuva a rarear, o piloto inglês antecipou-se aos adversários e foi às boxes trocar os pneus intermédios pelos slicks [para pista seca].

O estratagema permitiu a Button galgar posições até ao 2.º lugar e, depois, o abandono de Vettel (problemas nos travões) fez o resto. O britânico rasgou o rótulo de "campeão por acaso", trazido de 2009, e festejou a primeira vitória pela McLaren, conseguida com uma "estratégia perfeita". "Quando entrei nas boxes pensei que tinha sido uma decisão catastrófica porque via tudo molhado. Mas foi a decisão certa e estou muito contente", comentou o inglês, no final.

Button venceu, mas os perseguidores também ficaram contentes. Kubica (Renault) foi 2.º, surpreendendo todos (até ele próprio): "Não esperava ir ao pódio." E os Ferrari também puderam celebrar: Massa é o único que foi ao pódio em ambas as corridas da época e Alonso continua a liderar o campeonato, com 37 pontos [à frente de Massa (33) e Button (31)].

No meio disto, ainda houve espaço para a polémica. Michael Schumacher foi 10.º e voltou a virar-se contra Alonso (a quem já tinha acusado de bloqueio na fase de qualificação): "Obviamente, aquele incidente [no arranque] decidiu a minha corrida."

Entretanto, Alonso respondeu às críticas de sábado: "Se queres queixar-te de bloqueio, fala com os comissários; se o fazes diantes das televisões é porque queres show e isso eu não quero."

In DN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: "É mais fácil encontrar uma virgem de 50 anos"   Qui Maio 06, 2010 9:28 pm

.
"É mais fácil encontrar uma virgem de 50 anos"

por Lusa
Hoje


O gestor de marketing de Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, afirmou hoje que "é mais fácil encontrar uma virgem de 50 anos do que patrocinadores" para o piloto alemão.

"A sua 'venda' não funciona como eu esperava, mas sim com muitas reservas", admitiu Willi Weber, que descobriu o talento de Schumacher para o automobilismo, ao jornal Bild.

Weber considerou que "existe um certo cansaço com Schumacher", acrescentando: "As pessoas pensam: Meu Deus, que equipa representa agora. Só o conheciam como sendo sempre um ganhador".

"Antes, havia bancadas cheias de bonés da Ferrari. Agora, podem contar-se pelos dedos de uma mão os bonés prateados (da equipa Mercedes). Não é fácil encontrar patrocinadores", afirmou.

Segundo Willi Weber, "esteja onde estiver, Sebastian Vettel (Red Bull/Renault) é o novo Schumi. Nos cartazes, na publicidade é agora o número um. Michael deixou um espaço que Sebastian soube ocupar".

Willi Weber admite que "é preciso um milagre para que Schumacher lute este ano pelo Mundial" e acrescenta: "Creio que será preciso chegar a 2011 para controlar a equipa".

In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Vettel é o novo campeão do Mundo   Dom Nov 14, 2010 5:18 pm

.
Vettel é o novo campeão do Mundo

por dn.pt
Hoje


O piloto alemão da Red Bull venceu a prova de Abu Dahbi e conquistou o título que muitos pensavam que iria novamente para o espanhol Fernando Alonso.

Sebastian Vettel, 23 anos, piloto alemão da Red Bull, conquistou o seu primeiro título mundial de Fórmula 1, ao vencer este domingo no circuito de Abu Dahbi, nos Emirados Árabes Unidos. Fernando Alonso, da Ferrari, partia como grande favorito e bastava-lhe um quarto lugar. Mas não foi além da sétima posição.

Vettel, que se torna no mais jovem piloto a sagrar-se campeão de fórmula 1 (destronou Fernando Alonso), tinha sido vice-campeão o ano passado. O alemão estreou-se na fórmula 1 em 2007, nos Estados Unidos. Representou a BMW Sauber e a Toro Rosso, até que o ano passado transferiu-se para a Red Bull, onde substituiu David Coulthard.


Filme da corrida:

Termina a corrida. Vettel venceu e conquistou o título, somando 256 pontos. Alonso foi sétimo e ficou-se pelos 252 pontos.


- Volta 51: Vettel mantém-se firme na liderança e Alonso é sétimo.


- Alonso cada vez mais longe do título mundial a sete voltas do final.


- Faltam 10 voltas para o final da corrida. Tudo na mesma. Vettel corre para a consagração.


- Recorde-se que para Alonso ser campeão do Mundo precisa de ficar na quarta posição... isto se Vettel vencer a prova, como se prevê.


- Volta 40: Button foi às boxes e Vettel assume a primeira posição.


- Volta 39: Alonso é oitavo classificado.


- Volta 38: Fernando Alonso sobe à nona posição. Faltam 17 voltas para terminar a corrida


- Volta 36: Vettel volta a fazer a volta mais rápida, com 1m.42s564c


- Volta 36: Alonso é 10. classificado.


- Volta 29: Alonso mantém-se na 11.º posição e aguarda que os carros que estão à sua frente vão às boxes. Para Alonso ser campeão precisa de subir ao quarto lugar.


- Volta 27: Vettel faz a volta mais rápida, com 1m43s564c. Mesmo na segunda posição, caso a corrida terminasse agora, Vettel seria o campeão.


- Volta 25: Vettel foi mudar de pneus às boxes e ficou na segunda posição. Button lidera a corrida com 16,4 segundos de avanço, mas ainda não foi às boxes.


- Volta 24: Lewis Hamilton foi às boxes e desceu da segunda posição para sexto classificado.


- Volta 22: Fernando Alonso é 11.º. A Ferrari pede via rádio ao espanhol para ultrapassar Petrov.


- Volta 19: Heidfeld, da Sauber, faz a volta mais rápida, com 1m44s636c.


- Caso a corrida terminasse agora, Vettel seria campeão do Mundo. Mas o piloto da Red Bull ainda não foi às boxes.


- Volta 16: Fernando Alonso foi às boxes trocar de pneus e desceu para a 12.ª posição, mas à frente de Mark Webber.


- Se as posições se mantiverem, Fernando Alonso (quarto classificado) sagra-se campeão do Mundo.


- Mark Webber foi às boxes e desceu da quinta posição para 16.º.


- À passagem da 10.ªa volta, Vettel aumenta para 2 segundos a diferença para Hamilton. Alonso mantém-se na quarta posição.


- Vettel leva 1,2 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, Lewis Hamilton, na sexta volta.


- Após a sexta volta, o safety-car recolheu às boxes e a corrida recomeçou.


- Vettel largou e manteve a pole position, com Hamilton e Button na segunda e terceiras posições. Alonso ficou na quarta posição. Um acidente logo na primeira volta entre Schumacher e Rosberg obrigou à entrada do safety-car e à limpeza da pista.


O novo campeão do mundo de Fórmula 1 será conhecido hoje, após o último grande prémio da temporada, que se realiza em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O espanhol Fernando Alonso é o grande favorito para conquistar o tricampeonato e até pode fazer a festa se não terminar a corrida, caso Lewis Hamilton não vença, Sebastan Vettel não vá além do terceiro lugar e Mark Webber termine abaixo da quinta posição.

Veja aqui o vídeo de Vettel emocionado após cortar a meta e sagrar-se campeão mundial:



In DN


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Sergio Pérez sofre acidente grave no Mónaco (VÍDEO)   Sab Maio 28, 2011 4:56 pm

.
Sergio Pérez sofre acidente grave no Mónaco (VÍDEO)

Hoje


Piloto mexicano despistou-se à saída do túnel no traçado do Grande Prémio do Mónaco. Pérez ficou inconsciente e saiu da pista transportado por uma ambulância.

Sergio Pérez foi vítima de um acidente grave, este sábado, durante os treinos livres do Grande Prémio do Mónaco, em Fórmula 1. O piloto mexicano perdeu a consciência depois de se ter despistado à saída do túnel, embatendo com violência no muro de protecção.


O piloto de 21 anos, que cumpre a temporada de estreia na Fórmula 1, precisou de ser retirado da pista por uma ambulância. De acordo com o sítio oficial da competição, apesar da condição de Pérez ser estável, este deverá ser mantido em observação durante a noite, sendo pouco provável que possa alinhar na corrida de amanhã.

Durante a sessão da manhã, Nico Rosberg já havia protagonizado um acidente no mesmo local do circuito monegasco.

O Sauber de Pérez ficou seriamente danificado, obrigando a uma paragem de meia hora na sessão onde o campeão do mundo, Sebastian Vettel, foi o piloto mais rápido, conquistando o primeiro lugar na grelha de partida.

In DN

Embarassed Rolling Eyes Evil or Very Mad lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fórmula 1 -   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fórmula 1 -
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Desporto :: Outras modalidades-
Ir para: