Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Arte com pastilha mascada

Ir em baixo 
AutorMensagem
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Arte com pastilha mascada   Seg Abr 15, 2013 5:27 pm

.
Centro de Arte Contemporânea
Bragança



Cinco mil pastilhas elásticas mascadas fazem arte em Bragança

Cerca de 100 estudantes de Bragança transformaram-se em co-autores de uma obra artística com a arte de mascar e a colar pastilhas elásticas num tapete.
A peça será uma das atracções da nova exposição a inaugurar, no sábado, no Centro de Arte Contemporânea (CAC) Graça Morais, e que vai mostrar, até 23 de Junho, 45 obras de 33 artistas da colecção da Portugal Telecom.

O autor do inusitado tapete forrado com cinco mil pastilhas elásticas é o artista plástico João Pedro Vale que oferece o tapete vermelho com mais de dois metros e deixa aos “mastigadores” a conclusão da peça.

Bragança é a primeira a entregar o desafio a uma centena de crianças e jovens das escolas, desde o ensino básico ao superior, que participam no making off desta peça, que começou hoje e se prolonga por dois dias.

Uma turma do 8.º ano da Escola Miguel Torga estreou o processo e coube ao jovem Jorge Afonso ser o primeiro a colar uma pastilha no tapete.

A experiência pareceu-lhe “um bocado esquisita à primeira vista”, mas, “no fim tudo, faz sentido”, acredita.

Não sabia que “havia uma obra assim” e agora está convencido de que “até pode inspirar outras”, apesar de ter ficado com a “sensação estranha de estar a atirar uma pastilha para o tapete”.

“É diferente, não se faz todos os dias e ainda para um museu famoso”, garantem Maria João e Miguel Oliveira, outros dois “artistas” que acreditam que esta peça “vai cativar as pessoas” à exposição e ao CAC.

Asseguram ainda que “não foi nada difícil ser artista desta obra: é só mastigar e pôr”.

Desconhecem o autor que lhes proporcionou a experiência, mas querem partilhar louros e adiantam que vão chamar-lhe “nossa”, à peça que ajudaram a construir.

“Nós é que estamos a fazer o trabalho”, brincou Maria João, entre risos.

O professor que os acompanhou, José Domingues, realçou a importância destas actividades fora do contexto da sala de aula e a colaboração entre a escola e o CAC nesta e outras iniciativas.

Esta participação dos jovens, considerou, “vai contribuir para que os familiares” visitem também a exposição e o espaço cultural”, além de proporcionar a oportunidade de “colaboraram com um artista plástico na execução de uma obra de arte”.

Esta peça já foi mostrada noutras exposições, mas é primeira vez que é concluída com a colaboração de crianças e jovens, como explicou Mónica Constantim, da Portugal Telecom.

“Decidimos que seria interessante serem escolas porque a pastilha elástica é uma coisa que os miúdos gostam muito e porque é precisa muitas pastilhas elástica mascada e assim damos oportunidade aos jovens de participarem no making off de uma peça de arte durante dois dias”, afirmou.

O cheiro a morango das pastilhas elásticas invade a sala onde está exposto o tapete e o aroma é mais uma vertente desta exposição que “para além do lado visual, tem muitas obras de movimento, de som, vive muito do aspecto sensorial”, como explicou Jorge da Costa, director do CAC e comissário da exposição.

Jorge da Costa foi o responsável pela escolha das obras da colecção de arte contemporânea da Portugal Telecom que vão ser mostradas, algumas pela primeira vez, em Bragança.

Lusa, 2013-04-12
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Arte com pastilha mascada
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» olá! estou me apresentando
» [Loja] Kollector.com.br
» ola
» Ola!!! Muito prazer!!!
» Habilidades de Bucky Barnes

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Arte-
Ir para: