Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Arquitectura

Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Arquitectura   Qui Abr 11, 2013 11:10 pm

.
Projecto de investigação
Distrito de Bragança



Universidades estudam arquitectura rural transfronteiriça

Trabalho envolve a Universidade Lusíada do Porto, a Universidade Técnica de Lisboa e a Escola Técnica Superior de Valladolid.

Uma equipa de peritos da área da arquitectura está a desenvolver um estudo pioneiro da morfologia e organização das construções rurais genuínas da região transfronteiriça do Douro Internacional.

\\"Este trabalho assenta no conhecimento da arquitectura rural dos dois lados da fronteira e, ao mesmo tempo, tenta perceber se a agricultura praticada na região gerou formas arquitectónicas diferentes em termos de escala e uso de materiais relativos à qualidade de vida que cada comunidade procurava\\", refere à Renascença Manuel Diogo, coordenador do projecto.

O trabalho envolve a Faculdade de Arquitectura da Universidade Lusíada do Porto, Universidade Técnica de Lisboa e a Escola Técnica Superior de Valladolid. Do lado português abrange o território compreendido pelos concelhos de Vimioso, Miranda do Douro e Mogadouro; do lado espanhol envolve toda a zona raiana da Província de Zamora, sobretudo a que enquadra o Parque Natural das Arribas do Douro.

O projecto foi aprovado e financiado em 75 mil euros pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e recebeu a classificação \\"excelente\\" pelo painel de avaliadores, constituído por peritos internacionais provenientes de universidades americanas e gregas.

\\"Desde há muito tempo que é decisivo para Portugal desenvolver um trabalho que se direcione para um terreno que tem sido permanentemente ostracizado, como é caso do interior, e fazer com que os jovens regressem à terra \\", defende Manuel Diogo, que foi também secretário de Estado da Administração Interna no Governo de António Guterres.

Instrumento de defesa do mundo rural
O projecto de investigação vai desenvolver-se ao longo de três anos e vai caracterizar a arquitectura, os espaços privados e públicos da região transfronteiriça e a importância dos vazios na organização dos próprios núcleos rurais. Pela informação que pode proporcionar às comunidades de fronteira e à própria comunidade científica, esta iniciativa é vista como um instrumento de defesa do mundo rural.

Inês Tomás vive em Lamoso, uma aldeia do concelho de Mogadouro, habitada por poucas pessoas. Apesar de manter o aspecto de ruralidade, a aldeia tem vindo a degradar-se nos últimos anos.

\\"Não temos dinheiro para levantar as casas e os que estão cá têm que emigrar, para se sustentar, porque aqui ninguém se sustenta\\", lamenta Inês Tomás. \\"Não vem construir para aqui ninguém, porque isto fica num cantinho onde não há apoio nenhum.\\"

O despovoamento acontece também do lado espanhol e é apontado como o factor principal da degradação do património, sobretudo em povoados de menor dimensão. \\"Em cada casa há um jovem e um só não faz nada. Está tudo caído\\", diz Rosário Lagunes, habitante de Fornilhos de Formoselhe.

Olímpia Mairos in RR, 2013-04-09
In DTM

Idea Arrow

_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
 
Arquitectura
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Arte-
Ir para: