Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Parque Ibérico de Natureza e Aventura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
RMaria

avatar

Mensagens : 2761
Data de inscrição : 26/08/2010

MensagemAssunto: Parque Ibérico de Natureza e Aventura   Ter Maio 08, 2012 4:21 pm

.
Aguarda financiamento
Vimioso



S. Joanico à espera do Parque Ibérico

A beleza natural e a hospitalidade das gentes de S. Joanico, no concelho de Vimioso, tornam esta aldeia tipicamente transmontana num pólo turístico.
Situada nas margens do rio Angueira, esta aldeia é a porta da Rota da Terra Fria no concelho de Vimioso.

Aqui vai nascer o Parque Ibérico de Natureza e Aventura, um projecto que vai valorizar não só as tradições e saberes das populações de Angueira, S. Joanico e Serapicos, mas também os produtos locais.
Quem vive em S. Joanico não se cansa de enaltecer a beleza desta terra. Numa visita à aldeia encontrámos Elias Preto.

Emigrado em França há mais de 50 anos gosta de passar férias na terra Natal, onde construiu uma casa nova. Elias Preto diz-nos que há pessoas do litoral a recuperar casas nesta localidade, para passarem férias em comunhão com a natureza.

“Há pessoas que vêm de fora e compram as casas velhas que estão a cair e recuperam-nas. Aquelas casas são todas de pessoas do Porto que vêm para cá de férias. É uma aldeia muito bonita”, realça Elias Preto.
Mais à frente, encontrámos Teresa Nunes. Aos 83 anos, esta habitante de S. Joanico recorda as memórias que tem da sua juventude.

“Quando eu era jovem faziam-se actos, aos quais davam o nome de comédias. Era uma espécie de teatro, que envolvia muitas pessoas”, recorda a idosa.
O linho também faz parte das tradições desta aldeia. “Fiei muito linho. Era semeado, depois era preciso malhá-lo, punha-se no rio, a água cozia-o, depois era maçado, e espadado. Depois é que era fiado e ia para a tecedeira”, conta Teresa Nunes.

À conversa junta-se César Augusto Pêra. Trabalhou toda a vida na agricultura e ainda cultiva a horta para o sustento da casa. Os tempos evoluíram, mas não larga o burro que o ajuda nas lides agrícolas.

Tradições ainda fazem parte do dia-a-dia de quem resiste
na típica aldeia de S. Joanico

Os turistas que passam por S. Joanico ficam encantados com as tradições desta terra. “Às vezes iam comigo carregar feno. Depois punham-se na carroça a tirar fotografias”, conta César Pêra.

Também Teresa Nunes partilha a história da aldeia com quem os visita. “Vieram umas pessoas de Coimbra. Nos estávamos sentadas aqui no largo e eu recitei-lhe uns versos e mandaram-me uma carta com os versos e com uma fotografia”, recorda a idosa, com um sorriso no rosto.

E são mesmo os turistas que dão vida à aldeia de S. Joanico, onde durante todo o ano residem pouco mais de 40 pessoas.

Jornal Nordeste, 2012-05-08
In DTM


Aldeia de S. Joanico,
nas margens do rio Angueira
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Parque Ibérico de Natureza e Aventura
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Acidente Cril Odivelas Parque 16/05/2012
» Controle de Fenômenos da Natureza
» Parque de Nara.
» Viva!
» Indignação com os Correios BR!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Diversos-
Ir para: