Colmeia

Espaço arejado e limpo, onda a baixaria não entra
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Promover produtos regionais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 6697
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Feira de Ervedosa é um impulso para a agricultura    Dom Jul 07, 2013 2:17 pm

.
15ª edição da Feira
Vinhais


Feira de Ervedosa é um impulso para a agricultura

Em Ervedosa, no concelho de Vinhais, decorreu ontem a 15ª edição da Feira de Produtos da Terra.
35 expositores marcaram presença no certame, que tem vindo a crescer ano após ano.

O presidente da Junta de Freguesia, Franclim Nascimento, diz mesmo que graças a esta feira há mais pessoas na freguesia, sobretudo jovens, a apostar na agricultura.“Esta freguesia é muito visitada e as pessoas sabem que aqui há produtos de qualidade e em quantidade.

As pessoas além de fazerem negócio quando expõem nesta feira, também já ficam com contactos para vender para o exterior. Há jovens agricultores aqui na aldeia que se têm dedicado à produção agrícola, que podem comercializar aqui”, salienta o autarca.E a crise passou ao lado desta feira.

Os expositores garantem que venderam bem os produtos.“Muita gente, o dia está bonito e está-se a vender bem. Já vendi os folares, os alhos, figos, nozes, que é tudo da minha colheita”, conta Ana Correia.

À venda de produtos da terra é aliada a animação musical, com a actuação de grupos regionais, aos quais, este ano, se juntou a cantora Dulce Pontes.

Brigantia, 2013-07-02
In DTM


_________________
Os amigos? Perto! Os inimigos?Colados!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://colmeia.forumeiros.com
Fantômas

avatar

Mensagens : 5780
Data de inscrição : 12/09/2008

MensagemAssunto: Produtores locais ganharam o exclusivo do popular enchido.   Dom Jul 14, 2013 10:19 am

.
Alheira de Mirandela certificada
  Mirandela


 

Produtores locais ganharam o exclusivo do popular enchido.

A Alheira de Mirandela só pode ser produzida a partir de agora no concelho de origem, uma ambição antiga dos produtores locais que se concretiza com a atribuição de Indicação Geográfica Protegida (IGP) ao enchido tradicional.

O novo estatuto foi autorizado pela Comissão Europeia e confirmado pelo Governo português no despacho do secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Gomes da Silva, publicado a 3 de Julho em Diário da República.

A partir de agora o nome Alheira de Mirandela é de uso exclusivo dos produtores do concelho, como Pedro Caldeira, que vê nesta certificação “uma mais-valia para a economia local” e o resultado de “uma luta pela defesa da região, do produto e do bom nome dos produtores”.

Desde 1996 que este enchido tem protecção de Especialidade Tradicional Garantida (ETG), mas o nome da “Alheira de Mirandela podia ser usado e o produto fabricado em qualquer parte”, como recordou aquele produtor.

A IGP limita a produção ao concelho e “vai acabar com as falsificações, em que muitas vezes o produto era apresentado ao consumidor dizendo que era de Mirandela, na realidade não sendo”, afiançou.

Pedro Caldeira é gerente de uma das maiores empresas da Alheira de Mirandela, a Topitéu, criada em 1982 pelo agrupamento de três pequenos produtores.

Este produtor faz chegar a Alheira de Mirandela a 11 países, com as exportações a representarem 20% da facturação anual de “três milhões de euros”, em que se incluem também outros enchidos e 40 postos de trabalho.

Há mais de sete anos que a Associação Comercial e Industrial de Mirandela tinha requerido a IGP agora alcançada.

A Lusa tentou contactar, sem sucesso, o presidente daquele organismo, Jorge Morais.

Já para o presidente da Câmara de Mirandela, António Branco, esta certificação “é fundamental para o futuro da alheira”, um dos produtos regionais com maior peso económico no concelho, que movimenta 28 milhões de euros anualmente e emprega 550 pessoas.

Segundo o autarca, actualmente existem, em Mirandela, sete produtores certificados para a confecção da alheira, mas o novo estatuto, acredita, “pode ser o impulso para a união e para outros aderirem”.

António Branco assegurou que a IGP “é uma forma de garantir que a Alheira de Mirandela é apenas produzida no concelho e uma forma de proteger a qualidade” do enchido.

Lusa, 2013-07-11
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romy

avatar

Mensagens : 5711
Data de inscrição : 23/08/2008

MensagemAssunto: Rota do Azeite aposta na internacionalização de produtos transmontanos   Sab Nov 23, 2013 6:27 pm

.
Vender Trás-os-Montes
Trás-os-Montes



Rota do Azeite aposta na internacionalização de produtos transmontanos

Brasil é o primeiro país a abrir 250 lojas. Estados Unidos é a meta seguinte para venda de produtos regionais. Alheiras, azeite, vinhos, mel, cogumelos e queijo são alguns dos produtos que vão estar à venda.

A Rota do Azeite de Trás-os-Montes está a desenvolver um projecto de internacionalização para levar os produtos da região além-fronteiras. Até ao final do próximo ano, a Rota prevê criar 250 postos de venda no Brasil, mas a ideia é estender o projecto também aos Estados Unidos da América.

“O cronograma de implementação vai ser feito em Janeiro e vamos acrescentar as lojas, conforme a produção de azeite e de vinho que vamos ter”, refere o presidente executivo da Rota do Azeite de Trás-os-Montes, Jorge Morais.

As primeiras cinco lojas deverão abrir ainda este ano, em S. Paulo. “Só depende do processo burocrático e de exportarmos o conceito”, explica, adiantando que “as lojas podem situar-se no interior de padarias, que hoje são autênticas galerias, mas podem surgir também na restauração e através do ''''franchising''''”.

Jorge Morais explica ainda que o projecto "tem dupla estratégia: vender Trás-os-Montes, o nosso território e vender aquilo que identifica o território, que é a nossa gastronomia, os nossos produtos regionais”.

Alheiras, azeite, vinhos, mel, cogumelos, queijo e compotas são alguns dos produtos que vão estar à venda nas lojas Rota do Azeite de Trás-os-Montes.

Fazem parte desta Rota 15 itinerários: Alfândega da Fé, Alijó, Bragança Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Mogadouro, Murça, Tabuaço, Torre de Moncorvo, Valpaços, Vila Flor, Vila Nova de Foz Côa e Vimioso.

Olímpia Mairos in RR, 2013-11-11
In DTM

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Promover produtos regionais   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Promover produtos regionais
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Como promover o MTP no Facebook?
» Importação!!! [final do primeiro post]
» salut... smile
» Pins sobre fotografia: Marcas, Máquinas, produtos, etc.
» Outros produtos relacionados a Saint Seiya.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Colmeia :: Cultura :: Diversos-
Ir para: